Anderson Martins era cotado para ser uma das opções de Fernando Diniz na maratona de jogos que o São Paulo deveria enfrentar, com a reta final do Campeonato Paulista, Copa Libertadores e o início do Brasileiro. Com a paralisação das competições por causa da pandemia do coronavírus, o zagueiro está em férias junto com o restante do elenco. A falta de oportunidades faz com que ele não possa mostrar serviço justamente quando está perto de ficar livre no mercado da bola.

O defensor tem vínculo com o time do Morumbi somente até o dia 31 de dezembro deste ano. Desta maneira, ele estará livre para assinar um pré-contrato com outro clube a partir do segundo semestre sem que o Tricolor paulista receba qualquer tipo de compensação financeira. Segundo apurou o UOL Esporte, o São Paulo não procurou o jogador de 32 anos para conversar sobre renovação. É importante destacar que o Tricolor paulista vive um momento financeiro conturbado. Sem receber cotas de transmissão de TV e com acordos com patrocinadores perto de terminar, o clube deve, inclusive, reduzir o salário do elenco em até 50%.

Para o setor, além de Anderson Martins, Fernando Diniz conta com Bruno Alves, Arboleda, Walce (que está lesionado) e Diego Costa. Pelo São Paulo, desde 2017, Anderson Martins disputou 56 partidas e marcou dois gols.

UOL