Flamengo, São Paulo, Corinthians, Palmeiras e Santos disputariam títulos na Europa, diz Jorge Jesus

Passadas 18 rodadas, a tabela do Campeonato Brasileirotem Flamengo, Santos, Palmeiras, Corinthians e São Paulo como os cinco primeiros colocados. Para o português Jorge Jesus, 65, treinador da equipe carioca, essa elite teria condições de brigar por títulos em ligas europeias.

“Sei o que estou a dizer: Se quiserem ir para os melhores campeonatos da Europa, na Espanha, na Itália, na Alemanha e na Inglaterra, jogam pelos primeiros seis lugares”, diz o técnico, à Folha.

Na lista citada pelo treinador, chama a atenção a ausência do Grêmio. O time gaúcho será o adversário do Flamengo na semifinal da Libertadores. O primeiro jogo será no dia 2 de outubro. Neste sábado, o rubro-negro do Rio enfrenta o Santos, às 17h, no Maracanã, pelo Nacional.

O jogo marca o primeiro encontro do português com o argentino Jorge Sampaoli, 59, único estrangeiro à frente de uma equipe brasileira até a chegada de Jesus à Gávea, há três meses.

Neste período no Brasil, o português afirma ter enfrentado adversários muito bem treinados. “Tenho jogado contra equipes com muita qualidade do ponto de vista tático, coisa que alguns anos não existia [no Brasil]”.

É uma opinião diferente da que ele tinha há cerca de um ano, quando concedeu uma entrevista à revista francesa So Foot. Na ocasião, afirmou que os técnicos brasileiros estavam ultrapassados, pois sempre tiveram muitos craques à disposição.

“Quando você tem uma grande qualidade [de atletas], que os jogadores brasileiros normalmente têm e no passado resolviam sozinhos as coisas, nós treinadores, muitas vezes, nem precisamos olhar muito para a parte tática”, argumenta. “Quando você tem um Messi, muitas vezes, ele resolve seus problemas”, acrescenta.

Qual foi o principal aspecto que você precisou trabalhar com o elenco do Flamengo para tornar o time mais competitivoPrimeiro tivemos de incorporar nossa ideia, como uma equipe técnica nova, com ideias completamente novas. Não digo que são melhores, apenas diferentes. 

Diferente em que sentido? Somos uma equipe que, quando não temos a bola, procuramos recuperá-la rapidamente. Nós [os portugueses], na Europa, fomos os primeiros a ter essa ideia de jogo. Também temos uma força defensiva, não abdicamos disso. 

Quem tem o futebol mais bonito do país, o Grêmio, como diz o técnico Renato Gaúcho, ou o Flamengo?Isso para mim não é muito importante. Cada treinador acha que tem a melhor equipe, o melhor futebol. Isso é normal. Eu aceito a opinião de todos e eles também têm que aceitar a minha. Eu acho que a minha é melhor. O melhor só vai se ver quando o campeonato acabar, quem ganhar os títulos serão os melhores. O que fica é isso. 

Além do Flamengo, que outras equipes do futebol brasileiro, na sua opinião, poderiam competir em igualdade nas ligas da Europa?  Eu já joguei contra o Barcelona, Manchester United, Real Madrid…E eu digo: Corinthians, Santos, Palmeiras e São Paulo, além do Flamengojogam pelos seus primeiros lugares nos melhores campeonatos da Europa, na Espanha, Itália, Alemanha e Inglaterra. Não sei se ficariam em primeiro, segundo, terceiro ou sexto, mas jogam. E não estou a fazer favor nenhum. Isso é a verdade dos fatos. 

Qual a liga mais competitivaA da Alemanha. A Inglaterra tem um marketing atrás que faz uns cenários muito bonitos, mas não é aquilo tudo que julgam que é. 

Por que não é? Lá [na Inglaterra] não estão as grandes equipes da Europa. Este ano, sim, com o Liverpool e o Tottenham na final daChampions. Mas olhe uns quatro, cinco anos para trás se as equipes inglesas iam a alguma final da Champions. Nestes últimos dois anos, tiveram essa vantagem. 

O senhor falou com técnicos brasileiros quando foi contratado pelo Flamengo ou algum deles o procurou?Não. Antes de ser contratado pelo Flamengo, já tinha vindo ao Brasil ver alguns jogos. Não tenho uma aproximação profissional com os técnicos. Conheço o Emerson Leão, o Abel Braga, o [Péricles] Chamusca. 

