Treino do São Paulo tem susto de Dani Alves e assistência de Pato

Se nos jogos, o São Paulo tem tido dificuldades na armação das jogadas, ao menos nos treinos, a coisa parece mudar. A atividade da tarde desta terça-feira (17), no CT da Barra Funda, foi marcada por uma assistência precisa de Alexandre Pato durante o coletivo em campo reduzido comandado por Cuca. Outro momento de destaque foi um susto de Daniel Alves.

Os dois foram os responsáveis pela armação do time laranja, um dos três montados por Cuca para a atividade. Em uma jogada por dentro, Pato usou o pivô de Dani Alves para dar assistência precisa e ver Vitor Bueno marcar golaço, o mais bonito do treinamento.

Minutos depois, em novo ataque do time laranja, Daniel Alves subiu para disputar bola aérea com Calazans e acabou se chocando com o companheiro, cabeça com cabeça. O camisa 10 recebeu rápido atendimento médico no gramado e logo voltou à atividade, sem qualquer restrição.

O técnico Cuca teve à disposição o elenco do São Paulo praticamente completo, e a exceção foi Hernanes. Dois dias após jogar 90 minutos contra o CSA, o meio-campista fez exercícios físicos no mesmo campo do coletivo, mas à parte dos companheiros. Ele deve retomar as atividades com bola ao longo da semana e estar à disposição para enfrentar o Botafogo na manhã do sábado (21), no Rio.

O São Paulo treina sob sigilo no restante da semana: apenas 15 minutos do treino desta quarta (18) serão abertos à imprensa, e as atividades de quinta e sexta-feira (20) são fechadas. O duelo com o Botafogo vale pela 20ª rodada, a primeira do returno do Campeonato Brasileiro.

Zero Hora

Anúncios

15 comentários

  1. O que assusta mesmo, é a persistente falta de futebol no SPFC.

    – Não jogamos nada.
    Não marcamos gols.
    – Não vencemos jogos.
    – Não disputamos nada.

    – Não vencemos coisa alguma.

    #Triste SPFC.

  2. Pelo que vimos por ai, o treino do SP teve tambem a eficiencia na finalização de gols, conforme circula pela internet. Um verdadeiro espanto.

  3. Bacana os treinamentos serem sigilosos… assim ninguém vê o nada que vem sendo treinado…

    Calazans apareceu… pra tentar tirar o Dani Alves do jogo…

    Deficiência em finalização nada mais é do que preparação física precária, pois perde-se o tempo da bola devido as pernas estarem “pesadas”….

  4. Sobre treinamento, eu digo o seguinte: que erre bastante lá e acerte algumas no jogo, onde as tentativas são em menor número e tá bom dimaissô, rs

  5. Sobre o treino de finalização. Os kras soltam a perna e tentam dar direção ao chute. A intenção não é fazer o gol e sim colocar força e precisão no chute. E é aí que se faz o ajuste pra acertar a precisão no chute…

  6. Também né. Depois daquele vexame nas finalizações, melhor nem mostrar mais nada. Que ridículo, um time com 27 finalizações, só converter 4 é vergonhoso! Eu não entendo, todo mundo sempre enche a bola do saudoso Telê pois ele fazia o jogador fundamentos até a exaustão, por que o Cuca não adota isso?! o time do SP é bom, tem volume de jogo e intensidade, porém na hora de finalizar, é uma tristesa só.

    • Acho que a diferença é que o Telê treinava e exigia melhora, outros técnicos tem medo de exigir do jogador, fica nessa conversa mansa, dois toques ali, etc. Difícil a evolução. Vê a chamada do Jorge Jesus no Arão durante um jogo (não lembro qual) e vê o Cuca comendo unha na beira do campo.

  7. Sobre o assunto finalização em treino acho uma tremenda besteira ficar discutindo isso. Mas o que choca, como um todo, é a falta de foco e desleixo com que os jogadores encaram as atividades. Pelo que eu ví nos vídeos parecia claramente uma coisa forçada, sem um pingo de vontade, uns chutes na lua que nem jogador de várzea faz. A palavra “relaxo” resume bem.

    Então se a gente extrapolar isso pro resto do treinamento dá pra entender o pq mesmo com muito tempo livre o time não evolui.

  8. 442, Volpi, Juanfran, B. Alves, Arboleda e Reinaldo, losango no meio com Tchê Tchê mais recuado, Dani Alves na direita, Hernanes na Esquerda e Pato mais avançado. Ataque com Pablo e Antony (Everton)

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!