Sem um plantel recheado, Diniz trabalha com variações de posições como Everton na meia e lateral esquerda, Luan na zaga e volância e Tchê Tchê de volante e lateral direito; veja

O São Paulo vem treinando no CT de Cotia, onde está concentrado nesta pré-temporada. Em mais um dia intenso de treinamentos, o grupo variou os exercícios e Fernando Diniz usou diversas formações durante a atividade, que marcou a primeira metade do expediente.

Após golear a Caldense por 6 a 1 em jogo-treino no último domingo, hoje deve ter mais um jogo treino em Cotia antes do retorno ao CCT.

O foco é trabalhar intensidade com os atletas foram divididos em grupos de seis, que mantinham dois jogadores no meio de um quadrado e outros quatro em volta trocando passes. O objetivo era envolver o adversário sem ser desarmado.

Diniz comandou trabalho de cruzamentos para a área, focando tanto nos movimentos ofensivos quanto nos defensivos. Helinho e Liziero se destacaram com belos gols e conclusões precisas.

Por fim, com o pedido de desligamento das câmeras, o treinador voltou a dividir o elenco em dois times de 11 jogadores, utilizando apenas a metade do campo. O time com a bola tentava passar a linha divisória saindo de trás trocando passes. Enquanto a outra equipe tentava impedir a tentativa.

A formação do time considerado titular foi: Tiago Volpi; Juanfran, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Tchê Tchê, Daniel Alves e Hernanes; Helinho, Vitor Bueno e Pablo. A outra equipe foi escalada assim: Lucas Perri; Igor Vinicius, Diego, Anderson Martins e Léo; Jucilei, Liziero e Shaylon; Toró, Brenner e Pato.

No entanto, várias alterações foram feitas, como Luan na zaga e Everton alternando entre o meio e a lateral esquerda no time titular. Já no reserva, Danilo e Fabinho, jovens promovidos da base tricolor revezavam no ataque. Tchê Tchê também foi testado na ala direita.

A atividade teve muita intensidade mesmo sob forte sol de Cotia. Houve cobranças da comissão técnica e entre os próprios jogadores, que pareceram muito bem fisicamente neste início de temporada. Daniel Alves era um dos que mais falavam com os companheiros pedindo atenção e intensidade.

O São Paulo volta a treinar nesta tarde, em trabalho fechado para a imprensa. Tudo isso de olho na estreia oficial em 2020 que será no dia 22 de janeiro, uma quarta-feira, às 21h30, contra o Água Santa, no Morumbi.

Terra

Anúncios

24 comentários

    • Bacana, Massa, positivismo sempre, as condições da pre temporada e início dos trabalhos com o Fernando Diniz são completamente diferentes dos anos anteriores, como exemplo, a baderna a que o Jardine foi submetido.

      Manter um linha mestra, depurar o elenco excluindo a parte necessária do plantel que não mais nos interessaria, independentemente dos erros cometidos quando das contratações e a valorização e maior utilização dos pratas da casa, complementam os novos tempos.

      Sem nenhum tipo de comparação mas vários outros clubes estão apenas iniciando a temporada com novos treinadores e a caça de contratações.

      Lógico que o fator grife acaba fazendo a cabeça dos torcedores, mas os conceitos do Fernando Diniz em muito se assemelham ao jeito de propor e jogar futebol, a grande parte de todos esses estrangeiros trazidos, muito diferentes à mesmice de quase que a totalidade dos jurássicos treinadores que temos em nosso país.

      Penso até que teremos chances de conquistas nesse ano, mas de qualquer maneira um trabalho diferente desses anos anteriores sob a gestão do Raí, a meu ver, está em curso, e isso é fundamental.

      Novos tempos!

  1. As mudanças no posicionamento dos jogadores vai dar certo com o Diniz!

    É verdade esse bilete…rs

    O Shaylon vai jogar bem de volante afinal o Dario Pereira começou de meia, foi pra volante e se destacou na zaga…

    O Luan(175cm) é mais alto que o Valber(177cm) que era volante e jogou muito na nossa zaga…
    Não que 2 cm de altura vão fazer diferença.

    Pessoal anda bem otimista…

    • São alguns comentários ou argumentos que já li por aqui.

      Faz tempo que não vejo algum jogador no São Paulo mudar de posição e se destacar mais do que na antiga posição, no máximo quebraram um galho Souza, Leandro, Richarlyson, Jorge Wagner, Alex Silva, e etc.

      O último técnico que conseguiu fazer isso foi o Mestre Tele com os jogadores da época que eram muito superiores aos atuais.

