Perto da despedida, Antony segue como peça “especial” do elenco do São Paulo

Negociado com o Ajax no mês de fevereiro, Antony vive seus últimos momentos como atleta do São Paulo. O acordo entre os clubes prevê que o atacante de 20 anos se apresente na Holanda no início de julho. Com a baixa confirmada, o Tricolor passa a buscar soluções para a vaga, mas o elenco tem poucas opções de drible e velocidade.

Entre os titulares de Fernando Diniz, Antony é o único que tem a jogada individual como ponto forte. O garoto costuma atuar aberto pelo lado direito e, por ser canhoto, gosta de driblar em direção ao meio. Estas características fizeram com que o camisa 11 seguisse consolidado na equipe, mesmo sem gols e assistências em 2020.

Antony iniciou o ano servindo a Seleção olímpica e fez apenas quatro partidas pelo São Paulo, duas na Libertadores e duas no Campeonato Paulista. Destes jogos, o Tricolor venceu três e perdeu um.

Quando não teve Antony no começo da temporada, Diniz chegou a optar por Helinho, por ser a peça mais semelhante nas características. No entanto, o jogador de 19 anos não aproveitou bem suas oportunidades, e Pablo passou a jogar aberto pela direita.

O desafio do São Paulo agora é encontrar o substituto ideal para a vaga. Afinal, com a paralisação por conta do coronavírus, a passagem de Antony pelo clube se encurtou ainda mais. Devido as indefinições no calendário, não é possível saber quantos jogos restam ao camisa 11 no Tricolor.

Gazeta Esportiva

5 comentários

  1. O Helinho como ponta é fraco . Jogando na meia seria interessante . Danilo Gomes e Brenner precisam ser testados para o lugar do Antony . Marquinhos , jóia da base , tem apenas 17 anos e acho precipitado subir o garoto agora . Diniz precisa achar um cara ali rapidamente para substituir o Antony

    • contrato do Rojas está acabando . Danilo Gomes e Brenner precisam ser testados ali . Helinho é técnico , só que não mostra personalidade .

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!