Volpi dá entrevista e comenta sobre recuperação; veja

O goleiro do São Paulo, Tiago Volpi, em entrevista ao GloboEsporte.com, explicou como está sua recuperação da fratura na mão direita sofrida na vitória do São Paulo por 3 a 0 contra a LDU, no Morumbi, pela Libertadores. Ele ainda falou sobre sua rotina após a recomendação do governo em ficar em casa pela pandemia do Covid-19.

“O prazo inicial falado é de seis semanas. Hoje (quinta-feira) estamos completando duas semanas. Machuquei em uma quarta e comecei o tratamento na quinta-feira depois do jogo. Segundo a previsão dos médicos, mais quatro semanas para tirar a imobilização da mão para poder voltar a treinar”, disse Volpi, em entrevista por telefone ao GloboEsporte.com.

“Acredito que uma semana a mais para fortalecer. Já sinto um pouco de falta de força no braço por estar imóvel o tempo todo. Talvez uma semana a mais de fortalecimento no Reffis, mas o principal é a calcificação do osso”, complementou o goleiro.

Tiago Volpi estava em tratamento no Reffis do São Paulo, mas com a paralisação das atividades no clube, o goleiro teve que montar uma estrutura em casa para seguir com a recuperação da fratura.

“No meu caso é uma lesão diferente. O tratamento em si é mais para tirar a dor, porque o processo de cicatrização e calcificação do osso é o mesmo no Reffis ou em casa. O que fazia no Reffis era tirar o processo inflamatório para não ter tanta dor, mas não interfere muito nesse prazo. Vai mais de como o organismo responder para calcificar o osso”, comentou.

E por fim, o goleiro goleiro de 29 anos revelou com está sua rotina em casa por conta do coronavírus.

“Diferente como tem sido a de todo mundo. Mas ao mesmo tempo aproveitando outras coisas, desfrutando outras coisas que nos faltam tempo durante a temporada, a família e estar mais em casa. Aproveitando de uma maneira diferente”, finalizou.

Torcedores.com

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!