      • Um jogador mudar de posição em um treino não quer dizer que ele vai jogar assim a temporada inteira, e se houver uma expulsão durante o jogo, e algum outro tipo de situação no jogo, as vezes parece que boa parte da torcida está mais com vontade de criticar do que torcer. Se o Tele fosse treinador do SP hoje em dia, não durava até o Brasileirão.

        • A questão é que esses jogadores não tem perfil físico ou técnico para jogar em tais posições.

          E pelo que deu pra entender em todas as notícias é um teste que tem haver com o que o Diniz enxerga pro plano de jogo dele, troca de passes e melhorar saída.

          Na época do Tele não estávamos 15 anos sem títulos Paulista, 10 anos no Brasileiro, quase 8 anos sem títulos nenhum.

  2. Vejo como normal esses testes promovidos pelo Diniz , primeiro porque como diz o título do texto temos um plantel enxuto , e segundo pois agora é o momento ideal para testar posições e esquemas táticos. Não necessariamente isso quer dizer que realmente ele irá aplicar isso , o Hudson treinou como zagueiro ano passado e nem por isso jogou nenhum jogo dessa forma.

    • Se não contratar ninguém e alguém se machucar com certeza vai usar de improvisação. O plantel enxuto é por culpa da diretoria que gastou o que não devia ano passado e o próprio Diniz já li ou ouvi em algum lugar que prefere trabalhar com elenco reduzido.

      Espero não ver essas improvisações em uma fase final de Paulista ou na Libertadores.

  3. Meu medo é o Raí/Pássaro/Leco, não dar conta de pagar os salários esse ano e o time cruzeirar! mal começou o ano e já tem dois meses de direito de imagens atrasados.

    • Cabe ao São Paulo deixar bem claro que o salário depende das performances deles. Isso é fato!

      Se eles jogarem mal, vão corinthianar e palmeiras. Se jogarem bem vão são paulinizar.

      Com todo o respeito mas voces estão desrespeitando uma instituição que nunca faltou com respeito com o nosso time. Sempre foram clubes parceiros.

  4. Ainda sobre o Paulista:
    Alguém já disse certa vez que o Paulista “não vale nada… mas para quem ganha! Pergunte se não vale para quem perdeu…”
    E eu também penso isso.

    Sempre gostei do Paulista.
    Nosso embate “doméstico”, por assim dizer…
    Perdeu muito de seu charme, como os estaduais em geral, mas ainda desperta um desejo em mim… desejo de conquista, claro!

    Hoje funciona meio como pré-temporada, um aperitivo de como poderá ser seu ano… mas pra mim ainda tem muita equipe… sei que há alguns anos reduziram de 20 para 16 e mudaram o formato, mas eu ainda tiraria mais uma rodada. Porque? Pois entendo que é cada vez mais importante vc ter uma boa e alongada pré-temporada. Uns 28 a 30 dias, para ser mais exato. Menos que isso, acho complicado, Daí a alguns anos eu entender que o SP deveria iniciar o torneio usando os juvenis e parte dos chamados “reservas” nas primeiras 3 ou 4 rodadas, e só depois ir colocando os titulares aos poucos, em clássicos por exemplo. Usar o melhor somente a partir dos mata-matas.

    Ou então reduzir de 16 para 12 equipes, turno único com todos contra todos, classificam os 4 primeiros que fazem o cruzamento nas semi (1o x 4o; 2o x 3o) em 2 jogos e depois a final em 2 jogos. Seriam 15 rodadas e um campeonato com mais qualidade técnica, que se inicie só no finzinho de janeiro ou início de fevereiro. Com os clubes tendo em torno de 25 a 30 dias de pré-temporada.

    Mas para FPF acho que é pedir demais…

  5. Habemus … Osório 2.0 ….. rsrsrs … brincadeiras a parte, Diniz esta tentando moldar um time com as peças que tem. Resta saber se vingará !!!
    Paulistinha um divisor de águas para o time, se pender pelo negativo … podem escrever .. O seu Mano vem ai ole ole olá … dessa direção eu não estranho mais nada.

    Salvem o tricolor paulista !!!

  6. começou em 2020 as palhaçadas, é tão difícil assim escalar o cara na posição dele ? odeio quando técnico faz isso quando não é a unica opção por lesão ou algo do tipo, o jogador joga puto da vida, não rende e quem padece é o time.

    podemos torcer o quanto quisermos, alias aposto aqui com qualquer um que é contagem regressiva até a saída dele.

    e o trouxa aqui vai continuar sentando na frente da tv, indo no morumbi e torcendo, mas não não sou fanático cego que não vê o obvio.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!