Eleições 2020 já começaram no São Paulo: Matéria fala de Casares não ser nome de Leco, MAC e suas possibilidades e o Blog complementa com suas impressões; veja

Conselho Deliberativo, Carlos Augusto de Barros e Silva (C), o Leco, presidente do São Paulo FC, com Marcelo Abranches Pupo Barboza (E), presidente do e Roberto Natel (D), vice-presidente do clube, durante o lançamento de sua candidatura à reeleição na sede do social do clube, na Zona Sul da capital paulista.

Hoje de manhã, o Globo Esporte. com fez uma rica matéria informando sobre nuances da votação que marcará o fim da Era Leco e início de um novo presidente após 5 anos. Leco não pode ser reeleito.

CENÁRIO POLÍTICO

Entre as colocações da matéria, destacam a alteração do novo quadro de conselheiros do clube:

“As atuais 240 cadeiras passarão a ser 260, sendo 100 de conselheiros eleitos e 160 de conselheiros vitalícios. A eleição deste novo Conselho ocorrerá por meio de votos dos associados do clube, em novembro do próximo ano.”

Segundo a publicação, há 3 frentes: Situação, Oposição e “Centrão”.

A oposição ao lado de Newton do Chapéu, Roberto Natel (vice de Leco) mas rompido com a gestão e outros grupos menores que não necessariamente se alinham com estes. Ambos, não tem chance de serem candidatos à presidência. Nenhuma chance de vencer, portanto, não serão candidatos.

Há o “Centrão” que não é base de Leco mas houve convergência para assuntos importantes como Mudança de Estatuto e Eleição de Vitalícios. Utilizaram como exemplo, Dedé, grupo que votou pró Pimenta e hoje compõe a Diretoria Social do clube.

MUDANÇAS

A base Leco chega a 120 conselheiros neste caso. Em reuniões, estão pleiteando:

Visando evitar um novo efeito Natel, querem que o vice seja indicado possibilitando aliança com o presidente e sua base. A mudança da votação, não sendo chapa alinhada ao presidente, já seria muito sentida na movimentação dos grupos.

Redução de vitalícios para 2023.

Associados poderem votar em 50 nomes de conselheiros e não mais em 20 nomes já para o próximo ano.

Impedir que o Presidente não possa também presidir o Conselho de Administração do Clube como hoje faz Leco limitando poderes. Lembrando que o Presidente do CA escolhe os nomes e em 9 integrantes, ainda tem força de voto para desempatar questões.

Tirar o posto de vice presidente do Conselho de Administração.

Estas mudanças ainda precisam ganhar quórum e força para serem votadas em Conselho e depois Assembléia.

CASARES

Como é de conhecimento público, Casares ué o nome mais forte para ser eleito e ele quer ser presidente. A publicação diz que ele não admite mas o Blog do São Paulo pode assegurar que Casares quer e se julga preparado.

Casares inclusive foi pedido por alguns conselheiros em 2017.

O que chamou a atenção na matéria é que informaram que Leco não aprova o nome de Casares.

MAC

A matéria mencionou MAC que hoje está na CBF e sua força pequena para assumir uma candidatura dentro do clube apesar de movimento forte nas redes sociais.

MAC obviamente toparia ser presidente mas não tem esse poderio hoje.

Outros nomes são estudados por grupos como Olten Ayres Jr, Homero Bellintani, De Rey e até mesmo Vinicius Pinotti.

Ainda há muita água para rolar mas é muito bom acompanhar de perto.

Blog do São Paulo

21 comentários

  1. Se o Casares não tem apoio do Leco, tomara que seja o próximo presidente, pq tudo que o Leco fez deu errado, então o Casares deve ser bom para o futuro do SP.

    • Gostaria de ver o marco Aurélio como presidente, esses caras aí é tudo farinha do mesmo saco,o são Paulo precisa de gente com ideias novas ,se entrar esses idosos aí que já estão com o pé na cova ,vai continuar a mesma coisa ……….

  2. Ninguém que anime…
    Se eu tivesse que apostar apostaria no Leco candidato, e possivelmente eleito, e mais uns 20 anos de briga na justiça

    • Eu também. E ele nos bastidores já tá lançando essa ideia. O argumento é que o primeiro mandato não valeria, pois foi uma substituição a Aidar, e não uma eleição. Vão ficar nessa de quem é o candidato, e no final aparece o grande salvador Leco. Por isso a reprovação dele ao nome do Casares, que é o único que teria alguma força de ir contra essa maquinação. Já já vão colocar o nome dele na frigideira. É quase certo que teremos Leco até o final de 2023, com uma grande bagunça no clube e infindáveis brigas na justiça.

    • Eu aprovo o Casares, pois quando o clube viveu um bom plano de Marketing e de futebol também, quem foi um grande responsável pelo patrocínio da LG, maior naquela época, foi o Júlio Casares.

  3. Só espero, que não surja um novo Aidar: fama de moderno, conversador, articulado, futurista…, mas que no fundo, se mostrou um oportunista, com interesses próprios, chegando a ser expulso do clube. Penso, que o conselho fiscal, tem que ser mais importante do que o próprio presidente, e que os demandos feitos no clube tenha punição no CPF do gestor!

  4. Quando aprovaram o novo estatuto disseram que os profissionais de cada área seriam remunerados e seriam contratados profissionais de destaque de cada setor. Na pratica, seu Lecú e cia nomearam seus aliados políticos e remuneraram seus amiguinhos. Nosso marketing não arrecada, não aproveita o potencial que o clube dispõe, nosso programa sócio torcedor insatisfatório, total acesso sempre com falhas. O conselho de administração formados por aliados políticos, o jurídico idem. Isso é profissionalização do clube seu Leco?? O clube necessita de um alicerce, uma fundação bem feita, o bom futebol é reflexo.

  5. E a possibilidade que estão aventando, de o Leco ir na Justiça e querer se reeleger, ela procede Zanquetta?
    E o Roberto Natel não pode juntar oposição e centrão e ter chances de vitória?

    P.S. E parabéns pelo seu trabalho e dedicação ao Blog, hj em dia, a melhor fonte de informação sobre o nosso Tricolor!!!!

  6. Newton do Chapéu, Cazares, MAC…como precisamos dar uma oxigenada na politica do clube….são as mesmas pessoas que ou apoio o Leco e estamos hj nessa pindaíba desgraçada ou não inspiram confiança de uma mudança.
    Não aparece ninguém novo, ninguém com credibilidade a chance de mudar o presidente e continuar os mesmos conchavos é imensa

  7. Leco. Sem chance alguma em 2020. O seu pijama já chegou. Oposição ou aqueles nomes apontados sem chance porque não tem apoio. O Dedé não é santista? O Pinoti nem é conselheiro. Casares, MAC, sei lá tudo pode acontecer daqui 15 meses. Mas também tudo pode mudar se o São Paulo Futebol Clube virar empresa. A ver….

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!