Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

Em dezembro de 2019, Arboleda virou alvo de críticas da torcida do São Paulo, recebeu uma multa em seu salário e chegou a ter o nome especulado em possíveis negociações. Tudo porque o zagueiro, durante as suas férias, no Equador, tirou uma foto vestindo uma camisa do Palmeiras com um amigo, que postou o retrato na internet. Para apagar a imagem negativa, o jogador adotou uma postura um pouco diferente nos primeiros meses deste ano.

Além de se dedicar como de costume ao time, o defensor passou a ser mais reservado fora de campo. Entrevistas e postagens na internet ficaram cada vez mais raras. Até mesmo na hora de deixar o gramado após as partidas ele preferiu evitar os microfones.

Neste sentido, um fato chamou a atenção e fez ele ganhar pontos com o público. Durante o clássico entre São Paulo e Palmeiras, no Paulistão, em Araraquara, o jogador se recusou a trocar a camisa com um adversário ao fim do duelo. Apesar de ter sido abordado por um rival, o equatoriano sinalizou que iria permanecer com o uniforme do Tricolor paulista.

No dia a dia, Arboleda tem recebido conselhos do técnico Fernando Diniz e de outros integrantes do departamento de futebol tricolor para ajudá-lo a se manter no caminho da reconciliação com os torcedores. Para completar, no campo, o jogador teve bom rendimento nestes primeiros meses, sendo titular absoluto da zaga ao lado de Bruno Alves.

Arboleda tem contrato com o São Paulo até junho de 2022. No ano passado, ele chegou a ter o seu nome sondado no mercado da bola por algumas equipes estrangeiras, mas as ofertas não chegaram perto do desejado pelo Tricolor. No total, ele já disputou 121 partidas pelo time do Morumbi e marcou sete gols.

UOL