Presidentes dos clubes de São Paulo se reúnem com FPF em restaurante da capital

Os presidentes de São Paulo, Palmeiras, Corinthians e Santos se reuniram com o presidente da Federação Paulista de Futebol na tarde desta sexta-feira em um restaurante da região dos Jardins, na região central da capital paulista.

Não houve uma pauta específica para o encontro, porém, Leco, Maurício Galiotte, Andrés Sanchez e José Carlos Peres aproveitaram a ocasião para apresentar algumas demandas a Reinaldo Carneiro Bastos.

No ano passado, os presidentes dos quatro grandes clubes de São Paulo já haviam se reunido para alinhar uma estratégia que pudesse alavancar a liberação de bebidas alcoólicas nos estádios do estado, o que acabou não dando certo, apesar de ser uma receita importantíssima para os cofres das agremiações.

A reunião desta sexta-feira também simboliza uma reaproximação importante do Palmeiras com a Federação Paulista de Futebol. O clube alviverde havia rompido relações com a entidade por conta da polêmica da arbitragem ocorrida na final do Paulistão de 2018, contra o Corinthians.

Na ocasião, o árbitro Marcelo Aparecido marcou pênalti de Ralf em Dudu, porém, após alguns minutos, voltou atrás e anulou a infração. Com o título do Corinthians em pleno Allianz Parque, o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, enfurecido, chegou a chamar o Campeonato Paulista de “Paulistinha” e, assim, o clube se afastou da FPF.

Gazeta Esportiva

Anúncios

7 comentários

  1. o jornalista Fabrizio Romano falou que a venda do Antony é o seguinte : 20 milhões de euros + 5 milhões de euros por bônus e metas , além disso , comissão de agentes .
    Informação diferente do que foi divulgado pelo GE

  2. Não acredito que no desespero do SPFC, iam dar mais que 16 milhões de Euros no Antony! Os 7 milhões nos 20% do Neres era o principal interesse do Ajax, isso porque já devem ter um proposta acima dos 50 milhões por ele.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!