FPF reconhece erros de arbitragem e pede desculpas ao SPFC em ofício

O desempenho do árbitro Flávio Roberto Mineiro Ribeiro durante partida entre São Paulo e Novorizontino rendeu diversas críticas – na ocasião, dois gols do Tricolor foram mal anulados. Após as críticas gerais e um início de crise nos bastidores, a Federação Paulista de Futebol afastou o juiz e resolveu até mandar um ofício para o São Paulo e ligar para dirigentes para reconhecer as falhas naquele confronto.

“A gente se fala [diretorias da FPF e do São Paulo] de forma constante. Até no caso do jogo contra o Novorizontino, foi um pouco de reconhecer os erros. Pedir desculpas e agradecer”, disse o vice-presidente da entidade, Mauro Silva, em contrato com a De Primeira durante evento da federação.

UOL

29 comentários

  1. Apesar dos erros da arbitragem, nosso futebol não deveria deixar para “eles” (árbitros) resolver os jogos.

    Devido à diferença entre elencos, nomes, valores e camisas, quando enfrentamos clubes, elencos e times “pequenos” , o placar poderia ser imposto de forma definitiva.

    Contra o Agua Santa, foi um placar magro

    Contra a Ferroviária, era nítido que tomariamos gol a qualquer momento.

    Contra o Novorizontino com 7 reservas, o juiz comandou o placar …, quando deveríamos determinar o jogo.

    Nos clássicos, todo resultado é possível. .., apesar de que não vencemos fora de casa.

    Contra o Santo André …, show de erros.

    Não é a arbitragem que não deixa o Diniz exercer toda sua “qualidade” e “competência “.

    • Dos três jogos que foram “Roubados”, apenas contra o Santo Andre, o SPFC apresentou um futebol sofrível, nos outros, o time foi bem e merecia ganhar, tem dias que a bola não entra e o goleiro acorda inspirado e com sorte.

      • Contra o Santo André jogamos num pasto encharcado e sob um verdadeiro dilúvio, tomando um gol irregular nos minutos iniciais tendo que enfrentar todas essas condições adversas e contra um time que monta um ferrolho e joga por uma única bola.

        Também tivemos chances reais e o goleiro deles fez ótimas defesas.

    • O time não vem jogando nada há vários anos e de repente você quer que ele jogue o suficiente para vencer até os erros de arbitragem? É muita vontade de derrubar o Diniz pra trazer só mais um técnico de nome.. mais um Cuca… porque é o que deve vir se ele cair… Mano ta ali em primeiro da fila.

    • O quanto antes e de preferência pela porta dos fundos.

      Não deveria sequer ter acomodado sua bunda na cadeira da presidência, nem mesmo interinamente.

      Transita pelo clube juntamente com essa turminha de incompetentes a mais de vinte anos.

      Até que o cargo em decorrência de todas as merdas promovidas pelo CMA jogasse a presidência em seu colo.

      Infelizmente, digo sempre, representa e significa o deserto que ainda haveremos de atravessar.

      Não saiu e nem será tirado antes do final do seu mandado.

      O Blog bem que poderia instalar uma regressiva em segundos pra marcar momento a momento o fim dessa era inglória.

    • Creio que nesse médio prazo de um ano as chances de consolidação da linha de trabalho dele pode ocorrer.

      Tem tudo pra conseguir construir um 2021 já bem mais organizado.

      Crendo que ainda em 2020 podemos conquistar alguma coisa boa.

  2. Tem um monte de torcedor que está satisfeito com o trabalho do Diniz. Isso facilita a manutenção do técnico. Melhor assim, vai que o Leco decide mudar tudo, o que é pouco provável.

  3. Tem outro grupo de torcedores, mais imediatistas, que não acreditam no trabslho do Diniz. Alguns até colocam abril como data de vencimento. Sampaoli seria o nome mais indicado, só que é caro.

  4. Tem torcedores que se preocupam da saúde financeira do clube. O melhor é não fazer loucuras e entregar o clube à nova gestão na melhor condição possível. Outros acham que a situação financeira só vai melhorar com vitórias e conquistas. Para conseguir isso o clube deve investir no time. A folha salarial do clube é alta e os atrasos tem sido cada vez mais frequentes.

  5. Os jogadores são os atores principais, pelo menos deveriam ser, só que os dirigentes e técnicos tem recebido os maiores destaques. Está na hora do jogador assumir a sua responsabilidade nessa crise. Tem que se doar mais.

  6. Nas últimas semanas, a personagem mais importante foi a partícula condicional “SE”. Só que ela não entra em campo, não anula o legitima e nem faz gols, não marca impedimentos, não substitui um jogador por outro, não defende os interesses do clube, nem contrata e menos prepara ou cuida de jogadores, entre muitas outras coisas mais.

  7. Acho que quem diz que embora exista os erros da arbitragem o SPFC não devia deixar os resultados nas mãos de árbitros não joga bem pelada, pois quem joga sabe que erros de juiz desestabiliza qualquer time.

  8. ALguns torcedores parecem que adoram malhar o time e o treinador
    Incrível tamanha ma vontade mesmo diante de flagrante sequência de erros das arbitragens

    Sem falar o grande número de gols perdidos……. será que são são Paulinos mesmo ??

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!