Made in Cotia: Diniz comanda garotos em profusão no último treino do São Paulo de 2019

São Paulo dará oportunidade para vários jovens das categorias de base neste domingo. Com a vaga na fase de grupos da Libertadores já garantida, a partida derradeira do Campeonato Brasileiro contra o CSA terá em ação um time praticamente todo formado no clube.

No último treino do ano, os veteranos foram dispensados e Fernando Diniz encheu o campo do Centro de Treinamento da Barra Funda com jovens do CFA de Cotia. Entre os 23 atletas que treinaram, apenas os laterais Igor Vinicius e Léo não são formados no Tricolor.

A ideia é dar mais tempo para peças que já estão treinando com o elenco principal, além de oferecer a primeira chance para aqueles que ainda não tinham feito a transição para a Barra Funda.

As novidades ficam por conta do goleiro Thiago Couto, dos laterais Caio Felipe e Patryck, dos zagueiros Diego Costa e Lucas Fasson, dos meias Rodrigo Nestor, Rafael, Pedrinho e Talles, e dos atacantes Juan e Danilo. Os garotos formam os times sub-20 e sub-17 do Tricolor e viajarão com o profissional pela primeira vez. Patryck e Talles foram recentemente campeões mundias sub-17 com a Seleção Brasileira.

Mas o time não será apenas de novidades. Entre os atletas do elenco principal formados em Cotia, apenas Antony foi liberado. Lucas Perri, Walce, Luan, Liziero, Igor Gomes, Gabriel Sara, Helinho e Toró treinaram, e devem fazer parte da equipe inicial.

O São Paulo encara o CSA em Maceió, às 16h (Brasília), no Estádio Rei Pelé, pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe paulista já está garantida no 6º lugar e apenas cumpre tabela, assim como os alagoanos, já rebaixados.

Veja a lista relacionados:
Goleiros: Lucas Perri, Júnior e Thiago Couto
Laterais: Igor Vinicius, Caio Felipe, Patryck, Léo e Wellington
Zagueiros: Walce, Diego Costa e Lucas Fasson
Volantes: Rodrigo Nestor, Rafael, Luan e Liziero
Meias: Pedrinho, Igor Gomes, Talles e Gabriel Sara
Atacante: Juan, Helinho, Toró e Danilo

Gazeta Esportiva

Anúncios

11 comentários

  1. Espero q essa ideia se repita no Paulista, molecada em campo e tempo de treino para os medalhões…

    Depois de tantos pedidos dos jogadores pela permanência do fd espero que soem sangue e deem a vida em campo, se as coisas não derem certo a cobrança tem q ser pesada por nós nos jogadores, já que ele é um técnico maravilhoso a culpa será deles.

    Não consigo ter confiança no fd, mas estou torcendo como nunca para dar certo e pagar minha lingua

    • Phanton vc esqueceu o São Paulo não ganha o campeonato Paulista de futebol da série a 1 desde o ano de 2005 e qui o São Paulo começar 2020 com pé direito ser campeão Paulista de futebol da série a 1 de 2020.

      • Fábio Araújo, não me esqueci não…
        Apenas acho q se deve fazer uma boa preparação para os campeonatos que realmente valem, (copa do Brasil, brasileirao e a libertadores) para mim pelo menos, paulista não acrescenta nada e não serve como parâmetro para esses q sairei a cima.

        Acredito q vale muito mais a pena treinar os jogadores com as filosofias do fd durante um tempo maior do q por pra jogar o paulista e ter a desculpa pronta q o calendário não permite treinar

  2. Espero que caso o time não tenha um resultado positivo não cheguem aqui os “ó dia… ó vida… ó ceus…” e queimem os garotos com a ladainha de que Cotia não produz nada, que o Diniz é pardal e demais abobrinhas.

    • Levando em conta que a garotada nem tem muito jogo junto,ainda mais no profissional, o esperado é que percam mas que seja uma boa peneira e estimule eles a melhorarem pro ano que vem. Mas com certeza isso da ladainha virá com certeza em caso de derrota. Torcendo por um jogo bom dos garotos de cotia e com vitória pra dar moral se for possível.

  3. Uma dúvida, os titulares “veteranos” saíram de férias, voltarão treinar mais cedo? Acredito que foi o único time da série “A” que fez isso, tenho uma leve impressão/sensação que eles se esforçaram e jogaram bem porque havia combinado essa saída, mas a minha pergunta é que porque não esforçaram assim antes? Lembrando que concordo em ver a base jogando, mas não sei se eles “veteranos” mereciam ser liberados.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!