Liziero comemora sequência de partidas consecutivas pelo São Paulo após a Copa América

O ano de 2019 não vem sendo fácil para o volante Liziero. Primeiramente, no Campeonato Paulista o volante sofreu uma lesão no tornozelo direito logo no inicio da competição e só retornou nas quartas de finais. Entretanto, nas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro o atleta voltou a se lesionar em partida diante do Bahia.

Dessa forma, Liziero não conseguiu se firmar no time principal e além das lesões dentro de campo, também  vem sofrendo com problemas musculares que muitas vezes acontecem nos treinamentos.

Posteriormente, o volante se recuperou dos problemas físicos, vem readquirindo ritmo de jogo atuando pelo tricolor do Morumbi. Na partida realizada diante do CSA no último domingo Liziero comemorou a sequência de seis partidas consecutivas em 2019.

Só para ilustrar, o atleta não havia conseguido disputar uma sequência de seis partidas no ano, tendo tido no máximo uma sequência de apenas quatro jogos.

As atuações do volante vem sendo sólidas, mesmo tendo sido substituído em todas as partidas. Nesse momento o atleta comemora a série de jogos longe das lesões antes de projetar a titularidade absoluta no meio campo da equipe tricolor.

Oportunidade de mostrar o seu potencial

Além disso, o jovem possui apenas 21 anos de idade e apesar das diversas lesões na carreira a pouca idade pode ajudar em sua projeção e participação no São Paulo.

Outra característica marcante de Liziero é a polivalência, pois o jogador atua no meio campo como posição de origem, mas já jogou como ponta diante do Athletico Paranaense e também já quebrou o galho na zaga em algumas ocasiões.

O São Paulo volta a campo pelo Campeonato Brasileiro no próximo sábado às 11h00 diante do Botafogo no Nilton Santos. Logo após o empate diante do CSA atuando no Morumbi, a equipe necessita de um bom resultado para não ver os lideres se distanciarem.

Torcedores.com

Anúncios

14 comentários

    • Prefiro a segunda linha com Daniel Alves na direita, Tchê Tchê e Hernanes no meio, Éverton na esquerda pois pra jogar ali aberto precisa ter mais velocidade e mais preparo. Apesar dos 2 machucarem muito.

      Liziero, Anthony e Igor Vinicius como opção no segundo tempo.

    • Infelizmente o departamento médico e de fisiologia do SPFC não é mais o mesmo da época de ouro . Hoje é muito fraco, deixa a desejar, eu, se fosse o liziero, procuraria o dr. Turíbio para descobrir a causa de tantas lesões musculares

    • Por enquanto a base super-vitoriossa tem decepcionado profundamente. Antony, a maior esperança, não evolui. Não consegue mais ir à linha de fundo, dribla numa região do campo onde não é perigoso para o adversário, passa mal e, principalmente, chuta como uma criança, chute fraco que não incomoda qualquer goleiro. Liziero começou bem quando lançado , mas as contusões parecem te-lo afetado no campo da confiança, voltou muito mal ao time. Toró é apenas esforçado, jogador muito limitado, não tem a menor condição de jogar no SPFC. Igor Gomes, não sei dizer, não teve as chances adequadas com Cuca, que parece não gostar do futebol dele, não tem entrado bem, parece ser mais do mesmo. Luan, que parecia uma esperança para a cabeça de área , involuiu ao invés de evoluir, erra muitos passes, chuta mal, enfim não é um volante moderno como esperávamos. Resta ver o Walce, que pode ser uma boa alternativa ao ridiculo Anderson martins. De qualquer forma, aquele slogan da torcida, ” coloca a base que resolve”, caiu por terra. Se fizéssemos um time com base neles lutaríamos para não cair, infelizmente é a realidade. Acho que Cotia precisa de ajustes, não é possível que os jogadores saiam de lá sem saber chutar. Ridículo!

  1. Está entrando em campo, ma seu futebol está dispersivo, ele está desatento, foi dele aquele lance grotesco em que o juizão poderia ter marcado penal para o ceará. Ele precisa entrar focado, mas talvez esteja faltando confiança devido à série de lesões que teve. Vamos esperar a sequencia dele para ver se melhora ou perde a posição

  2. Se o o SPFC tem um elenco com uns 27 jogadores digo que uns 7 devem estar focados e o resto deixa rolar o dia-a-dia como se a responsabilidade fosse receber salário e jogar umas partidas todo mês pra cumprir tabela.

    O dia que alguém conseguir transformar esses jogadores em um grupo focado num objetivo coisas boas vão acontecer. Mas se 11 jogam e só uns 2 querem algo fica difícil.

    • Fabio, não acho que seja esse o problema. o problema real, que ficou claríssimo para mim no jogo como CSA, é que os jogadores não sabem o que fazer com a bola quando bem marcados. Faltou a eles triangulações, infiltrações, jogadas na linha de fundo, parecem ter medo de tentar e errar. E quando chutavam a gol era um festival de horrores. Mas não tenho nenhuma dúvida de que o time é muito mal treinado, uma grande , uma enorme decepção o trabalho do Cuca

  3. Devido à instabilidade de Liziero, o fracasso de Luan, a ruindade de Hudson, acho que o SPFC precisa de um volante de qualidade. Podemos procurar na Europa, eu ficaria satisfeito se pudéssemos trazer de volta o Souza, se bem quem sei como e onde ele está jogando

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!