São Paulo lança time de lendas do clube e associação de ex-jogadores

De olho na ampliação de seu poder institucional, o São Paulo anunciou nesta sexta-feira o seu time fixo de lendas do clube que poderá realizar partidas amistosas pelo país e pelo mundo. A primeira aparição dele será em dezembro, na Legends Cup, que reunirá também Dortmund, Barcelona e Bayern. Além disso, o Tricolor terá uma associação de ex-jogadores, que buscará ajudar aqueles ex-atletas que não passam por boas condições financeiras.

Capitaneado por Diego Lugano, superintendente de relações institucionais, o projeto de ter uma equipe fixa de ídolos do clube, tem como objetivo fazer disso um produto que gere receitas aos cofres são-paulinos, assim como já acontece na Europa, bem como estreitar a relação dessas lendas do passado com os novos torcedores do clube, o que fortalecerá a instituição.

– É um motivo de orgulho utilizar esse evento para anunciar o projeto do SPFC, como vocês sabem os times europeus utilizam muito bem essa marca, jogadores que fizeram história no clube, continuam com o elo entre jogador e torcida. O São Paulo tem jogadores como poucos na América. Tomara que outros times do Brasil possam ter esse produto também para continuar a relação com o torcedor, porque o futebol se faz com torcedores e ídolos – afirmou o uruguaio em coletiva nesta sexta-feira.

Para o ex-zagueiro, o Tricolor tem uma gama de ídolos que permite a intenção de manter esse time fixo, não só para o torneio que será realizado em 15 dezembro deste ano, no Morumbi, mas também para outros eventos.

– Queremos gerar um produto atrativo, levar a marca São Paulo a todo o país, outros países, continentes, como outros times europeus fazem. O São Paulo tem muitas lendas para fazer esse projeto exitoso, não só para dezembro, mas também para frente. A ideia é gerar um produto genuíno, vender ingressos, gerar retorno ao clube, fazer ação social, ajudar outros jogadores. Ás vezes um time da América do Sul não tem estrutura para ajudar, por mais que queira – avaliou o dirigente tricolor.

Além disso, o São Paulo anunciou que está encaminhada a criação de uma Associação de ex-jogadores do clube, que terá a intenção de arrecadar fundos para ajudar atletas que fizeram história com a camisa tricolor e atualmente passam por necessidades financeiras ou até mesmo de saúde. A responsabilidade do projeto ficará ao cargo do ex-volante Mineiro.

– Agregado ao lançamento do Legends, está bem adiantado um projeto que será lançado uma associação dos jogadores que fizeram história pelo São Paulo e a finalidade é poder arrecadar fundos e ajudar jogadores que fizeram história pelo São Paulo e que estão passando por situações críticas. Conversamos com algumas pessoas, entendemos que poderíamos fazer algo, aproveitar essa ideia do Legends, utilizar essa ideia a favor daqueles jogadores que fizeram história e precisam de ajuda – declarou o ex-meio-campista antes de completar:

– Vai ser criada uma comissão com ex-atletas e vamos avaliar cada situação. A partir daí, vamos avaliar e tentar dar o suporte que cada jogadores que fez história no São Paulo mereça e que por uma situação ou outra acabou esquecido. Tentamos fazer que a história não se perca, que mesmo após o fim da carreira o ex-jogador possa ter uma vida digna – concluiu Mineiro.

– Vamos tentar ajudar um pouco quem precisa, isso vai estar muito bem estruturado, gente com vocação solidária muito grande, Mineiro é um deles. Tem muita coisa por fazer, é só se organizar. As possibilidades são infinitas. O São Paulo tem esse potencial – acrescentou Lugano.

Lance!

Anúncios

10 comentários

    • Pelo oque eu vi ate agora no trabalho do Fernando Diniz , na minha opinião o time jogou bem todos os jogos do ponto de vista tatico , o time atuou bem organizado , o maior problema que é o um problema que vai varar o ano é o excesso de jogador machucado somado a ma condição fisica e tecnica de alguns jogadores que estão a disposição mais que vieram de sequência de lesões.
      São jogadores bons que podem decidir , mais dificilmente vamos ver Pato , Hernanes , Pablo , Lisieiro jogando em alto nível esse ano .
      Taticamente o time esta organizado e a saída de jogo melhorou muito , a criação de jogadas melhorou, so faltam detalhes ao time de um trabalho mais longo e um elenco em melhor condição de jogo , pra mim o cruzeiro não jogou bem mais eles empurraram nosso time pra trás na força marcando os jogadores de transição e não deixou a gente sair.
      Logo no inicio do jogo deu pra perceber que pra gente ganhar so se o time não tomasse o gol ate a entrada do Igor e do Vitor pra gente ter uma chance no jogo , na minha opinião o que desenhou no jogo não foi o nosso time mal treinado ou organizado , mais a falta de volume de jogo de intensidade do meio e ataque , e so observar o flamengo gabigol e Henrique o jogo inteiro em cima do adversario , não adianta o treinador propor isso o jogador tem que ter condições de desempenhar , e nosso time dificilmente vai resolve isso esse ano , contra o flamengo o time caiu de rendimento no segundo tempo , contra o Bahia o time praticamente morreu no final do jogo , contra o corintia o time se tivesse intensidade tinha goleado porque taticamente sobramos em campo e contra o cruzeiro um time que não esta bem mais e motivado e forte fisicamente se não e a defesa ser boa tinha tomado mais gol .
      Espero nos time melhor ate o final do ano mais não a ponto do flamengo pela questão fisica e excesso de lesões.

      • Concordo muito com sua opinião. Acho ainda, que nesse final de ano, a comissão cobre dos jogadores, principalmente os que estão devendo em condicionamento, que eles se cuidem nas férias e se preparem melhor no ano que vem, principalmente os jovens, como o Liziero, pois que os veteranos como Hernanes não consigam ou demorem a alcançar a boa forma até entendo, mas a gurizada tem obrigação de estar voando.

  1. Desculpe amigos pela nostalgia.
    Mas que saudade deste tricolor gigante e que metia medo em todo mundo.
    Não me lembro de ter medo de jogar contra ninguém nessa época .
    Espero que um dia este Leco seja só uma vaga lembrança e voltemos a ser o gigante de outrora.

  2. Pode já pensando no Muller, grande jogador, vitorioso e que ajudou ao SPFC com ótimo futebol e títulos e já que tem o lado social e pelo que dizem Muller andou tendo dificuldades financeiras não custa coloca-lo no “projeto”

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!