Diniz acha que não está queimando os garotos: “Não tem vilão ou herói. É mais complexo que isso e todo mundo gosta de respostas fáceis

Questionado sobre estar queimando os meninos, Diniz foi taxativo:

“Um tipo de pergunta dessa recebe resposta absoluta. Todo mundo gosta de respostas fáceis. Tem de saber conduzir a vida. Em outros jogos que entraram, contra o Fluminense, procuram a crítica. Se achar sempre buscar um vilão ou herói. É mais complexo do que isso. A história foi assim. Não tem vilão ou herói. Fiz as substituições que achava coerentes. Experiência pesa, mas levo em conta outras coisas para tomar decisão”

Blog do São Paulo

Anúncios

34 comentários

  1. Sem um time articulado, coeso e organizado …, queima os garotos.

    E ainda, deixa de extrair a qualidade de quem poderia “ajudar” o time que não existe, através da qualidade individual que ambos têm de sobra.

  2. Sem um time articulado, coeso e organizado …, queima os garotos.

    E ainda, deixa de extrair a qualidade de quem poderia “ajudar” o time que não existe, através da qualidade individual que ambos têm de sobra (Hernanes e Pato).

    Raniel ajuda o time ?
    É a melhor opção ?

    #Adeus Diniz.

  3. sim todo mundo prefere as coisas fáceis só o sr que não. volta para o PS4 volta, lá suas maluquices funcionam pq aqui no mundo real senao ficou claro ainda, não funcionam.

  4. A imprensa tanto elogiou o Diniz, mesmo após trabalhos pífios, que o SPFC acabou mordendo a isca e contratou o cara.

    Ainda bem que ele não chegou na época da saída do Jardine, senão estaríamos ali brigando com Cruzeiro e Ceará.

    Já o Raí, tem que sair mesmo.

    As contratações do Raí me lembraram aquele cachorro que, quando a gente abre o portão de casa, sai desembestado pela rua mijando em tudo quanto é poste que vê pela frente.

    E tome Trellez, Diego Souza, Biro Biro, Léo Pelé, Raniel, Pablo, Jean, etc…

  5. Não me admira o Leco bancar o Raí e o Raí bancar o Diniz, só me espanta o Dinis não bancar o Pato. Esses 4 estão completamente desconectados da realidade do São Paulo hoje.

    Pro Diniz só falta falar “que comam brioches”, por que a loucura e a guilhotina já estão garantidas pra ele.

  6. Acredito muito naquela frase…”o elenco casou com o treinador”. Culpo pouco o treinador por isso, afinal, não foi ele quem montou o elenco. Não posso avaliar um treinador que não escolheu seu elenco. Porem, Diniz sabia disso, deve ter achado que com o apoio de D.Alves e Hernanes, o time estaria totalmente em suas mãos. Eu não vejo isso. Pramim errou tanto quanto R.Ceni em assumir o cruzeiro. Percebeu que o famoso “buraco era em outro lugar”. Coisas do futebol.
    Quanto aos erros de Diniz…(dentro de meus conceitos de futebol), ele está exagerando em alguns critérios. Queria um treinador com mais bagagem, menos ciência mais futebol.

    • Discordo, pra mim um treinador de vdd adequa seu plano de jogo e esquema tatico com o que tem.
      Muricy jogava de um jeito com o SPFC, de outro com o Flu e de outro com o Santos.
      Inclusive no SPFC se virou por muito tempo sem um camisa 10 e nos deu 3 Brasileiros.

      • Não com essas sua palavras, mas, é isso que penso também. Tanto que finalizei…
        “Queria um treinador com mais bagagem, menos ciência mais futebol”
        Muricy é outro nível.

  7. na boa gostaria muito de ver El Prof Osório novamente comandando a equipe, ciente que algumas peças deixaram a equipe como Antony e Liziero e Vitor Bueno, porem com as voltas de Everton e Rojas, a manutenção de Volpi, D. Alves, Hernanes, Pato, Pablo, Igor gomes, B. Alves, Reinaldo, Juan Fran, Luan, Tchê Tchê, a vinda de um atacante de área, um lateral esquerdo e mais um zagueiro, talvez não seja páreo para o Flamengo, ainda mas vai incomodaria muito na próxima temporada.
    custo benefício muito bom.
    Sampaoli seria um sonho mas já estão falando que pediu R$1.8MI/mês aos porcos.(irreal)

    • Vitor Bueno tem contrato até o fim de 2020. Também gostaria do Osório aqui. Quando ele teve o time completo em 2015 chegou a liderar o brasileiro, depois disso Aidar fez o desmanche e começaram a chegar os refugos.

