Daniel Alves foi fundamental para o São Paulo conquistar a sua primeira goleada neste ano. Na vitória por 4 a 0 sobre o Oeste no sábado (22), na Arena Barueri, pelo Campeonato Paulista, o camisa 10 construiu jogadas, ajudou na marcação e anotou dois gols.

Tal desempenho ratifica a grande fase do astro, que, pela primeira vez na carreira, balançou as redes quatro vezes em apenas sete jogos. Isolado na artilharia do time, ele também afastou qualquer polêmica sobre atuar na lateral direita ou no meio. O rendimento agora parece inquestionável como meio-campista.

“Vocês (jornalistas) não estão no convívio, então a maioria das coisas vocês não sabem. O Daniel tem o currículo que tem e podia ter um comportamento muito diferente. Ele continua com o desejo de ganhar, tem uma consciência coletiva ímpar e gosta de fazer com que os outros joguem bem. Ele joga bem e sempre proporciona que o time jogue bem, ele é um ser coletivo e gosta de ser assim”, disse o técnico Fernando Diniz.

“(Daniel Alves) É o último a sair e o primeiro a chegar no CT. Ele cuida da alimentação, do corpo e sempre diz que só conseguiu tudo o que conseguiu por isso. Ele não é talento puro, ele é esse esforço, é muita coisa. É muito difícil ver o jogador na condição dele fazer tudo isso todos os dias. A presença dele ajuda demais”, completou o treinador.

É possível que Daniel Alves alcance logo o maior número de gols marcados em uma única temporada durante toda a sua carreira. Até agora, o melhor desempenho do lateral-direito da seleção brasileira neste sentido foi pelo Sevilla, da Espanha, entre 2005 e 2006, com sete tentos em 61 jogos. Agora, como meia, ele já balançou as redes em quatro oportunidades.

O número de gols de Daniel Alves neste início de temporada também impressiona quando comparados com os do São Paulo no ano passado. Em 2019, o atacante Pablo terminou a temporada como o artilheiro com sete tentos, apenas três a mais do que Daniel Alves tem hoje antes de chegar a março.

E não é só a quantidade de gols do camisa 10 que impressiona nesta temporada. Ele é o jogador com maior número de desarmes do time, com 24. Até o início da sétima rodada, ele ainda era o dono da melhor marca de passes certos no Paulista (eram 466 até o jogo contra o Oeste) e do maior número de cruzamentos (eram 20).

Daniel Alves poderá curtir o Carnaval com tranquilidade. Neste domingo (23), na folga do São Paulo, o agora meio-campista ganhou um bloco com o seu nome na avenida Faria Lima, na zona sul da capital paulista. Além do jogador, o evento reuniu Seu Jorge e DJ Malifoo. O camisa 10 do time tricolor adora música e tem um irmão que é cantor, Ney Alves.

Novamente de folga nesta segunda (24), o elenco do São Paulo vai se reapresentar na terça (25) à tarde, no CT da Barra Funda. A equipe se prepara para enfrentar a Ponte Preta no próximo domingo (1º), em jogo válido pela oitava rodada do Paulista, às 16h, no Morumbi.

Folha de São Paulo