Daniel Alves, Rafinha, Filipe Luís, Juanfran… Flamengo e São Paulo foram dois dos clubes que mais se movimentaram nesta janela de transferência em busca de reforços. Principalmente vindos da Europa. No entanto a convocação de Tite, nesta sexta-feira, deixou claro que, mesmo com os altos investimentos para trazer atletas de fora, a dupla não tem aberto mão da formação.

Dos 23 nomes chamados para defender a Seleção Brasileira nos amistosos contra Colômbia e Peru, em setembro, oito foram formados nas divisões de base das duas equipes – quatro em cada -, o que representa 34,7% do total. Pelo lado rubro-negro, o zagueiro Samir, o lateral-esquerdo Jorge, o meia Lucas Paquetá e o atacante Vinícius Júnior. Na ala paulista, o goleiro Ederson, o zagueiro Éder Militão, o volante Casemiro e o atacante David Neres. 

Ao todo, 13 clubes brasileiros contribuíram para a revelação dos 23 convocados de Tite. Inclusive times que hoje não disputam a Série A. Veja a relação:

ORIGEM DOS CONVOCADOS DE TITE

Flamengo – 4 – Samir, Jorge, Paquetá e Vinícius Jr
São Paulo – 4 – Ederson*, Éder Militão, Casemiro e David Neres
Corinthians – 3 – Weverton **, Marquinhos e Fagner
Fluminense – 2 – Thiago Silva *** e Fabinho ****
Vasco – 2 – Philippe Coutinho e Allan
Am̩rica-MG РRicharlison
Athletico-PR – Alex Sandro
Bahia – Daniel Alves
Figueirense – Firmino
Gr̻mio РArthur
Ponte Preta – Ivan
Santos – Neymar
Uberlândia – Bruno Henrique 

* Ederson deixou o São Paulo com apenas 16 anos para defender o Benfica. Estreou como​ profissional pelo GD Ribeirão, também de Portugal.
** Weverton chegou ao Corinthians em 2006, aos 18 anos de idade, e foi jogador do clube até 2009. Porém, nunca atuou como profissional pela equipe, sendo emprestado para Remo, Oeste e América de Natal.
*** Thiago Silva estreou como profissional atuando pelo RS Brasil, em 2006, no entanto, sua formação foi feita no Fluminense, clube que voltou a defender três anos depois.
**** Fabinho é mais uma cria do Fluminense que deixou cedo o clube. Após dois anos na base do Tricolor – surgiu antes no Paulínia -, foi vendido ao Rio Ave, de Portugal.

Lance!