Ambiente do São Paulo faz grupo forte dentro e fora de campo

A goleada por 4 a 0 sobre o Oeste, no último sábado, foi um jeito de coroar a boa fase do São Paulo, que não estava sendo premiada nas últimas partidas por certos fatores como, por exemplo, falta de pontaria e arbitragem. Além disso estava ocultando força internas que parecem cada vez mais consolidadas: a união e amizade do grupo, que têm sido refletidas dentro de campo.

Após a vitória pela sétima rodada do Paulistão, alguns jogadores se manifestaram em relação ao assunto, inclusive mostrando a torcida que todos estavam para que os homens de frente, mais especificamente Alexandre Pato, desencantassem e colocassem as bolas na rede. O pensamento positivo e o trabalho do grupo deram certo, 4 a 0 e um alívio para todos.

– Fico feliz (pela bola entrar), a gente é uma equipe e torce pelo sucesso de todos. Fico mais feliz ainda por terem sido os caras da frente. O Pato fez dois gols e deu uma assistência, o Daniel também fez dois. Se pudesse o Antony e o Pablo fazer gol também…. O bom é que tira essa pressão. A gente estava criando bastante e faltava concluir em gol. Isso dá mais confiança para a sequência do trabalho – declarou Bruno Alves após o jogo em Barueri.

Reinaldo, um dos líderes do elenco e com muito tempo de casa, foi o outro a comemorar o sucesso dos companheiros ,e falar do bom clima e da união do grupo desde o seu retorno, em 2018. Além disso, fez questão de demonstrar um carinho especial por um dos personagens da goleada: o “Patinho”.

– Desde que eu cheguei aqui, em 2018, o ambiente é saudável, um gosta do outro, e a gente vem mostrando isso dentro de campo também, um ajudando o outro, um contagiando o outro. A gente conseguiu o resultado, essa vitória que vai ser muito importante para a sequência do campeonato, e o Patinho merece, é um cara que vem trabalhando muito forte, vem se dedicando. A gente sabe que a marcação começa lá na frente, e ele está marcando bem, está correndo, está nos ajudando, ele merece, estava merecendo fazia tempo – disse o lateral.

Há algum tempo o elenco “abraçou” Alexandre Pato e sua motivação para fazer com que essa passagem renda frutos ao São Paulo. Não foram poucas as vezes em que um atleta elogiou o empenho do atacante nos treinos, além da vontade de vencer demonstrada. Na partida do último sábado, lhe foi concedida a permissão para cobrar o pênalti que ele mesmo sofreu. O camisa 7 sabe desse “abraço” e também dá o mérito da união ao trabalho de Fernando Diniz.

– Todo mundo sabe que se você coloca essa vontade de ganhar dentro de você, o grupo abraça, acho que cada um está fazendo, eu fiz, o Daniel fez o gol, na hora em que o Reinaldo deu a assistência para o Daniel todo mundo foi comemorar. Então essa união do grupo vai poder nos dar muitas alegrias, mas isso se deve muito ao treinador, ele tem muito mérito nisso e a gente tem que escutar cada vez mais ele, que ele tenha uma luz para nos ajudar e tenho certeza que nós jogadores compramos a ideia dele e vamos fazer por merecer até o final do ano –  disse Pato na zona mista após vencer o Oeste.

Em sua entrevista coletiva, Fernando Diniz falou sobre seu jeito de trabalhar com os atletas e a preocupação com o bem estar deles além do gramado. Para ele, por isso há essa empatia entre técnico e jogadores, o que permite que todos estejam na mesma sintonia e apresentem resultados dentro de campo.

– A maneira de trabalhar é gostar dos jogadores, ter preocupação com eles. É meu pilar central de trabalho. Eles terminam a carreira aos 35 anos e a maioria ainda termina mal. Eu trabalho com isso o tempo todo e o jogador vê que é algo verdadeiro meu. O caminho se abre para prender a atenção deles, o futebol é coletivo e depende de todos. Jogamos nossas vidas a cada jogo e o mais legal é quando essa união atinge resultado e alegra o torcedor. A simbiose entre torcida e elenco é o mais importante, e o tipo de futebol que praticamos ajuda – explicou o comandante após a goleada sobre o Oeste.

A torcida são-paulino fica na expectativa para que esses resultados continuem sendo colhidos nos jogos seguintes do time. O próximo será no domingo, diante da Ponte Preta, às 16h, no Morumbi, pela oitava rodada do Paulistão-2020. No momento, o Tricolor ocupa a liderança do Grupo C da competição.

Lance!

Anúncios

7 comentários

  1. Ambiente bom é importante. Que isso se traduza em vitórias e conquistas, ainda que esse ano não é exatamente a vez de grandes conquistas (Brasileiro, Libertadores….).

    Mas um Paulista e ou uma Copa do Brasil iria muito bem…

    • Tem que trazer um atacante que desequilibra nível Bruno Henrique,cebolinha …. Se não fica difícil ganhar algum título esse ano.

  2. Maiores contratações, seria conseguir extrair o melhor de quem um dia já deu, ou tem como dar o seu melhor : Daniel Alves, Hernanes e Pato. Essas estrelas se renderam bem juntos, em partida grande, em conjunto com outros bons talentos do elenco, dá pra bater de frente com qualquer um, em jogos pontuais, como mata matas. Pelo menos isso é o que esperamos.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!