Pablo não vinha vivendo um bom momento no São Paulo. Apesar de ter dado três assistências na temporada, não marcava um gol desde a vitória sobre o Água Santa, em janeiro, e acumulava uma atuação ruim em termos de finalizações contra o Binacional, no Peru. Mas internamente, enquanto isso, ele contava com a força do grupo e recebeu o carinho dos companheiros após anotar os dois tentos da vitória de virada sobre o Santos, no último sábado.

Um dos depoimentos dados ao site oficial do clube foi de Tchê Tchê, que elogiou o colega de time e citou suas virtudes na convivência com o grupo.

– O Pablo é batalhador, de grupo e merece celebrar estes gols decisivos. É um jogador querido por todos no grupo – disse o volante.

Vitor Bueno foi outro que não poupou seus sentimentos para falar do amigo. Para o meia, foi Pablo o responsável por resolver o jogo para o Tricolor.

– Estamos felizes por ele. O Pablo é importante para o time e resolveu o jogo para nós. Estamos muito contentes com ele – afirmou o camisa 12.Bruno Alves foi o atleta que deixou o campo no intervalo para a entrada de Pablo, em uma alteração ousada de Fernando Diniz, quando o Santos já tinha um homem a menos em campo. Para o zagueiro, os dois gols e a vitória no clássico coroam o trabalho constante do centroavante.

– O Pablo é um grande jogador, amigo de todos e que sempre nos ajudou. E os gols são uma recompensa pela batalha dele, porque sempre se empenhou bastante pelo time – elogiou o defensor.

Por fim, Juanfran comentou a importância da entrada de Pablo na virada sobre o Peixe e valorizou o empenho do companheiro nos últimos jogos. Para o espanhol, faltava apenas que o camisa 9 reencontrasse seu faro de gol.

– Com a entrada de gente como o Pablo nos deu mais ar e foi merecido para ele, porque ele está trabalhando muito e fez muitos jogos bons neste ano, mas não estava encontrando o caminho do gol e agora encontrou, além de nos dar a vitória em um clássico que é muito importante para a gente – concluiu.

O elenco do São Paulo terá dois dias de folga até se reapresentar na próxima terça-feira, no CT da Barra Funda. Sem o duelo com o River Plate, pela Libertadores, adiado por conta do coronavírus, a comissão técnica prepara o grupo para enfrentar o Red Bull Bragantino, no próximo sábado, no Morumbi, pela 11ª rodada do Paulistão-2020. O Tricolor lidera o Grupo C com 18 pontos.

Lance!