Antony deixou o Allianz Parque abatido após a derrota do São Paulo para o Palmeiras, por 3 a 0, na noite dessa quarta-feira. Um dos únicos jogadores que pararam na zona mista – Igor Gomes e Tchê Tchê também falaram com os jornalistas -, o jovem de 19 anos admitiu que será difícil se recuperar do baque.

– É um momento muito difícil, perder um clássico dessa forma, muita tristeza. Realmente vai ser difícil dormir. Entendemos o lado do torcedor também, mas agora é trabalhar. Vai ser difícil virar essa página, o sentimento é de muita tristeza – disse o atacante, titular no Choque-Rei.

Mais uma vez, o São Paulo vacilou após uma vitória convincente sob o comando de Fernando Diniz. Já havia sido assim quando a equipe venceu o Corinthians no Morumbi e em seguida perdeu para o Cruzeiro jogando muito mal no Mineirão. Agora, o Tricolor vinha de triunfo por 2 a 0 sobre o Atlético-MG no Morumbi.

– Como o Diniz disse, é a oscilação. A gente tem oscilado muito. Uma partida boa, a outra não tanto, como foi contra o Cruzeiro. Temos que manter o nível alto. Estamos deixando a desejar nisso – disse Antony, já pensando na reação contra a Chapecoense, às 21h de sábado, fora de casa.

– É um momento de muita tristeza. Mas temos que jogar contra a Chapecoense lá e buscar os três pontos. Vai ser difícil virar a página, mas temos que ir lá em Chapecó e ganhar três pontos.