E no campo, antes das partidas, algum veio lhe dar boas vindasNão. Comigo, não. Isso nunca aconteceu.

Isso seria comum na Europa? Se eu fosse treinar na Inglaterra, teria falado com o José [Mourinho], ou com o Marco [Silva], ou com os vários treinadores portugueses que estão nas outras ligas, na França, alguns na segunda liga da Espanha, na China. Aliás, o último campeão da China foi um português. Portanto, os treinadores portugueses, neste momento, são requisitados como os melhores do mundo, isso não tenho dúvida nenhuma. 

Já os treinadores brasileiros não estão presentes nas ligas europeias. O que ajuda a explicar isso?  Não tenho uma opinião para poder justificar por que não estão. Não sei explicar muito bem qual é o problema que há. Mas, nós portugueses, há muitos anos, também não tínhamos muita aceitação em parte nenhuma do mundo, pelo menos, naqueles países onde tem o maior desenvolvimento do futebol, na Europa.

O que os treinadores portugueses fizeram para quebrar essa barreira? O José Mourinho foi o primeiro a ir para a Inglaterra. Passaram a valorizar o treinador português. Pouco a pouco, foram outros. Nós criamos uma metodologia de treino que todos os treinadores europeus querem copiar.

Dos atuais técnicos brasileiros, quem você acredita que poderia trabalhar na Europa? Se o Tite pode treinar a seleção do Brasil por que não pode treinar qualquer equipe do mundo? Tenho jogado contra equipes com muita qualidade do ponto de vista tático, coisa que há alguns anos não existia, mas hoje tem. 

Há um ano, o senhor afirmou que os treinadores brasileiros estariam defasados taticamente por sempre terem muitos craques à disposição. Quando você tem uma grande qualidade, que os jogadores brasileiros normalmente têm e no passado resolviam sozinhos as coisas, nós treinadores, muitas vezes, nem precisamos olhar muito para a parte tática. Isso é normal. Com isso, não quer dizer que [os técnicos brasileiros] estão ultrapassados. Quando você tem um Messi, muitas vezes, ele resolve seus problemas sem que você precise ser um treinador taticamente muito evoluído. 

Neste caso, hoje são os treinadores europeus que têm à disposição os melhores jogadores. Então, o treinador europeu é quem tem essa facilidade atualmente? Na Europa, se dá importância para o jogo coletivo e não só individual. Isso não sou eu que digo, sempre ouvi dizer que os jogadores brasileiros, quando vão para a Europa, viram jogadores melhores. Algum motivo tem de ser. . 

Neymar tem sido constantemente criticado por seu comportamento. Como avalia a postura dele Como treinador, eu nunca tiver o prazer de jogar contra ele, que é um grande jogador. Agora, ele precisa definir qual é o seu prazer. O que ele valoriza mais? O meu prazer e minha paixão é jogar futebol ou o meu prazer e minha paixão é a vida social que eu quero ter? Tem que escolher. Se for o futebol, vai ter um comportamento profissional e responsável, como tem o Cristiano [Ronaldo] e o Messi. Eles não são os dois melhores do mundo por acaso. Eles são os melhores em tudo, inclusive em comportamentos fora do futebol.

Quando o senhor decidiu vir trabalhar no Brasil, sua família manifestou alguma preocupação em relação às questões de segurançaEu já conhecia o Brasil mais ou menos. Portanto, vim porque o meu prazer e a minha paixão está acima de tudo. Se há coisas negativas no Brasil, também há em Portugal. Mas como meu prazer e minha paixão de vir treinar aqui era maior, tudo o que tem além disso, para mim, é secundário.

Mas seus familiares perguntaram sobre segurança? A mim não importa muito o que perguntam. A mim importa os meus comportamentos. Eu gosto de viver no Rio, é uma cidade maravilhosa. Não vejo, não senti nada até hoje do que seja diferente de viverem uma grande cidade. Não sou eu que vou ser um veículo transmissor de qualquer coisa negativa do Brasil, que é um excelente país, que tem defeitos como todos têm. 

