Nada como fazer valer o bom retrospecto fora de casa neste Brasileirão para fazer as pazes com a vitória. Vencer, aliás, não só foi importante para garantir os três pontos ao São Paulo depois de quatro tropeços na competição, mas também para aliviar a pressão sobre o técnico Cuca.

Ao bater o Botafogo fora de casa neste sábado (21), o Tricolor chegou ao seu quinto jogo vitorioso como visitante (Goiás, Fortaleza, Fluminense, Athletico-PR e Botafogo) em dez jogos, e está entre os times que mais venceram nestas condições até o momento.

Em busca de espantar a má fase, o comandante tricolor resolveu modificar a escalação ao promover o retorno de Juanfran na lateral direita e Luan no meio-campo. Outra escolha foi Hernanes na vaga de Antony para começar o duelo e, desta forma, Daniel Alves ficou mais avançado. Toró também foi outra novidade na frente.

Toró, no entanto, parecia perdido em boa parte do duelo, primeiro ficou aberto pelo lado esquerdo, depois pelo direito. Por fim, fez valer sua escalação ao dar o passe do primeiro gol tricolor.

Apesar de um início tímido, vendo o Botafogo tentar as principais jogadas, o Tricolor se soltou, principalmente com Reinaldo, até abrir o placar, com o Profeta, apagado até então. Depois, o time de Cuca ainda acertou a trave, mas quem chegou ao gol foi o Botafogo.

Mesmo bem marcado, Daniel Alves ocupou bem o meio-campo ao lado de Hernanes, enquanto Tchê Tchê e Juanfran buscavam o jogo pela direita.

A queda de rendimento do Botafogo na segunda etapa fez o São Paulo ir atrás da vitória a qualquer custo. Pablo já tinha acertado a trave na primeira etapa e, apesar das poucas chances que teve, foi o responsável pela vitória do time nos acréscimos.

O time paulista pode ainda, ao final da rodada, terminar no G-4 e voltar a sonhar com atuações melhores de agora em diante.

Lance!

Anúncios