Proposta de clubes pede férias coletivas e redução salarial de 25% durante quarentena

A Comissão Nacional dos Clubes enviou uma nova proposta à Federação dos Atletas Profissionais nessa segunda-feira (23). O novo texto propõe férias coletivas de 20 dias a partir de abril e redução salarial dos jogadores em 25% durante a paralisação pela pandemia de coronavírus. Os outros dez dias de férias seriam dados entre o fim de 2020 e início de 2021.

Nessa nova proposta, os clubes acreditam que o calendário brasileiro irá até o dia 30 de dezembro. A reunião dessa segunda-feira contou com a presença de 46 representantes das equipes das Séries A, B, C e D e foi realizada por videoconferência.

A primeira proposta da Comissão Nacional dos Clubes pedia antecipação total das férias e, caso após o período de 30 dias não houvesse retorno das competições, haveria redução salarial de 50% durante um mês. Se a paralisação permanecesse, os contratos seriam suspensos. No entanto, o novo texto prevê redução de 25%, máximo permitido pela lei, durante toda a quarentena.

Torcedores.com

Anúncios

9 comentários

  1. Não dá pra agir como se o que está acontecendo não fosse nada. Tudo caminha pra enfrentarmos uma crise econômica pesada e estamos vivenciando um problema de saúde publica mundial que será lembrado daqui 100 anos. Ou as partes sentam e negociam sem vaidade e com contrapartidas justas ou todo mundo vai sair perdendo de um jeito ou de outro.

  2. Monchi , gestor do Sevilla , teria desejo de ter Igor Gomes .
    O futebol do meia já está sendo mostrado aos torcedores do Sevilla . Dificilmente ele vai ficar

  3. Igor Gomes não estaria apenas na mira do Sevilla . Dizem que ele poderia ser o substituto do Van de Beek no Ajax .

    Opinião – dificilmente fica . Mas que pelo menos vendam o atleta por no mínimo 25 milhões de euros . Não contrataria nenhum meia . Gabriel Sara é o substituto natural . Nestor poderia ser testado por ali . Chance de investir em 2 atacantes de velocidade

  4. Ou os jogadores aceitam, ou os clubes quebram, e teremos vários desempregados e ações judiciais de contratos. Acho que o jogador que recebe salários acima de R$ 20.000 reais, perder 25% ou até 50% em 4 meses, não vai baixar em nenhum momento o seu padrão de vida.

  5. Infelizmente vai ser uma conta que não irá fechar, tenho certeza que a globo, os patrocinadores não terão pena ou dó dos clubes e irão suspender os contratos, e abater proporcionalmente o período ou o jogos que ficarão faltando…
    Infelizmente pagar 75% sem saber que daqui 1 mês vamos sair dessa quarentena é loucura.
    Acho que os jogadores assim como os clubes devem ter o mesmo percentual do prejuízo se as rendas caírem 50% seja, 50% nos salário, se cair 25% que seja 25%.
    Agora sem saber é loucura se você ver a China que está começando a voltar agora foram 5 meses com a crise do carona vírus, se usarmos isso como base e fevereiro como início, a crise pode
    Terminar em julho, vcs acham que se parar até julho serão apenas 25% de perdas?

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!