Como o senhor avalia o governo do presidente Jair Bolsonaro? Olha, politicamente eu não tenho acompanhado muito o que se passa. O Brasil é um país muito grande. Não é fácil governar com uma ideia coletiva. Aquilo que se passa para o mundo, fora do Brasil, é que não é um país seguro. Eu não noto isso. Eu acho que, politicamente, aquilo que tentam neste momento é o que o povo brasileiro tenha segurança. Há um governo que está a tentar dar segurança.


Jorge Jesus, 65

Nascido em Amadora, Portugal, atuou como meia. Só jogou em seu país, em 12 clubes. Há 30 anos, é treinador, com passagens por Benfica, pelo qual foi tricampeão português, e Sporting. Assumiu o Flamengo em junho deste ano.

Folha de São Paulo

Anúncios

26 comentários

  1. Isso ja ta chato impressa tem nada para fazer fica com essas besteiras, esse time do flamengo so arrebenta aqui por o nivel tecnico do futebol brasileiro é baixíssimo, qualquer um dos 10 grandes do brasil iam brigar para nao cair na europa, gabriel so joga aqui em 2 anos de europa jogou 180 minutos. Já deu isso historia mais chata, esse jesus so treinou em Portugal onde tem 2 times e um 3 terceiro meia boca, flamengo nao ganha nem brasileirão nem libertadores vão vendo, vai precisar de uma derrota pra essa bola baixar

  2. Tentaria o Sampaoli para o ano que vem. Cobriria uma proposta do Santos pelo dobro do oferecido e daria carta branca para ele montar o time. Ele conhece o clube, quase foi nosso treinador por algumas vezes, pode ser que aceite.

  3. Não força a barra Jorge Jesus …

    São Paulo atualmente não disputa títulos nem aqui no futebol brasileiro quem dirá na Europa.

    Nem mesmo o Flamengo que é disparadamente o melhor time atualmente do futebol brasileiro disputaria títulos contra as principais potências da Europa.

    Mais a de reconhecer que o Jorge Jesus faz um trabalho ótimo no Flamengo , coisa que o Abel Braga não conseguiu em momento nenhum.

  4. Discordo pra mim o Flamengo ganha este Campeonato brasileiro com o pé nas costas , é disparadamente o time que mais joga futebol ,e o quinteto Gerson , Arrascaeta , Everton Ribeiro , Gabogol ,e Bruno Henrique estão jogando muita bola.

    Eu não tenho nenhum problema ou complexo em reconhecer que atualmente o Flamengo é o melhor time do brasil , como teve época que foi o São Paulo de 2005 a 2008. Como foi o Corinthians de 2011 e 2012 , futebol é assim cada clube tem sua fase e seu momento e o momento atual é do Flamengo.

    Se fosse o São Paulo no atual momento do Flamengo e imprensa elogiando a gente ia achar o máximo , como é o rival gente fica incomodado .. faz parte.

  5. Outro dado chama atenção o Gabigol tem 16 gols no Campeonato , quase a mesma quantidade do ataque do São Paulo no Campeonato que marcou 20 gols.

    • O time do SPFC ainda não existe. Graças ao péssimo trabalho da gestão leco -Raí, Cuca chegou apenas em Abril , os jogadores contratados ficaram praticamente todo o tempo no risível Departamento médico. Vejam que até hoje Pablo não jogou com Pato nem com daniel Alves nem com hernanes. Impossível montar um time assim e Cuca não ajuda fazendo imbecilidades como tirar bruno alves e colocar um lixo com Anderson marins. O time do SPFC seria rebaixado no campeonato ingles e o Flamidia lutaria para ficar entre o sexto e sétimo lugar

  6. Eu chego a achar que é melhor o Hunter ganhar a Copa do Brasil, porque se perdem vão vir forte no brasileiro com o time titular. O Pathetico não ter a tanta força no brasileiro. Perdeu pro Avaí em casa.

  7. Estou impressionado com a quantidade de pessoas que entram aqui e postam seus comentários e afirmam que o São Paulo não consegue nem a Libertadores. Seriam torcedores do São Paulo Duvido.

  8. Libertadores acho que consegue e vou além é obrigação terminar no G4 . Título já se foi a muito tempo , nem sei se em algum momento realmente brigamos pelo título, ficamos várias rodadas esfacelados com meio time no D.M e acumulando vários empates e derrota para equipes fracas como Vasco e empate em casa com reservas do Grêmio.

