Os 5️⃣ melhores 🏅 meias da história do São Paulo, por Vitor Geron

O São Paulo pode se orgulhar de dizer que alguns dos melhores meias da história do futebol brasileiro passaram pelo clube. Na longa lista de craques tricolores, o Onefootball listou alguns dos que mais se destacaram com a camisa tricolor.

Raí

Raí é um dos maiores ídolos da história do São Paulo e jogador símbolo dos tempos mais gloriosos do clube, na década de 1990. Ganhou tudo pelo clube. Alto e com ótima visão de jogo e poder de conclusão de jogadas, tinha um estilo clássico e vencedor. Depois de jogar na França, voltou para São Paulo e conquistou mais um Paulista, até se aposentar, em 2000. Foram 395 jogos pelo clube.


Pedro Rocha

Entre os uruguaios com mais identificação com o São Paulo está Pedro Rocha. O Verdugo fez 393 jogos pelo clube entre 1970 e 1977. Foi campeão brasileiro e bicampeão paulista, mas é mais lembrado pelo arremate potente e as cabeçadas indefensáveis.


Gérson

Estrela da Seleção de 1970. Gérson chegou o São Paulo consagrado e ajudou o clube a encerrar um jejum de 13 anos com as conquistas dos Paulistas de 1970 e 1971. Foi fundamental na retomada tricolor nos 75 jogos em que vestiu a camisa, entre 1969 e 1971.


Mineiro

Mineiro formou uma dupla inesquecível com Josué no meio-campo tricolor. Mas o quieto volante acabou sendo o autor do único gol da vitória do São Paulo sobre o Liverpool, no Mundial de 2005. Foram 126 jogos e muita história entre 2005 e 2006.


Cerezo

Cerezo chegou ao São Paulo já com mais de 36 anos, mas foi fundamental nos títulos Mundiais de 1992 e 1993. Eficiente no meio-campo, ele tinha a experiência necessária para fazer os mais jovens brilharem e foi premiado com um gol na final contra o Milan. Ele jogou 72 vezes pelo clube, entre 1992 e 1995.

19 comentários

  1. Sua pesquisa se baseou em meias com mais títulos?!Pq Respeito a história tanto do Mineiro quanto do Cerezo, mas ficar de fora nomes como Zizinho ( esse com ctz), Pita( mesmo tamanho) é negar a história de 90 anos do clube… É uma forma de divulgar os craques do passado e a nova geração pesquisar sobre Friendenreich, Leônidas, Sastre,De Sordi, Roberto Dias entre outros.

  2. Concordo…PITA representou uma geracao de jogadores. Cerezo, com todo o respeito, ficou pouco no clube e pegou a nata da epoca de ouro tricolor. Se vamos mais fundo na historia, faltou Dino Sani, campeao pelo Tricolor e mundial pelo Brasil de 58. E se vamos ainda mais fundo temos Sastre, Remo, e tantos outros que nos encheram de orgulho.

  3. Respeito a opinião do autor, mas colocar Mineiro entre os cinco melhores meias e não mencionar Pita é no mínimo uma injustiça, chega até a ser cômico. Careca e Muller teriam feito muito menos não tivessem sido servidos por ele. Certamente outros das décadas de 40 e 50 deveriam estar na lista, agora depois de Gerson e Pedro Rocha, Pita merece estar na lista dos 5 melhores.

  4. Cerezo e Mineiro entrariam na lista de volantes e nao como meias!
    Para mim analisando a história, pois nao vi todos jogarem, esses seriam os 5 maiores:

    Raí, Pedro Rocha, Gérson, Zizinho e Sastre.

    Se fossem os 10 maiores, os outros cinco seriam: Pita, Bene, Dino Sani, Danilo e Remo

  5. Mineiro e Cerezo tem todo respeito, mas na minha opinião não jogaram como meias.
    Pita, Airton Lira, Renato pé murcho, Murici, Kaka e etc poderiam serem citados.

  6. De qualquer forma, independente das divergencias com o autor, o parabenizo por nis lembrar dos nossos idolos. E sem duvida, todos sao unanimes de Rai estar na lista. Pra mim Rai, como jogador, foi o nosso maior idolo, maior ate que Rogerio Ceni…Tai representa geracao vencedora de tudo. Rogerio e amor, dedicacao, mas Rai e Vitoria, e arte…

  7. Pedro Rocha, Gerson e Raí indiscutiveis….
    Com todo respeito a Mineiro tem uma dezena na frente dele….Murici, Renato, Sastre, Pita, Zizinho, Airton Lira, Kaká etc etc.
    Sou de 72 e acompanho futebol desde 1984 não vi obviamente Sastre, Zizinho, Murici mas tem que respeitar quem viu e entende de futebol e os dados históricos.
    Kaká considero pelo conjunto da obra ( revelado pelo SPFC, jogou pouco no clube, mas honrou nas duas passagens e brilhou no Milan sendo o melhor do mundo ).

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!