Jogadores do São Paulo se reúnem para jogar futevôlei em meio à paralisação

Com a suspensão por tempo indeterminado dos treinos, o elenco do São Paulo busca readequar sua rotina em meio à pandemia do novo coronavírus. Na última segunda-feira, na tentativa de se reencontrar com a bola, sete jogadores do grupo foram a um centro treinamento jogar futevôlei.

Reinaldo, Igor Vinícius, Everton, Igor Gomes, Anderson Martins, Vitor Bueno e Bruno Alves estiveram no Riplay Sports, centro de treinamento localizado no Cursino, zona sul da capital paulista.

Em contato com a Gazeta Esportiva, o professor de educação física Leandro Marques, que orientou os jogadores na ocasião, disse que a atividade foi voltada apenas para a descontração, e não exatamente para condicionamento físico dos atletas.

Segundo o professor, o atacante Everton joga muito bem e é o destaque do grupo, já o restante está no mesmo nível. Leandro também confirmou que foi a primeira vez que os atletas são-paulinos visitaram o espaço, normalmente frequentado por boleiros.

Com a suspensão dos treinos, os jogadores terão que cuidar da parte física por conta própria, a não ser que tenham orientação e aprovação do departamento médico para realizar trabalho dentro do CT da Barra Funda. As duas competições disputadas pelo clube no momento, Campeonato Paulista e Libertadores, estão paralisadas até segunda ordem.

Gazeta Esportiva

Anúncios

27 comentários

  1. Se é dispensado para ficar em casa, ficar se reunindo para jogar futevôlei não é o mais indicado.

    Ficassem então no CCT aprimorando a forma, treinando finalizações etc… Aliás, tivessem feito o exame para detecção do vírus e nada ficasse constatado em termos de infecção, fossem fazer a quarentena no CT, sem saírem de lá, os riscos seriam menores, já que nem todos estariam seguindo a as determinações iniciais.

    • Um lugar com a estrutura do CT de Cotia, poderia abrigar o elenco profissional, suas famílias e os profissionais envolvidos nessa época de quarentena.
      Seria um ambiente muito mais controlado e seguro para TODOS nessa necessidade atual!
      Manteriam os treinamentos e ainda poderiam ter contato com a família!

      Já que acham que é “férias”… faz o CT de “Colonia de férias” durante a quarentena.

      Com certeza voltaria um time muito mais embalado e bem fisicamente que os outros times, além de também evitar um desgaste desnecessário com a torcida.
      Seria uma pré-temporada que teria reflexo positivo durante o restante da temporada!!!!!!!

      – 04 alojamentos para 110 jogadores;
      – refeitório para 120 pessoas e cozinha industrial;
      – Alojamento para 148 hóspedes (74 apartamentos);

      http://www.saopaulofc.net/estrutura/cfa-cotia

      • Mas tem que ver como a lei levaria isso em consideração, caras ganhando 100-200-500 mil confinados contra a vontade, por ordem do empregador, obrigados a trabalhar em quarentena…

        Isso ai era capaz de dar um problema jurídico grave.

        Mas claro, seria uma ótima ideia e num mundo perfeito, esse seria o ideal.

        • Quarentena é modo de falar, pois eles não estão com o virus, logo seria um local seguro para os jogadores e seus familiares, inclusive mas seguro que “jogar futevôlei na paralisação”.
          Sobre a parte do “confinados contra a vontade”, bem aí vai do caráter de cada um, se eles querem realmente ganhar alguma competição e querem manter a sí e a família em ambiente seguro seria a melhor opção.
          Outra coisa, não seria “por ordem do empregador”, deveria ser uma proposta do SPFC e acolhida pelo grupo em prol de segurança (saúde) e objetivos maiores (conquistas)!.
          O #### é ver que no primeiro dia de paralisação os caras irem se divertir como se fosse férias! Ao que parece não estão seguindo recomendação nenhuma!

          • Eu concordo plenamente contigo, mas digo porque o problema é o clube instituir algo assim e soltar na imprensa, depois algum desses contrai o vírus ou mesmo resolve dar uma de malandro na justiça e acha um juiz de esquerda que enxerga tudo “pró-trabalhador”…

            Eu não tenho experiência em trabalhista, mas estagiei num escritório de civil e vi irmão puxar faca pro outro por causa de herança que não iria durar um ano.

            Vi tanta coisa feia por dinheiro, que hoje como empregador sou do time que não importa o que o seja o certo, só penso no que a lei pode me prejudicar.

            Pra mim 2020 vai ser perdido pro futebol no geral, jogadores em sua maioria vão voltar gordos, sem ritmo de treino e morrendo de medo de viajar… vai ser um ano difícil em todos os sentidos.

  2. Vai ver que, até então, ainda não tinham traçado um plano de atividades para esse período. Mas pode não ser isso, também.

    Se for algo isolado (o futvolei), dá pra relevar. Só não pode virar rotina.

  3. Cara eu acho que jogador de futebol já não costuma tomar decisão inteligente na vida, vide o tanto que acaba na pobreza, é acusado de estupro, vicia em drogas, vira alcoólatra, etc e não seria agora que eles resolveriam ser super prudentes.

    A diferença do Cristiano Ronaldo que se colocou em quarentena junto com toda a família e posta treinando sozinho em casa é essa. A mentalidade dele vai muito além do jogador médio…

  4. Está foto é de segunda-feira, até então o clube não tinha dado nenhum direcionamento ou orientação aos atletas. Agora já não podem mais se reunir.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!