A mudança de Cuca no triunfo gigante do São Paulo que (quase) ninguém viu

É absurdo que em 2019 tenhamos que acompanhar um jogo do Brasileiro apenas por rádio e internet sem streaming. Por mais que se entenda e até estimule resistências como a do Athletico na negociação com a Rede Globo, os clubes deveriam ter autonomia e encontrar um canal comum para atender ao público que não tinha como ir ao estádio e foi obrigado – alguns por dever de ofício, como eu – a acompanhar uma transmissão amadora.

Até pela relevância da partida adiada por conta do compromisso do time paranaense no Japão. E o triunfo gigante do São Paulo que chega a cinco vitórias seguidas e 30 pontos, encostando em Flamengo e Palmeiras e ficando a apenas a dois pontos do líder Santos. Cenário inimaginável antes da pausa para a Copa América.

Com Daniel Alves em campo, mas não Juanfran, que começou no banco. Igor Vinicius entrou na lateral direita e iniciou a jogada do gol único da partida. Pouco depois de uma mudança de posicionamento orientada por Cuca: no 4-1-4-1, Liziero foi para o lado esquerdo da linha de meias e Vitor Bueno entrou por dentro. Na inversão rápida de bola, passe do volante mais aberto e gol do meia.

Mais que justo, é necessário dar os créditos ao treinador que vai arrumando a equipe do Morumbi e ganha com os reforços a mentalidade vencedora que vinha faltando no vestiário. Capaz de fazer um jogo igual e impor a primeira derrota da equipe de Tiago Nunes na Arena da Baixada utilizando os titulares.

Duelando por posse de bola (52% para o time mandante), finalizando sete vezes contra oito – três para cada lado no alvo. Sem o sufoco que a grande maioria sofre em Curitiba. Pena que (quase) ninguém viu.

André Rocha – UOL

Anúncios

5 comentários

  1. O problema é que cada clube só olha para o seu próprio umbigo, se os clubes fossem unidos conseguiriam muitos mais dinheiro, mas é uma guerra para ver quem consegue mais. Dá nisso!!!!

  2. Depois de tanto tempo parece que estamos aos poucos entrando nos eixos. Jogadores comprometidos, nível técnico subindo. Só faltava o Leco desaparecer da face da terra. E a travecada tá sofrendo com o Tapetense.

  3. O Sinthetico Paranaense acha que é o “Parmeras” para peitar a Rede Esgoto, e por isto não vão se preocupar de fazer uma força para assinar, a mesma já ofereceu os termos, mas não querem, o azar é deles. Agora um adendo: a divisão de cotas para 2020 melhorou muito, mas pode avançar mais, só dependem dos outros 17 clubes, pois Gambas, Urubus e Porcos não iram fazer força para melhorar, já que hoje são os queridinhos desta emissora nojenta e manipuladora.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!