O Sindicato dos Atletas do Uruguai mandou uma carta para o São Paulo elogiando a postura de Gonzalo Carneiro durante o período de suspensão. O jogador, que cumpria pena por ter sido flagrado em exame antidoping, treinou no campo da entidade uruguaia desde o ano passado.

Lá disputou até partidas amadoras. O jogador do Tricolor paulista teve a sua pena reduzida para um ano — originalmente eram 24 meses de punição — e, portanto, está liberado para voltar a atuar.

UOL