  8. Quando começa a pipocar essas notícias de:
    “Técnico explica A”
    “Técnico rebate porque B”
    “Técnico dá explicações sobre C”
    “Técnico fala sobre a polêmica de D”

    Já da para saber da incapacidade do sujeito. Não é possível não saia uma coisa positiva (algo que deu certo, alguma mudança que surtiu efeito, uma descoberta boa no elenco).

    É tipo o sujeito que explica a piada. Amigão, se ta tendo que se explicar muito é pq tem caroço nesse angu.

  9. As substituições do Diniz são sem sentido , o jagador que entra no jogo entra por entrar e não tem a possibilidade de fazer nada .

    É incrível a incapacidade dele de corrigir as coisas , se o time esta mal no jogo ele parece não ligar de continuar mal , ele so enxerga o jogo de um jeito.

    Olha que não da pra reclamar de opções de mudança temos no elenco jogadores polivalentes que jogam em mais de uma posição.

    O Osorio em um mês fez tanta mudança e achou muitas alternativas , mudanças taticas e escalação, alguns tem medo de mudança , você pode errar como também pode acertar , se você for competente vai concerteza ter mais acertos , e você acertanto e aquele algo mais que so o treinador pode dar mostrando alternativas .

    O comportamento do Diniz em relação ao Pato e o Hernanes e de descaso , uma pre temporada dura um mês, com duas semanas um treinador experiente coloca o jogador em condição de jogar , Pato e Hernanes não precisam se matar de correr pra jogar não so precisam encaixar eles em um posicionamento uma função bem definida onde a tecnica deles prevaleça , coloca o Hernanes em uma função de organizar o jogo e o Pato em uma condição de mano a mano com o zagueiro onde tem condições de finalizar mais , o mesmo vale para o Pablo esta mal ou esta jogando errado , porque correndo ele ta, vocês acreditam mesmo que o Jucilei esta melhor fisicamente que Pato e Hernanes , eu não, e no entanto teve 3 jogos pra desfilar seu futebol.

  10. E segue girando o triturador de técnicos! E com ele segue nossa fila sem fim!

    Pode vir o Guardiola! A gente vai dar um jeito de colocar a culpa nele e demitir com 60 dias de trabalho e 15 jogos no comando.

    Inacreditável. Todo ano é esse cenário de terra arrasada. Manda todo mundo embora, começa do zero. E segue a fila.

    Um dia, quem sabe, um técnico terá tempo e sossego para reestruturar o São Paulo. Enquanto isso, continuaremos sendo chacota por aí.

    Engraçado é que se ele estivesse escalando Pato e Hernanes e eles não estivessem jogando nada, como evidentemente aconteceria, a crítica seria pela escalação dos moleques que são a única salvação do São Paulo contra esses bondes velhos. Mas aí ele bota os dois no banco e tenta recuperar o Helinho, dar chance pro Sara, bota o Igor Gomes de titular…e a crítica se inverte! Eles está queimando os moleques…

    Tá loco, moçada! Assim fica difícil!

  11. Helinho foi rebaixado pro time sub 20, acredito eu por deficiências técnicas e magicamente entrou contra o forte grêmio, Jucilei foi alçado ao time titular, teoricamente estaria na frente de Hudson e Luan que estava sendo titular e do nada vira reserva, Hudson entra na ultima partida contra o grêmio, sendo que teoricamente Jucilei estava na frente dele, Pato joga um monte de partida de titular mesmo todo mundo falando que não tava jogando nada, o treineiro banca diz que é o melhor atacante do mundo, de repente o mesmo fica no banco e nunca mais entra, Liziero (morto diga-se de passagem) joga as vezes bem, já o Tche tche joga sempre mal e estranhamente não sai do time, Igor Vinicius entra da conta do recado e magicamente some do time titular, a incoerência é tanta a ponto de deixar a gente tão perdido quanto o treineiro, é impossível só nós torcedores ver isso, é inacreditável o SP com um time razoável, uma espinha dorsal e alguns jogadores que chegarem, jogar uma libertadores em busca da “LA QUARTA” com Fernando Diniz, como técnico, técnico esse que ganhou um titulo com o Votoraty, é realmente inacreditável.

