Quem tem visto os jogos do São Paulo recentemente, sabe que o time sofre para marcar gols e comparando esses números com o de outros clubes que disputam o Paulistão, podemos ver que o desempenho é realmente preocupante. Apenas o Água Santa tem números inferiores ao do Tricolor, que precisa dar quase 20 chutes para conseguir balançar a rede.

Até aqui, no Campeonato Paulista, os são-paulinos arriscaram 116 chutes em seis jogos disputados na competição e marcaram apenas seis gols, ou seja, para anotar um tento, precisam finalizar, em média, 19,3 vezes. Se formos contar apenas aquelas finalizações no alvo, são 45 e são necessárias, também em média, 7,5 delas para poder comemorar um gol.

Essa marca é bastante significativa, já que comparando com as dos outros clubes do Paulistão fica entre as piores. Neste momento, o São Paulo só tem um índice melhor do que o registrado pelo Água Santa, que precisa de 23,7 chutes para balançar a rede (três gols em 71 finalizações). Contando apenas as finalizações certas, a média é de 9,7 (três gols em 29 chutes certos).

O time mais eficiente do campeonato nesse aspecto é o Santo André, que também é o dono da melhor campanha. São 42 finalizações e dez gols marcados, ou seja, média de um gol a cada 4,2 chutes. Pegando apenas as finalizações certas são 15, índice de um tento a cada 1,5 chute no alvo. Em outras palavras, quase todos os chutes no gol balançam a rede.

Comparando os dados do Tricolor com os principais clubes do país, a situação é pior, já que o clube tem a pior média quando se trata de números nos estaduais. Nesse levantamento não entram as estatísticas do Flamengo, já que o Footstats, fonte para esse texto, não contabilizou os índices do time carioca, que não teve seus jogos transmitidos pela televisão na competição.

Com média parecida com a do Tricolor está o Vasco, que precisa de 19,25 finalizações para fazer um gol e 6,5 finalizações certas para balançar a rede. Já o melhor nesse universo de 11 clubes é o Fluminense, que necessita de 4,5 chutes para poder comemorar um tento, e 1,9 chute no alvo para anotar um tento. As outras equipes da comparação são: Atlético-MG, Botafogo, Corinthians, Cruzeiro, Grêmio, Internacional, Palmeiras e Santos.

Para tentar lapidar esse fundamento, o São Paulo terá mais uma semana livre antes de voltar a jogar, já que o próximo duelo será somente no próximo sábado, às 16h30, contra o Oeste, na Arena Barueri. A partida é válida pela sétima rodada do Paulistão-2020. Atualmente o Tricolor ocupa a terceira posição no Grupo C, com nove pontos, atrás de Inter de Limeira e Mirassol.

Confira os números citados acima:

PAULISTÃO

16) Água Santa – 3 gols em 71 finalizações – 23,7 chutes para fazer um gol
15) São Paulo – 6 gols em 116 finalizações – 19,3 chutes para fazer um gol
14) Inter de Limeira – 4 gols em 76 finalizações – 19 chutes para fazer um gol
13) Oeste – 3 gols em 55 finalizações – 18,3 chutes para fazer um gol
12) RB Bragantino – 5 gols em 85 finalizações – 17 chutes para fazer um gol
11) Ituano – 3 gols em 50 finalizações – 16,7 chutes para fazer um gol
10) Novorizontino – 6 gols em 66 finalizações – 11 chutes para fazer um gol
9) Santos – 6 gols em 65 finalizações – 10,8 chutes para fazer um gol
8) Ferroviária – 8 gols em 80 finalizações – 10 chutes para fazer um gol
7) Corinthians – 8 gols em 76 finalizações – 9,5 chutes para fazer um gol
6) Botafogo-SP – 4 gols em 37 finalizações – 9,25 chutes para fazer um gol
5) Palmeiras – 13 gols em 104 finalizações – 8 chutes para fazer um gol
4) Ponte Preta – 6 gols em 45 finalizações – 7,5 chutes para fazer um gol
3) Guarani – 10 gols em 74 finalizações – 7,4 chutes para fazer um gol
2) Mirassol – 12 gols em 82 finalizações – 6,8 chutes para fazer um gol
1) Santo André – 10 gols em 42 finalizações – 4,2 chutes para fazer um gol

PRINCIPAIS CLUBES

11) São Paulo – 6 gols em 116 finalizações – 19,3 chutes para fazer um gol
10) Vasco – 4 gols em 77 finalizações – 19,25 chutes para fazer um gol
9) Botafogo – 6 gols em 67 finalizações – 11,2 chutes para fazer um gol
8) Grêmio – 10 gols em 109 finalizações – 10,9 chutes para fazer um gol
7) Santos – 6 gols em 65 finalizações – 10,8 chutes para fazer um gol
6) Atlético-MG – 9 gols em 87 finalizações – 9,7 chutes para fazer um gol
5) Corinthians – 8 gols em 76 finalizações – 9,5 chutes para fazer um gol
4) Palmeiras – 13 gols em 104 finalizações – 8 chutes para fazer um gol
3) Internacional – 10 gols em 75 finalizações – 7,5 chutes para fazer um gol
2) Cruzeiro – 9 gols em 63 finalizações – 7 chutes para fazer um gol
1) Fluminense – 14 gols em 63 finalizações – 4,5 chutes para fazer um gol

Lance!