Clubes aprovam o fim da venda de mandos de campo no Campeonato Brasileiro

Os 20 clubes que formam a Série A do Campeonato Brasileiro votaram e aprovaram, nesta quinta-feira, o fim da venda de campo na competição nacional.

Apesar do veto, entretanto, a CBF poderá avaliar casos excepcionais por motivos técnicos. A informação foi divulgada pelo Uol Esporte.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) levou a proposta para ser votada entre os clubes. A venda de mando, até o ano passado, só era vetada nas cinco rodadas finais do Brasileirão. Antes disso, as equipes podiam levar jogos para fora de seus estados para ter um maior ganho financeiro.

Segundo a reportagem do Uol Esporte, o Flamengo era um dos clubes a favor da venda de mandos, com o argumento de que o Rubro-Negro é um time com torcida em todos os lugares.Foi aprovada também a redução no número de atletas inscritos na Brasileirão. Até o ano passado os clubes podiam contar com até 45 jogadores. A partir de 2020, serão 40 jogadores inscritos por equipe, que poderá fazer até oito alterações durante a competição.

A CBF ainda levou a proposta de limitar a troca de técnicos, mas os clubes não quiseram discutir e sequer colocaram em votação.

Gazeta Esportiva

11 comentários

  1. Ponto a favor é que equilibra o campeonato na parte desportiva . Ponto negativo é que prejudica a parte financeira de vários clubes . Nessa , não tenho uma opinião formada

  2. Chupa VARmengo, agora quero ver vencer fora de casa contra times a beira do rebaixamento. É claro que tudo isto foi por causa deste timinho de Mulambos.

  3. Se o Flamengo quer jogar onde tem torcida, que vá mandar seus jogos nestes lugares. Time pequeno que vende mando, não merece estar na série A.

  4. O maior beneficiado com esta venda de mando ano passado, foi o flamengo…

    Avaí, por exemplo, vendeu o mando e foi jogar no nordeste, onde a torcida deles é ampla…

  5. Pouco a comemorar:

    “Apesar do veto, entretanto, a CBF poderá avaliar casos excepcionais por motivos técnicos …”.

    Só eu que acho que podem aparecer malas, malas e malas de “motivos técnicos” ?

  6. Gostei. A maioria dos times jogam em um alçapão, mas o Flamengo joga num território neutro com 99,99% da torcida favorável e mostra um desequilíbrio técnico. Certamente não haverá casos excepcionais por motivos técnicos, pois a CBF não vai contra a maioria dos clubes e comprar uma briga só para ajudar o Flamengo. Acho que foi uma saída política apenas.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!