Os 4 melhores 🏅 laterais da história do São Paulo, por Vitor Geron

O São Paulo teve muitos laterais brilhantes nos anos mais vitoriosos. O clube contou quase sempre com alas de muito poder ofensivo. O Onefootball lista quatro entre os melhores de todos os tempos com a camisa Tricolor.

Cicinho

Em 2005, Cicinho foi peça fundamental nos títulos da Libertadores e do Mundial pelo São Paulo. Os gols, principalmente contra o Palmeiras, não saem da memória dos tricolores. O lateral tinha um estilo ofensivo e brilhou atuando pelo lado direito. Na segunda passagem pelo clube, em 2010, não repetiu o sucesso. Ao todo, fez 151 jogos com a camisa tricolor.


Nelsinho

Foram 512 jogos pelo São Paulo. Entre 1979 e 1992, Nelsinho foi o dono da lateral esquerda tricolor. Forte fisicamente e com boa técnica, ajudou o São Paulo nas conquistas de diversos títulos do Paulista, do Brasileiro de 1986 e da Libertadores de 1992.


Cafu

Com um vigor físico de impressionar, Cafu virou um dos maiores laterais da história do futebol mundial. Mas foi no São Paulo que ele apareceu para o mundo. Com um estilo muito ofensivo, ele foi fundamental nas conquistas do clube na década de 1990. Cafu fez 272 jogos pelo Tricolor.


Noronha

Na década de 1940, o São Paulo ainda lutava para se colocar entre os grandes do estado. E o lateral Noronha atuava pelo lado esquerdo de uma linha de meio-campo que ficou muito famosa nos títulos paulistas do Tricolor na época. Ao lado dele atuavam Bauer e Rui.

23 comentários

  1. Junior camisa 10 quase centroavante, se jogasse no lado esquerdo poderia está aí . Aliás Júnior foi um dos maiores que vi jogar no lado esquerdo.

    • Cafu é o maior traíra do tricolor, fez treta com o Palmeiras pra ir jogar lá em 96……ele tinha uma clausula no contrato qdo foi vendido q não poderia jogar em nenhum rival do tricolor, daí ele jogou por um ano no Juventude para ir jogar no Palmeiras…..disso eu não esqueço…..nem quero ouvir falar do Cafu no tricolor…afff

  2. Serginho foi o melhor que vi, jogava demais. Pena que jogou em times medianos do tricolor.

    Um que lembro bem era o Zé Teodoro, bom lateral direito.

  3. Escolher só 4 é muito difícil, mas os melhores e maiores foram: Cafu, Júnior, Noronha e De Sordi.

    Outros grandes laterais que tivemos: Cicinho, Leonardo, Serginho, Zé Teodoro, Nelsinho, Forlán, Alfredo Ramos, Getúlio, Marinho Chagas, Vítor, Ronaldo Luis, André Luis, Ilsinho.

  4. Serginho sem dúvida o melhor da esquerda, injustiçado na seleção, o próprio Roberto Carlos o elogiou falando dele no apoio ao ataque.
    Milan e Inter, 6 gols do Milan, dois do Serginho e 4 assistências, nota 10 no cálcio ,coisa que nenhum brasileiro tinha conseguido. Na direita Cafu e Cicinho,

  5. Já que mencionou Noronha não podemos esquecer de De Sordi, titular da seleção de 1958, mas não vi nenhum deles jogar. Talvez devesse ter separado esquerda e direita. Muito difícil citar só quatro. Tivemos grandes laterais. Forlam, Getúlio, Zé Teodoro, Cicinho, Cafu, só na direita. Na esquerda outros tantos. Nesses dias de sofá e cama é um exercício e tanto para distrair a mente.

  6. O Nelsinho, se não me engano, já não estava mais no clube quando ganhamos a Libertadores de 1992, ou estou enganado?
    Mas, como na lista dos zagueiros, citar só 4 laterias é bem complicado, mas alguns dos colegas já citaram o Serginho (para mim, o melhor esquerdo que eu vi), o Leonardo, o Júnior, para os mais antigos, o Marinho Chagas, De Sordi, Getúlio, Pablo Forlán, Ronaldo Luís, Vítor e André Luís…
    P.S. Sem nada para fazer na quarentena, estou revendo alguns jogos históricos e antigos do nosso Tricolor, hj estou vendo a decisão de 1986, contra o Guarani, lá no Brinco, que jogão, talvez tenha sido o mais épico da nossa História, junto da final da Libertadores de 1992 e do Mundial de 2005, não sei se concordam comigo….

  7. Nasci em 82. Que eu vi jogar: Cafu e Serginho os melhores. Depois Cicinho e Junior. Em quinto Leonardo. Os mais antigos não tenho conhecimento para opinar.

  8. Junior era um apenas velocidade e resistencia. Pouca tecnica, sem drible, sem destaque em cruzamentos. Dos mais “recentes” do lado esquerdo Serginho, Leonardo e até o Gustavo Nery eram bem melhores

  9. Também perdi o respeito e admiração pelo Cafu , Antonio Carlos e Muller quando deram um golpe no SP para jogar pela Parmalat.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!