“São Paulo goleia. Não estava ruim antes e não está perfeito agora” diz comentarista

Quando o São Paulo joga bem e perde ou empata, as cornetas soam fortemente. E quando o São Paulo joga mal por 60 minutos, mas ganha de 4 a 0? Aí as cornetas somem. O sábado de Carnaval será um bom dia para diferenciar quem analisa desempenho e quem analisa placar final de jogo. Vencer é sempre melhor do que não vencer. Essa é uma verdade imutável do futebol e de qualquer esporte, ninguém quer perder. Mas se for para sentar na frente de um computador e escrever “está bom” ou “está ruim” em função do resultado, bem, isso qualquer um pode fazer.

A evolução tática do São Paulo é nítida de um ano para o outro. Hoje, houve evolução técnica e estagnação tática. O São Paulo jogou bem as partidas anteriores e não venceu todas elas por causa de erros de arbitragem e erros de finalização. Contra o Oeste, o São Paulo jogou mal por mais de 60 minutos, talvez sua pior partida na temporada, foi pior do que o adversário entre o primeiro e o segundo gols. Mas ganhou por 4 a 0, porque soube aproveitar as chances criadas.

O time com Fernando Diniz não estava ruim, pelo contrário, estava bom. E agora continua bom, não está perfeito. A diferença foi que a bola entrou. Para o torcedor, essa é toda a diferença que importa. Para quem analisa futebol, não. Ao final da partida, Pato disse: “o gol sempre vai sair, mas precisamos proteger melhor o Volpi”. Hoje, o São Paulo não protegeu bem o Volpi, essa é claramente a melhoria tática que Diniz precisa promover. O gol, como disse Pato, vai sempre sair.

O São Paulo começou a partida com 1 a 0, com um gol de Daniel Alves logo no comecinho. A partir daí, cedeu chances ao Oeste, que teve bola na trave e levou perigo algumas vezes, criou poucas ocasiões de gol, mostrou lentidão e pouca verticalidade. O jogo muda quando Hernanes entra no lugar de Vítor Bueno. Anthony passa para o lado esquerdo do campo, acelera uma jogada e cria a ocasião de gol. Uma ocasião em que a bola roda infinitamente até que, afinal, sobra para Pato marcar e “tirar a zica”. A partir dos 20min, com 2 a 0 no placar e um time melhor colocado em campo, o São Paulo cresce e constrói a goleada.

Pato no lugar de Pablo parece uma mudança consolidada, Igor Gomes no time dá um ganho de presença ofensiva, Anthony traz profundidade. Mas Hernanes será muito útil, sem que se exija dele jogar bem por 90 minutos. Vamos aguardar para os próximos capítulos são-paulinos.

UOL – Julio Gomes

11 comentários

  1. Para um time que não ganha nada faz tempo e não tem regularidade, resultados contarão mais que o futebol jogado em minha opinião.

    Uma coisa de cada vez…

    O Diniz parece ter encontrado uma forma de jogar mas será que é suficiente para fazer frente à qualquer adversário?

    Veremos mais à frente, mata-mata do Paulista, primeira fase da Libertadores e início do Brasileirão nos darão uma real dimensão onde o time pode chegar. Até lá não vou me iludir e achar que já está muito bom e que tem que dar apoio incondicional ao time.

  2. Importante é evoluir e isso está acontecendo. Daqui a pouco vai jogar bem, fazer gols e ganhar.
    Não se sobe uma escada pulando os degraus, queimando etapas, tem que começar do primeiro, segundo e assim por diante.

    Tem que ter é calma, deixar o treinador fazer seu trabalho e os jogadores produzirem aquilo que ele quer, coisa que não se consegue num passe de mágica.

  3. Não acho que jogamos mal por 60 minutos, e também acho que não está tudo perfeito. É nítida a evolução do time e só não temos mais resultados positivos graças a arbitragem. Quem está reclamando, dá uma olhadinha no Corinthians do Tiago Nunes, no Santos de Jesualdo, no Grêmio do Renato Gaúcho, no próprio Palmeiras de Luxemburgo, no Inter de Coudet…..estamos muito mais alinhados que esses times.

  4. Eu concordo que não foi nem de longe a melhor partida do time no ano, mas não jogou mal 60 minutos …

    Concordo também que está bom, muito melhor que no ano passado, mas não está perfeito.

    Esse Paulista com uma semana de treino entre jogos está quase funcionando como uma pré temporada.

    Estamos crescendo mas temos muito a evoluir.

  5. A melhora era nítida , não enxergava quem não queria ou não conhece o esporte

    Interessante ver conhecidos cornetas deste blog bem econômicos nos comentários pôs jogo

    Parecem criancinhas mimadas contrariadas com o fim da brincadeira

    como disseram acima( Marcio ) , existem etapas , e estamos evoluindo de acordo

    Vai São Paulo !

  6. Certamente não está perfeito, mas achei exagero dizer que jogou mal por mais de 60 minutos.
    Até começar a jogar da forma como gostaríamos, o mais importante é vencer as partidas.
    Com as vitórias, a confiança aumenta e consequentemente a tranquilidade para não desperdiçar as chances de gols.

  7. Essa história de ter medo de torcedores de outros clubes que são sócios do são paulo e por isso não poder votar para presidente é uma velha e injustificável mentira. em 1966, portanto a quase 54 anos, meu irmão mais velho que ja faleceu era sócio do são paulo futebol clube.Um dia ele perguntou para um dos conselheiros o porque de sócio não poder votar e a resposta foi a mesma, ou seja essa resposta esfarrapada e sem nem um argumento.
    O São Paulo, segundo o jornalista Emerson Gonçalves, especializado em estatística é o único clube do mundo que sócio não vota para presidente e pelo que me consta, estamos bem atrás de todos eles. Outrossim, para libertar mesmo o clube tem que sócios torcedores votar. Sócio torcedor é o fã mais sincero que pode existir.Ele paga para torcer. Eu sou um deles. Pago trinta reais por mês desde quando o projeto foi instalado em 1999. Não adianta essas ratazanas se espernearem. Tem que mudar. Se nada for feito, dentro de mais 16 anos não teremos clube para torcer.

  8. O importante é que os discursos dos jogadores e treinador estão afinados e estão conscientes de suas fraquezas. Não é como os discursos de Leco e cia que são totalmente desconexos com a realidade.

  9. Como dizia minha avo,antes de criticar aos outros olhe pra dentro de si so,e faca auto critica de si mesmo, e reveja aonde merece ser mudado e reaprender a aceitar opinioes alheias.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!