Hernanes, Dani Alves, Volpi e Pato do São Paulo aceitam redução salarial, mas decisão não é unânime no grupo

Por causa da paralisação nas competições em função da pandemia do coronavírus e da crise financeira, o São Paulo vai reduzir os salários dos jogadores pela metade. O clube chegou a apresentar uma proposta para os jogadores, que não foi aceita de maneira unânime. Por isso, o corte será aplicado por decisão unilateral.

Segundo apurou o UOL Esporte, os atletas considerados líderes do elenco — como Daniel Alves, Tiago Volpi, Hernanes e Alexandre Pato — entenderam a situação do clube. Porém, parte do plantel não aprovou as medidas. A principal reclamação era em relação aos direitos de imagem atrasados — a oferta tricolor era de quitar dois meses que estavam atrasados referentes a esse ano.

Como não tem condições de arcar com os vencimentos integralmente, os dirigentes resolveram seguir o exemplo do Atlético-MG. No caso, a equipe de Belo Horizonte diminuiu os rendimentos dos atletas em até 25% sem que eles fossem ouvidos para ajustar a situação. Sem entrar em acordo com o elenco, o Tricolor paulista deu 20 dias de férias para o time. O pagamento do salário deverá ser efetuado nos próximos dias. Ainda não há uma previsão de quando as atividades serão retomadas.

É importante destacar que o São Paulo já enfrentava uma crise financeira muito antes da pandemia. O clube fechou a temporada 2019 com um déficit de R$ 156 milhões em seu balanço.

UOL

9 comentários

  1. Nos ultimos anos, o mercado europeu inflacionou demais o futebol. Os caras nunca deveriam ganhar o que ganham. Como diz o proprio Muller, futebol virou um negocio. E estamos vendo que, quanto mais negocio e, menor o amor a camisa. Esta certo que ganham mais, mas os jogadores mais velhos, com ainda um pouco de respeito pelo clube, estao topando a reducao. E esses mais novos, so querem saber de grana. E nao me refiro ao Sao Paulo, mas a todos os clubes. So dinheiro e fama.

  2. se a próxima gestão não conseguir uma Crefisa , então o jeito é fazer um planejamento parecido com o Ajax e RB Leipzig : apostar na base e contratar jogadores de até 25 anos que não ganham grandes salários , além disso , manter o Diniz nesse projeto , pois hoje em dia , jogador top não ganha menos que R$500.000

    • Gostaria de saber os nomes tbm, dos que nao aceitaram. Qualquer um desses deveria repensar a vida deles inteira. Como disse o Tevez, qualquer jogador de futebol (de time grande) pode ficar 1 ano sem salário.

  3. A verdade é dura , mas infelizmente é necessário vender o Igor Gomes para encobrir a incompetência dessa gestão , e para que o próximo presidente assuma sem grandes dívidas . Vi a entrevista do profissional financeiro do SPFC , fiz as contas , e realmente a venda do Igor Gomes vai dar uma tranquilizada

  4. É uma questão bastante pessoal que, se por um lado podemos aplaudir quem aceitou, por outro não se pode criticar quem não aceita.

    Há casos e casos.

    Vemos que aqueles que ganham mais, não estão colocando obstáculos e os que não estão no mesmo patamar, sendo contra.
    Cada um trata de forma diferente do outro, uns com mais sensibilidade, outros vendo só o seu lado. Na Europa, grandes times tiveram aceitação quase maciça por parte dos atletas, por entenderem se tratar de uma questão séria e que os clubes terão dificuldades grandes para arcar com os seus pagamentos.

    Ganância? Falta de visão? Mercenarismo?
    Não podemos acusar.

  5. Vender o igor gomes pra amenizar os erros da diretoria é suicídio esportivo mas até ai qual o problema, virou balcão de negócio e não mais um time em busca de resultado. Nao queria ver o igor sair de verdade não queria. A grande questão que nao passa de ilusão achar que vender jogador x ou y va resolver os problemas, não vai, essa diretoria sempre acha um jeito de piorar tudo, vai perder esportivamente e a grana ninguém vai saber direito pra onde vai.

  6. Deveria falar o nome desses que não aceitaram, quando estão mal pedem apoio ao clube, ao time, agora não hora de nos ajudar pisam na bola, portanto quando não renderem devem ser os mais cobrados, gostam de ganhar bem e em dia, não tão em dia assim pra ser justo, mas deverão ser os que mais correm de agora em diante

    • Ganaãncia Por que? todo o elenco tem que reconhecer que a situação está caótica em todos os sentidos. É mais importante receber menos doque nada e ficar desempregados. pensem nisso?

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!