O torcedor do São Paulo não deve esperar contratações caríssimas para o ano que vem, até porque a situação financeira da instituição é preocupante. O discurso dos representantes da diretoria do clube mostra essa postura cautelosa. Presente ao sorteio da Copa Libertadores nesta terça-feira em Luque, no Paraguai, o gerente-executivo do time do Morumbi, Alexandre Pássaro, falou que o planejamento está baseado na manutenção do elenco atual.

“Claro que o São Paulo sempre olha para o mercado, mas estamos momento de valorização do elenco, do grupo de profissionais, é isso que queremos ressaltar”, comentou o dirigente, em entrevista ao Sportv.

A única negociação oficial do São Paulo até o momento foi uma troca com o Santos para manter o meia Vitor Bueno no elenco. Assim, o atacante Raniel foi liberado para o time da Baixada Santista. Agora, a expectativa é a compra em definitivo de atletas que deixaram boa impressão, como o goleiro Tiago Volpi e o lateral Igor Vinícius.

“Temos um elenco com contratos longos, tirando os jogadores que estão por empréstimo. Apenas um ou dois atletas estão com contrato terminando no fim do ano que vem. A estrutura é sólida e miramos um projeto longo”, disse Alexandre Pássaro.

Gazeta Esportiva