  12. Cara o texto da matéria está muito sensacionalista. Essa resposta não foi dada em relação aos garotos da base e sim quando o treinador foi questionado por não ter colocado Hernanes e Pato no jogo contra o gremio e justamente ter optado por Gabriel Sara e Helinho. Na boa, não entendo certos torcedores do São Paulo, quando o cara não bota os garotos pra jogar reclamam e se o cara bota também reclamam. Quando a fase ta ruim é muito fácil criticar quero ver é apoiar, ajudar a melhorar.
    Fica a dica.

  13. Não sou a favor da permanência do Diniz, não tem currículo e nem tamanho para o cargo! mas também não acho que ele está queimando os garotos da base; acho que os meninos estão treinando melhor. Os medalhões não conseguem se escalar: Jucilei e Hudson já tiveram várias chances e não se firmam, podem dispensar, que será lucro; Pato vive num mundo paralelo, Hernanes, deve tá com problemas psicológicos, anda em campo. O problema do SPFC não é escalação, e sim falta de intensidade e agressividade em campo, acho que Diniz, assim como o Cuca, não conseguiram fazer esse catado jogar.

    • Braga, os meninos da base podem até estar treinando melhor que os “medalhões”, mas não se coloca eles para virarem o jogo, perdendo como estava, contra uma equipe melhor organizada taticamente…Colocou pra fritar sim os meninos..

      E outra, se estivessem treinando melhor, que o Diniz tivesse colocado eles para entrar em outros jogos em situações menos complicadas…Ali, perdendo contra o Gremio, tinha que ter entrado os jogadores mais cascudos e experientes como Hernanes, Pato, Hudson, Jucilei…

  14. Diniz é como os outros técnicos do futebol brasileiro : ultrapassado e sem inovação . Detesto a diretoria , mas pelo menos tragam um técnico ofensivo e com outra mentalidade :
    Quique Setien , Vitor Pereira , Rui Vitória , Miguel Angel Ramirez , Osorio , Eusébio Sacristan , Solari .
    Técnicos ofensivos e com uma mentalidade diferente . Qualquer um desses é melhor que Diniz . E são técnicos que não fariam o SPFC passar um vexame na libertadores .

  15. se em 2015 eu via torcedores chamando o Osorio de pardal , o Diniz é o que então ? kkkkkkkkkkkkk
    da base temos Lucas Perri , Diego , Walce , Wellington ( LE ) , Luan , Liziero , Nestor , Sara , Igor Gomes , Toró , Antony ,Galeano , Helinho . Não são grandes jogadores , mas colocam eles nas mãos de um técnico com uma mentalidade ofensiva e europeia para ver se o SPFC não melhora .

  16. Análise de treinadores no mercado, empregados e desempregados:
    (Esqueci alguém na lista?)

    Renato Gaúcho (Grêmio) — Parece que vai continuar por lá. Nossa única chance de trazê-lo seria se ele quisesse mudar de ares e, mesmo assim, custando um caminhão de dinheiro.

    Zé Ricardo (Inter) — Fica livre no final do campeonato. Péssimo.

    Jorge Sampaoli (SFC) — Por tudo o que reclamou da direção do SFC, parece pouco provável que aceite vir para o SPFC, que sofre dos mesmos males. Além disso, SEP está disparado na frente, se quiser trazê-lo. Improvável, para não dizer impossível.

    Thiago Nunes (SCCP) — Acabou de assinar com SCCP. Inatingível, no momento.

    Vágner Mancini (Atl. – MG) — Fora de cogitação.

    Adilson Baptista (Cruzeiro) — Outro que deve ser chutado no final do ano. Nem o Leco seria tão imbecil a ponto de apostar nele.

    Jorge Jesus (Fla) — Inatingível.

    Luxemburgo — Se alguém no SPFC considera seriamente a possibilidade de trazê-lo, a hora é agora. Já fui terminantemente contra, mas a fase atual do SPFC me deixou tão fora de prumo que nem sei mais o que pensar sobre o ‘pofexô’.

    Roger Machado (Bahia) — Não vejo nada de mais nele. Se vier, não dura seis meses.

    Ney Franco (Goiás) — Fez campanha acima das expectativas no time goiano. Leco gosta de puxar da cartola alguns nomes do passado, vide Ricardo Gomes.

    Abel Braga (desempregado) — Independentemente de ser bom ou ruim, já recusou o SPFC por três vezes, sendo a última recentemente, preferindo assumir o Cruzeiro. Parece não gostar do SPFC, Por mim, não deve sequer ser cogitado. Nem de graça.

