Daniel Alves celebra vitória e diz que joga de ‘falso lateral-direito’

Daniel Alves chegou ao São Paulo como solução para a criação, recebeu a camisa 10 e estreou atuando no meio-campo. Porém, na vitória magra sobre o Avaí por 1 a 0, o lateral-direito da seleção brasileira foi novamente escalado por Fernando Diniz em sua posição de origem. Perguntado sobre isso, ele declarou que agora exerce uma nova função.

– Aqui infelizmente tudo é debate, gera debate. Como no Barcelona criou o falso nove, aqui criou o falso lateral direito. É uma posição de inicio, mas depois ajudo no ataque meus companheiros. É isso, o desafio foi criado desde que cheguei, foi assim que consegui tudo na minha, com muita batalha, e isso não vai mudar. Tenho certeza que vamos construir algo sólido. A gente tem que manter nosso objetivo, vencer é sempre importante – disse após o fim do jogo em entrevista ao canal Premiere.

Um dos destaques da partida, o capitão são-paulino também pediu o apoio da torcida nos próximos jogos em casa para fazer uma boa reta final no Brasileirão.

– A gente tem que começar, é um campeonato muito disputado, uma dificuldade muito grande. Trazer o torcedor para o nosso lado, trazer a atmosfera para dentro, uma mentalidade de luta, de batalha, de esforço. É normal que haja a cobrança, mas criar essa atmosfera, que outros times tem, de aqui é nossa casa, que vai ser difícil ganhar da gente aqui. Isso é o mais importante, vencer, escalar posições, se manter e não sair mais – completou o jogador.

Após entrar no G4, a equipe de Fernando Diniz se prepara para encarar o Atlético-MG no próximo final de semana e quer uma vitória para se manter na parte de cima da tabela.

Lance!

Anúncios

3 comentários

  1. N sei se mais alguém pensa assim mas por eqto o DA é muito bom na conversa e futebol mesmo eu acho q ele ainda tá devendo. Pode ser q seja bom de grupo, gancho pro aprendizado dos mais novos, mentalidade vencedora e outras coisas. Mas bola bola mesmo por eqto ainda precisa melhorar. Quem sabe qual a real posicao q ele joga? Q posição ele precisa jogar pra render e realmente entregar aumento técnico no time?
    Abrax

  2. Nosso elenco é muito fraco. Não importa nomes ou melhor, importa sim. Nosso conjunto de jogadores apresenta um Qi muito baixo para os padrões que determinam um bom jogador.
    Não é só físico, aliás, nunca foi. O raciocínio rápido alia-se a tudo. Perspicácia, atitude, determinação, calma, fala, visão e muito mais.
    Não adianta cobrar treinador se a pessoa (jogador) não tem lampejos de intelecto e memória. Pode treinar um ano que não vai render 50%. A tempos venho falando sobre o nível intelectual dos jogadores que chegam ao SPFC. Lembram do “quarteto fantástico” ? Ganso, Pato, Alan Kardec e Kaká?? São jogadores acima da média. Façam um traçado em campo, analisem desde o goleiro até o centro avante, quantos jogadores apresentam um comportamento no mínimo bom com uma nota de média 6? Para mim é assustador. É claro, são minhas observações. Mas, para quem entende um pouco de futebol, acho que irão se surpreender.

    • Nosso elenco é um dos 4 melhores do Brasil, sem dúvida alguma: Flamídia, Guarani da capital, Gaymio e SPFC. E o gaymio tem vários refugos do SPFC: micon, Retardelli, Paulo Miranda, etc, etc

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!