Em um mês, Morato se destaca e já é tratado como “pechincha” no Benfica

Morato, jogador do São Paulo FC, durante treino no CT Laudo Natel, em Cotia (SP).

Nada de foto, vídeo ou qualquer outro registro. Essa foi a orientação que o Benfica passou antes de jogo-treino contra o Estoril Praia, da segunda divisão portuguesa, no começo de setembro. O sigilo total tinha como objetivo manter em segredo o que vinha sendo testado durante o período de data Fifa. Porém, logo começou o burburinho sobre um zagueiro alto, esguio e com postura firme que chamou a atenção. Seu nome? Morato.

A vitória de 3 a 2 sobre o Estoril foi a estreia do ex-prata da casa do São Paulo entre os titulares do Benfica. Em pouco mais de um mês na nova casa, o jovem jogador de 18 anos já virou figurinha carimbada no profissional e é tratado como “pechincha” pelo clube encarnado.

A exemplo do que aconteceu em setembro, Morato está de volta ao time principal do Benfica nesse período de jogos de seleções. Até aqui, ele tem sido utilizado mais na equipe B. O salto em definitivo para cima, porém, deve ser questão de tempo.

“Pagamos seis milhões de euros [R$ 26 milhões] pelo Morato e, se fosse daqui a dois ou três meses, teríamos pagado muito mais. É um jogador que vai render muito mais. Acho que fizemos um excelente negócio”, afirmou o presidente Luís Filipe Vieira, não escondendo o entusiasmo em entrevista recente.

“Pelo menos o treinador está muito contente com ele. Os dois treinadores: o da equipe A e o da equipe B”, completou. No radar do Benfica desde sempre, Morato foi contratado como uma oportunidade do mercado, com os portugueses tirando proveito da situação financeira do São Paulo e da influência do empresário Giuliano Bertolucci para bater o martelo em sua compra. Entre outros negócios com o tricolor paulista, o empresário foi responsável por intermediar o acordo recente com o técnico Fernando Diniz.

Na semana passada, Morato viajou com os juniores do Benfica a São Petersburgo, na Rússia, para enfrentar o Zenit pela Uefa Youth League, versão de aspirantes da Liga dos Campeões. O resultado fora de casa foi uma contundente vitória por 7 a 1. Em seu dia a dia, ele tem a companhia de outros dois brasileiros: Vinícius Jaú, ex-Athletico Paranaense, e Pedro Henrique, ex-Anápolis. Aos poucos, tem sido utilizado na segunda divisão portuguesa para se ambientar ao novo país e cumprir a expectativa interna: seu futebol é comparado ao de outra revelação que passou pelo Estádio da Luz, o sueco Victor Lindelof, que hoje defende o Manchester United.

“A médio prazo, [ele] é um jogador que tem de crescer e que terá o seu espaço. Acho que é fundamental compreendermos aquilo que é o caminho do nosso trabalho. Em termos de formação, é tentar dar todas as condições para que todos os jogadores cheguem à equipe B. E nesse patamar, dando oportunidade de competir na segunda divisão, um campeonato competitivo”, afirmou o técnico Bruno Lage.

“Depende deles, do trabalho deles, de seus rendimentos e das chances que vão surgindo em cima. Em uma perspectiva de mercado, é sempre para a equipe B que vamos olhar primeiro, e depois para fora”, completou. Atualmente o Benfica tem como zagueiros no time profissional os titulares Rúben Dias, de 22 anos, e Francisco Ferro, que possui a mesma idade. Badalados em Portugal, os dois dificilmente seguirão por muito tempo no país. É justamente nessa linha de sucessão que Morato deve dar em breve um passo adiante para substitui-los e garantir o seu espaço. Com contrato até 2024, o defensor tem como sonho repetir o sucesso de compatriotas como Luisão, David Luiz e Mozer, que brilharam na zaga.

UOL

Anúncios

28 comentários

  1. É a logica ! clubes brasileiros devendo até as cuecas, vendem bem abaixo do valor que realmente valem. Mas o tricolor vende até que bem, jogador da base, nem subiu para o profissional, 26 milhões ta bem pago.

    • Exato. E essa matéria parece mais uma matéria para valorizar jogador. Fez nada ainda e nem na equipe principal está. Pode ser que realmente vingue no profissional e estoure na Europa ou pode virar um zagueiro mediano.

      Eu torço por ele, mas o SP quando vendeu, estava até atrasando salários. E ninguém queria vender o Antony por 22 milhões de euros (acho que foi essa a proposta que chegou).

    • Deu um tiro no escuro e acertou. Igual quando o Militão subiu.
      Acontece e bola pra frente.
      F&#^$% o Benfica.

      Quero saber do Tricolor Paulista.

    • Não vende bem não!
      E é ainda pior, porque compra muito mal, senão vejamos Diego Souza 12 milhões, Jean 6 milhões, Everton Filipe 6 milhões, mais Biro Biro, mais William Farias, Calazans…os mais recentes!