    Mano Menezes (desempregado) — Apesar dos problemas que teve na SEP, é um nome tipo ‘meio do caminho’, destinado a um trabalho de meio de tabela, nem para cair, nem para ser campeão de nada.

    Fábio Carille (desempregado) — A temporada atual deixou claro que ele é muito menos do que se imaginava. Surfou na herança de Tite e depois, quando precisou ser ele mesmo, não teve repertório. Deve enganar em mais algum clube grande ano que vem e depois terá uma trajetória descendente em times médios do Brasil, antes de desaparecer do mercado.

    Oswaldo de Oliveira (desempregado) — Aposentado. Só precisam avisá-lo disso.

    Paulo Roberto Falcão — O sonho de consumo do Leco é ver o Falcão de terno à beira do gramado, com p punho apoiando o queixo e aquele ar de lorde pensativo.

    Dunga — Para quem já resuscitou o Fluminense no campeonato e quase ressuscitou o Cruzeiro, trazer o Dunga de volta é moleza!

    Osorio (Atlético Nacional-COL) — Já veio para cá e se lascou. Difícil acreditar que cometeria novamente o mesmo erro.

    Diego Aguirre — Idem Osorio.

    Eduardo Coudet (Racing-ARG) — Acertado com o Inter. Já era.

    Marcello Gallardo (River Plate-ARG) — Sonho de uma noite de verão. Parece destinado à Europa, onde treinadores argentinos se dão bem. Além disso, basta o Leco botar a mão no telefone para ligar para ele e o Palmeiras chegará antes com um caminhão de dinheiro.

    Argel (Ceará) — Não é opção para o SPFC, por enquanto. Mas, se insistirem com Fernando Diniz em 2020, talvez precisemos pensar nele para o segundo semestre para tirar o time do buraco em caráter emergencial.

    Lisca Doido — Idem Argel.

    Antônio Carlos (Bragantino) — Eu sei, eu sei, seria mais uma aposta. Mas, se pensarmos em uma temporada 2020 sem pretensão de títulos e tendo de negociar destaques do elenco para sanear o caixa, é um nome a ser considerado. Aceitaria trabalhar com o que tem, tem colhões suficientes para não deixar jogador mandar nele e conhece o mercado de times menores, podendo trazer alguns atletas baratos e que honrem a camisa.

    Rogério Ceni (Fortaleza) — Propositalmente deixei o M1TO para o fim da lista. Reparem que ele está seguindo uma trajetória semelhante à do Muricy Ramalho. Ceni assumiu o SPFC ainda imaturo na carreira (Muricy substituiu Parreira na mesma situação); agora RC está fazendo história no Fortaleza (assim como MR é tratado como deus no Náutico-PE). Agora, RC parece destinado a assumir algum time grande do Sul (Athletico-PR???), assim como Muricy fez com o Inter-RS. Ao sair do Inter, Muricy ainda deu um título ao à época emergente São Caetano (RC no Red Bull Bragantino no futuro ???), antes de se consagrar definitivamente em sua volta ao SPFC. Tenho a convicção de que RC ainda deve rodar por aí mais uns dois anos e depois será o cara que devolverá o SPFC às glórias, talvez em 2021 ou 2022.

  17. Que o Cruzeiro sirva de exemplo pra gente, pois saiu gastando sem ter e dizem que agora a conta chegou. Que devem dinheiro na FIFA e o escambau.
    Leleco não diminuiu dívida nem ganhou nada.
    Acorda SP

  18. dificil é jogador que é rebaixado para sub 20 e qualquer coisa do nada servir, dificil é nego que nao joga a 4,5 meses pq ta gordo do nada virar titular.

    vai brincar de elifoot longe do meu time.

    e sim quantos vierem sem nunca ter vindo vao precisar sair.

    qual a proxima experiencia sr Rai e amigos ?

    precisa manter o time fraco para a roda de comissoes continuar rodando, nao ve quem nao quer

  19. Quando os garotos chegam no sub-20 a cabeça deles já está na Europa. Quando sobem para o profissional e são escalados não são queimados. A verdade aparece e aqueles que não mostram o futebol simplesmente morram por suas próprias pernas.

  20. Deixa o cara treinar, a torcida sempre fica reclamando e nada nunca tá bom, por isso continuamos na mesma, que treinador vcs acham q faria alguma coisa? o buraco é muito mais embaixo

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!