“Ele não foi para o Sevilla por amor ao São Paulo” afirma empresário sobre ídolo são-paulino; confira

Em entrevista ao programa Bola da Vez, dos canais ESPN, o empresário Juan Figer afirmou que Diego Lugano rejeitou uma proposta do Sevilla, clube o qual estaria apalavrado, para atuar no Mundial de 2005 pelo São Paulo.

“Ele não foi para o Sevilla por amor ao São Paulo. Uma das cláusulas da ida do Sérgio Ramos para o Real Madrid é que Diego Lugano deveria ser o substituto”, afirmou Juan Figer.

“Eu, Juvenal Juvêncio e o jogador chegamos a ir para o aeroporto assinar o contrato, mas nesse momento o Lugano se negou, pois queria ganhar o Mundial pelo São Paulo. O Sevilla acabou ficando muito frustrado com o negócio”, explicou o empresário uruguaio.

Pelo Tricolor, Lugano teve duas passagens: a primeira entre 2003 e 2006, e a segunda entre 2016 e 2017;  atuando em 213 partidas, marcando 13 gols e sendo campeão paulista em 2005, brasileiro em 2006, da América e do mundo em 2005.

Mais da entrevista:

Ao decorrer da conversa, Figer revelou também que quase negociou Sócrates com o Napoli, quando o brasileiro seria a segunda opção dos italianos, caso o clube não conseguisse fechar a contratação de Diego Armando Maradona. O empresário falou ainda que foi ele quem indicou a Florentino Pérez o técnico brasileiro Vanderlei Luxemburgo, quando o profexô assumiu o clube merengue, numa passagem relâmpago em 2005.

Torcedores.com

Anúncios

15 comentários

  1. Realmemte esse teve e tem amor a camisa do São Paulo, por isso que, às vezes, eu peço para que ele participe mais das decisões do Departamento de Futebol, justamente por esse amor e pq imagino que ele tenha muito a contribuir conosco…

  2. Se eu por um acaso encontrasse com a comitiva do São Paulo em um aeroporto, eu passaria por jogadores como Pato e Daniel Alves e iria primeiro no Lugano ou Hernanes.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!