Quem é Gustavo Maia, atacante do São Paulo na mira do Barcelona?

O jovem atacante ainda nem estreou pelo Tricolor e já pode deixar o clube, que vendeu a opção de compra do atleta para o Barça

Gustavo Maia nem estreou pelo time profissional do São Paulo e já chamou a atenção do Barcelona. O clube catalão comprou a opção de compra da joia de Cotia de 19 anos por 1 milhão de euros (R$ 5 milhões).

O São Paulo ainda não vendeu o atacante. Na prática, o Barcelona apenas “reservou” o direito de compra do atleta, como explicou Alexandre Pássaro, gerente executivo do Tricolor, no “Bola da Vez”, da ESPN Brasil:

“A gente só vendeu a opção, se o Barcelona não exercer até 30 de junho a gente apenas ganhou esse dinheiro. Não tem nenhum reflexo no clube, é mais uma dessa modalidade em que a gente busca de tentar criar dinheiro sem que necessariamente a gente perca o jogador naquele instante”.

O Barcelona tem até o dia 15 de julho para exercer a opção de compra. O clube catalão compraria 70% dos direitos de Maia, pagando mais 3,5 milhões de euros (cerca de R$ 20 milhões) e assinaria um vínculo de cinco anos com o atacante.

Com contrato até 2022, Maia pode sair sem nem estrear pelo São Paulo, já que tanto o Paulistão quanto a Libertadores estão paralisados. O jogador foi relacionado para uma partida do time profissional, contra o Botafogo-SP pelo Campeonato Paulista. Ele ficou no banco o jogo todo.

Na Copa São Paulo de Futebol Júnior, o atacante foi um dos destaques da equipe que chegou até as quartas de final. Ele começou o torneio no banco, mas aos poucos foi conquistando a titularidade. Foram sete jogos no torneio e três gols marcados. Gustavo Maia chegou ao Tricolor em 2015.

Perfil do atleta:

Nome: Gustavo Maia da Silva
Nascimento: 22 de janeiro de 2001 (19 anos)
Posição: ponta esquerda (atacante)

Goal.com

Anúncios

6 comentários

  1. Esse negócio de “opção de compra”, pra mim, é um absurdo que o Pássaro quer vender como se fosse um mega negócio inovador que saiu da cabeça dele. O Barcelona poderia simplesmente ter sondado o SPFC ou o empresário do jogador, mostrado interesse, e aguardado até junho pra fechar negócio ou disputar a compra de um atleta que sequer jogou nos profissionais. Eu sei que o Barcelona não é conhecido por sua transparência nos negócios e já se envolveu em vários escândalos mas pagar 1M de euros em março pra ter opção de compra pra junho parece algo bem cretino. Quando se vende opção de compra é pra algo a longo prazo.

    O que o SPFC fez foi receber um adiantamento de 1M de euros de uma venda certa de 4.5M de euros.

  2. SPFC nesses últimos 10 anos deixou de ser um clube de futebol, pra se tornar um balcão de negócios escusos , onde várias pessoas estão saindo rico, sem serem penalizados criminalmente.

  3. Na entrevista da TV ficou bem claro pra mim qual a função de Alexandre Passaro, um vendedor!!!
    Passado na Traffic, esse rapaz caiu como uma luva na gestão Leco.

  4. quando ele negocia a vinda do daniel alves, do pato, juan fran, pablo, etc nao se fala, ele e um habil dirigente gostem ou nao. na funcao dele ,como subordinado ao Rai, nao se pode esquecer do fato, negociar idas e vindas fos jogadores.do elenco e.normal, ele tem muita experiencia na parte contratual coisa que o rai desconhece ,

  5. Foi a primeira vez que vi esta venda de ‘opção de compra’. Para mim se mostrou um bom negócio. Se o Barcelona não se interessar mais na frente o São Paulo ganhou, do nada, 1 milhão de euros. Todos os clubes que tem uma base estruturada vive e sobreviva com a venda desses jogadores, principalmente os que ainda não mostraram como vão se desenvolver. Na loteria do futebol é melhor ter o dinheiro nas mãos do que sonhar em uma fortuna na venda de um novo Pelé mais na frente.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!