    Após a Copa América. São Paulo terminou com 14 pontos na parada . somou 17 pontos na volta , em 9 jogos , 5 vitórias , 2 empates , 2 derrotas .

    Flamengo tinha 17 pontos na parada , somou 25 pontos na volta ,em 10 jogos ,8 vitórias 1 empate 1 derrota.

    Palmeiras terminou com 25 pontos na parada ,somou 14 pontos volta , em 10 jogos , 3 vitórias , 5 empates , 2 derrotas.

  9. Hahahaha puts, e cada uma viu?! O Flamengo e hoje o melhor time do Brasil sem duvidas, até mesmo pelo investimento certeiro que fez, que o Jesus é um bom técnico, não há duvidas, ainda mais nesse marasmo brasileiro, agora colocar qualquer time daqui brigando com os grandes europeus e de mais, Jesus só treinou times portugueses onde se tem apenas 2 times de ponta lá, nunca fez nada espetacular da forma como estão colocando, e mesmo aqui no Brasil e mérito dele o bom futebol que sei time tá jogando mas será que ele conseguiria fazer um super trabalho com o time do Santos? Ou com o time do São Paulo? Ou com o time do Atlético-PR? Será que ele estaria fazendo esse super trabalho em um desses times?

    • Acho que sim… Todas essas outras equipes que citou são bastante técnicas. Com técnico minimamente capaz essas equipes poderiam jogar mais futebol do que jogam hj, especialmente o SP!!

  10. Gabigol sempre sobrou no futebol brasileiro , torcida fica com birrinha porque ele tem um estilo provocador , já jogou no rival Santos , mas no futebol brasileiro o cara deita e rola ,é de longe o melhor atacante do futebol brasileiro.

    Mais vale pagar 1 milhão por mês a ele , que 500 mil pra Jucilei , e Diego Souza.

  11. O que JJ faz no Flamengo e pra tirar o chapéu. O mesmo se diga de Sampaoli no Santos. A diferença tática das duas equipes para as outras 18 e mto grande. Não acho que essa frase se aplique como é hj pela questão financeira. Mas, num exercício de condições, se essas equipes tivessem a msm quantidade de torcedores que tem no Brasil na Europa certamente seriam as maiores do mundo.

  12. No São Paulo com certeza ele ou Sampaoli estaria fazendo um trabalho bem melhor que do Cuca.

    Mais não tiro o mérito dele , Abel Braga tirando o Gerson e o Pablo Marí tinha este mesmo elenco no Flamengo e fez um trabalho bem fraco.

    • Lembrando que o Abel perdeu do Penarol em casa na primeira fase da libertadores com Arrascaeta no banco… Fosse no SP pediria sua demissão por justa causa naquele dia.

  13. Nenhum time brasileiro hoje, ganharia qualquer Campeonato Europeu e muito menos um Mundial de Clubes, no máximo estaria lutando para não ser rebaixado.

  14. O Mister fez uma média daquelas com os times brasileiros, mas a Europa é grande, tem muitos países, de repente o São Paulo e os outros times citados brigariam pelo título no campeonato tcheco, no romeno, no sueco, no albanês, entre outros do mesmo nível…
    Mas no Inglesão, no Alemão, no Espanhol e no Italiano, esquece, a briga seria contra o rebaixamento!!!!

  15. Que piada, isso é igual a afirmação do Casagrande uns anos atrás dizendo que o Corinthians bateria de frente com Real Madrid, se colocar Flamengo ou Palmeiras para jogar contra qualquer mediano (nem precisa ser um grande) de algum país da Europa onde o futebol seja mais forte (Inglaterra, Alemanha ou Espanha) leva um sacode que até perde o rumo de volta pro Brasil, não tem a mínima comparação, jogador em fim de carreira, que ninguém mais quer na Europa chega no Brasil e deita nesse campeonatinho mixuruca que é o brasileirão.

    Os outros times então nem se fala, São Paulo, Santos, etc, levam um sacode até de times da Ucrânia e Rússia.

  16. esse cara é tipo um connor, um sonnen da vida, só fala merda, alias é um ser extremamente arrogante e deu sorte do flamerda ter muita grana. jaja acaba o encanto com esse sonnen ai ai ele volta pra portugal naquele campeonato horrivel.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!