Duas vitórias contra pequenos e um empate no clássico contra o Palmeiras foram um início promissor para o São Paulo no Campeonato Paulista. Mas o ataque, criticado desde o ano passado, ainda precisa conquistar de vez os torcedores. Nesta segunda-feira, um desafio importante: enfrentar o Novorizontino, a melhor defesa do Estadual.

Em três jogos, a equipe do interior ainda não foi vazada. Na estreia, o Novorizontino bateu o Oeste por 2 a 0. Na sequência, superou o Água Santa com o mesmo placar e, por fim, empatou com o Red Bull Bragantino por 0 a 0.

O São Paulo carrega nas costas o péssimo desempenho do ano passado. O time fechou 2019 com uma média inferior a um gol por partida. O time balançou as redes 59 vezes em 62 apresentações.Até o momento, apenas um atacante balançou as redes para o São Paulo em 2020: Pablo, na estreia diante do Água Santa. Os outros gols são-paulinos no ano foram do zagueiro Arboleda e dos meio-campistas Daniel Alves e Hernanes.

Muito mais do que Pablo, a responsabilidade de gols pressiona Alexandre Pato, contratação badalada do São Paulo. O jogador não marca desde o dia 10 de agosto, no clássico contra o Santos, pelo Brasileirão. Agora, terá uma nova chance como titular diante do Novorizontino.

Gazeta Esportiva