Em entrevista concedida para o programa Bola da Vez, dos canais ESPN, o gerente executivo do São Paulo, Alexandre Pássaro, falou sobre o interesse do Arsenal-ING no zagueiro Walce, jovem promessa do futebol brasileiro e cria das categorias de base do Tricolor Paulista.

Os ingleses chegaram a abrir conversas para a negociação do jogador junto ao São Paulo. A ideia dos estrangeiros era encontrar um atleta no futebol brasileiro para a vaga posteriormente preenchida pelo zagueiro Pablo Marí, que deixou o Flamengo no início do ano para atuar no futebol europeu.

Alexandre Pássaro recorda que o clube manteve contato com o brasileiro Edu Gaspar, a fim de discutirem as tratativas do negócio envolvendo a joia do futebol brasileiro. No meio tempo em que as conversas aconteciam, Walce acabou sofrendo uma lesão grave enquanto treinava pela Seleção Brasileira juntamente com o elenco Sub-23 para a disputa do torneio Pré-Olímpico.

“O Walce teve uma proposta do Red Bull Bragantino, que a gente negou, aqui acho que posso até abrir que a gente teve uma conversa com o Arsenal, exatamente para a vaga que foi o Pablo Marí, estávamos conversando com o Edu Gaspar. Ele (Walce) acabou se machucando, coisa que acontece, a gente precisa estar preparado para isso”, contou o gerente executivo do São Paulo no programa Bola da Vez.

Após o negócio com o São Paulo melar, os Gunners foram atrás do plano b, encontrando em Pablo Marí as características que buscavam para a vaga no setor defensivo do time. Com uma proposta de 5 milhões de euros, o equivalente na cotação da época a cerca de R$ 25 milhões, o Flamengo acabou liberando o estrangeiro.

1News