  2. Que consiga jogar muito bem e seja vendido por uma fortuna , trazendo ao clube formador mais rendimento financeiro.

    Qualquer contratação é uma aposta e se tratando de jovens jogadores vindos da base a aposta é dobrada , pode dar muito certo ou muito errado , e exemplos não faltam ; Inácio lateral esquerdo , Lucas Piazon , Ademilson , Ewandro , Lulinha , Neílton que seria o novo Neymar e muitos outros….

  3. Pois é…

    Quando se tem uma administração digna de Z4, é isso que acontece: Vender jogadores com enorme potencial a troco de banana pra tentar minimizar o rombo causado por contratações que só visam os bolsos dos interessados…

    Lamentável.

  4. Semana de clássico (Uol,Globo,Gambazeta,Fofox,ESPRJ, Sportcofla e demais pseudos diários esportivos)
    vamos inundar a internet de matérias difamando, diminuindo e destruindo a instituição SPFC e seus jogadores.
    É maravilhoso de ver o amadorismo e parcialidade dessa imprensa de M…, imprensa nojenta brasileira.
    Torcida !!! fiquem atentos e reparem, basta conquistarmos alguns pontos que incomodamos, basta jogarmos bem que causamos caganeiras nos rivais.
    Isso me dá orgulho de ser SPFC, como é gigante esse clube !!!

    (obs : com o time sob nova direção não seria melhor fazer uma matéria falando da tática, do esquema e das novas ideias do técnico ? porque falar de um jogador que o clube sabia que era bom, porém é obvil que não seria titular pois se tem um setor certo no time esse é o defensivo.)

  5. Grandes promessas tambem foram vendidas e solicito avisarem onde estao: Piazon, Oscar, Boschilia, Marquinhos Cipriano, Tuta, Ewandro etc. etc…….

    • Oscar nao foi vendido. Ele foi tomado. São Paulo acabou recebendo muito menos do que ele valia.

      E tem gente que ainda quer de volta…

      • O SP ganhou na justiça do Trabalho, mas o presidente achou por bem aceitar o que o Inter ofereceu para não “prejudicar” o garoto. No fim de maio ele foi vendido ao Inter e investidores por R$15 mi. Em julho foi do Inter pro Chelsea por R$79 mi. Que a verdade seja lembrada.

  6. Pois é….ganharam um jogo treino contra o Estoril por 3 a 2 (levaram dois gols) e tratam a defesa como pérola….foi bem vendido e o próprio jogador queria isso. Se estourar melhor, pois abarcaremos mais dindin….

  7. Morato? Esta reportagem mostra como o futebol português atual está muito fraco. Só uma pergunta aos defensores dele; ele joga mais que o Bruno Alves, Arboleda, Walce ou Anderson Martins?

  8. a matéria está incompleta, “esqueceram” de relatar que o SPFC ainda tem 15% de fatia do rapas, se num futuro próximo for negociado por um valor parecido com a de Militão por exemplo o valor dobra, se formos colocar na balança, um atleta sub-18, que nem chegou ao profissional direito e joga na posição menos valorizada do futebol por R$ 27Mi, é uma baita de uma venda, se ele se destaca daqui a alguns anos esse valor dobra.
    Eu sou da turma que acha que Cotia serve para abastecer Barra funda, e que certamente la exintem meninos melhores que alguns da equipe principal, mas vivemos uma cultura em que é muito mais comodo exportar matéria prima e importar os produtos já prontos para o consumo, não temos um time B para colocar essa galera para disputar campeonatos como 2º, 3º divisão, a fim de pegar ritimo, ao contrário da Europa onde por exemplo um time Italiano pode ser formado todo por atletas espanhóis temos nossas dificuldades aqui e temos que se adaptar a elas, não é simplesmente colocar o cara para jogar no meio de um bando de macaco velho e ver o que da, por pior que seja essa forma de negócio é a forma mais barata e lucrativa de desenvolver nossas promessas.
    agora é torcer para virar um super zagueiro e ser vendido por caminhões de euros para abocanhar a nossa parte.

    • Cotia pode e deve abastecer a Barra Funda, entretanto o enorme investimento feito ali teve e tem como principal objetivo abastecer outros mercados. Sua concepção teve essa idéia principal. Não temos um patrocinador mecenas, nem o favorecimento indiscreto e maciço da mídia ao Flamengo e Corinthians. Mas Cotia é uma enorme vantagem comparativa que temos em relação aos demais clubes e devemos ter orgulho disso, pois podem ter certeza que somos invejados pela estrutura que há ali. Jamais conseguiremos absorver todos os jogadores com potencial saídos dali. Três ou quatro jogadores por ano é uma vitória. Melhor ainda se pudermos abastecer o mercado com nossos produtos (jogadores com potencial), isso significa melhorar a receita anual do clube. Precisamos muito disso, até porque o Morumbi já não tem mais a força do passado para gerar receitas ao clube

  9. “Tirando proveito da situação financeira do São Paulo e da influência do empresário Giuliano Bertolucci”. Deram o caminho das pedras.

  10. No radar do Benfica desde sempre, Morato foi contratado como uma oportunidade do mercado, com os portugueses tirando proveito da situação financeira do São Paulo e da influência do

    empresário Giuliano Bertolucci

    para bater o martelo em sua compra.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!