“O futebol precisa de caras felizes como o Daniel Alves”, destaca Belletti

Daniel Alves vive excelente fase. Aos 36 anos, o jogador do São Paulo tem se destacado nas estatísticas, comandado a ascensão do time de Fernando Diniz e impressionando quem o acompanha de perto. Também lateral direito na carreira e com história com a camisa tricolor, Belletti voltou ao Brasil para a parte final da trajetória como jogador de futebol e torce por uma longa trajetória do camisa 10 pelo clube do Morumbi.

Mais do que o desempenho, Belletti valoriza a personalidade do jogador da seleção brasileira. “Daniel Alves ainda está jogando em alto nível e não tem que parar. O futebol precisa de caras com a experiência, vivência e felicidade que o Dani tem”, decretou Belletti, em conversa com o UOL Esporte.

Daniel Alves soma quatro gols na temporada e aparece como destaque em algumas estatísticas do Paulistão. O lateral direito de origem, mas meio-campista no São Paulo finalizou 23 vezes e tabmém é o primeiro de todo o campeonato neste quesito. O camisa 10 ainda distribuiu 15 assistências para finalizações e desarmou rivais em 23 oportunidades, números que colocam Daniel Alves na liderança entre todo o elenco do São Paulo. O desempenho do veterano é de destaque, como mostram estes números do Footstats.

Como Dani, Belletti viveu experiência semelhante na carreira, sobretudo por retornar ao Brasil depois de longa trajetória na Europa. Pelo Fluminense, em 2010, o então lateral sofreu com lesões e precisou abandonar o futebol pelos problemas físicos. Uma grave ocorrência no tendão de Aquiles tirou o pentacampeão do futebol.

Portanto, a dica de Belletti para Daniel Alves é: planejamento. A imprevisibilidade do esporte pode atrapalhar até quem está no mais alto nível, como Daniel Alves tem mostrado com a camisa são-paulina. “Nem tem como dar conselho para o Daniel Alves, é um cara muito vencedor. Só digo para quando detectar o momento, começar a planejar algo para o pós-carreira. Parar de uma hora para a outra, como aconteceu comigo, é uma das coisas mais difíceis do esporte”, destaca.

Desde a aposentadoria em 2011, dias após assinar contrato com o Ceará, Belletti se manteve próximo ao futebol, inclusive tendo trabalhado como comentarista no SporTV. O ex-lateral direito segue até hoje como embaixador do Barcelona, clube no qual Dani Alves também fez história. Já o são-paulino treina embalado pelos dois gols anotados na goleada por 4 a 0 sobre o Oeste, no último fim de semana. A equipe de Dani Alves soma 12 pontos e lidera o Grupo C do Paulistão. O próximo compromisso tricolor está marcado para domingo (01), às 16h (de Brasília), diante da Ponte Preta, no Morumbi.

UOL

19 comentários

  1. Estou fora e não entendo porque a imprensa e até a torcida pede a saida do técnico.

    De todas as rodadas do Paulista teve mais resultados em vitórias e empates e solamente perdeu um jogo. Sem contar que Diniz teve grande partida na ultima rodada.

    E você vê o Thiago Nunes que já perdeu um pá de jogos e hoje quase perdeu para o Saint André e todos falam que ele é bom que é isso e aquilo.

    Sinceramente não entendo. Alguém que está por dentro pode me falar porque as opiniões para ambos são differentes?

    • Porque o TN tem a seu favor um passado de ótimo trabalho no CAP com Copa do Brasil e Sul Americana além de ter montado um padrão de jogo por lá que se mantem mesmo com mudança de técnico.
      Já o Diniz é o especialista em por times grandes na zona de rebaixamento, vide o Fluminense.

    • É muito simples, a imprensa tem ódio ao SPFC e quer plantar crises a todo momento aqui… basta ver o comparativo que fizeram do nosso elenco com o dos gambás, deu 10 a 2 pros caras, não tiveram nem vergonha de considerar o tal de Cantillo melhor que o Dani Alves… Mas isso é muito bom, sinal que voltamos a incomodar e que esse ano brigaremos por algum título, apesar do Leco.

    • Contagie o mundo começando por vc aqui, Paulo. Melhore o humor e a originalidade dos seus comentários. Atitudes individuais são contribuições para o coletivo.
      Não precisa ser acrítico, mas, se quer mesmo mais felicidade coletiva, seja mais propositivo.
      E a propósito: se você conhece as entranhas do São Paulo como afirma que conhece, traga algo à tona que não saibamos. Faça denúncias justas e reais, não meramente especulativas, algo que possa gerar uma limpa no clube e que, certamente, deixará a maior parte da comunidade são-paulina muito feliz.
      Saudações tricolores.

  2. Os dois jogaram no Barça, SPFC e seleção. Dois laterais. Não quer dizer nada, se pensamos no imediato, mas significa muito quando lembramos da história e peso dessa camisa.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!