Retornos, reformulação e tempo de trabalho: São Paulo volta após folga

Dez dias se passaram desde que o São Paulo realizou seu último jogo pelo Brasileirão, o empate com o Atlético-MG, em 1 a 1, fora de casa, pela 9ª rodada da competição. Naquele momento, o time sentia demais a pressão pela falta de resultados, sofria pelos desfalques importantes e mostrava a necessidade de mudanças profundas em vários aspectos. De lá para cá os jogadores estiveram de folga e nesta segunda-feira voltam ao trabalho pra reconstruir esse cenário.

Algumas alterações já começaram a acontecer, como a saída de Carlinhos Neves, coordenador de preparação física e de Romildo Lopes, analista de desempenho. É possível que outras mudanças ocorram nos próximos dias. Nos bastidores há uma pressão por parte de conselheiros que pedem que algo seja feito em relação ao departamento médico do clube, alvo de muitas críticas, principalmente pelas lesões que assolam o elenco nesta temporada.

Em relação ao grupo, a expectativa é de que alguns jogadores mudem de ares, como o lateral-direito Bruno Peres, que deve retornar para a Roma, o meio-campista Jucilei, o meia-atacante Nenê, e o atacante Biro Biro. Os quatro são os “favoritos” para saírem do clube nesta janela de transferências.

Esse remanejamento aliviaria a folha salarial do clube e facilitaria a busca por reforços pedidos por Cuca, especialmente na posição de centroavante, carência da equipe em 2019, que é o pior ataque entre os concorrentes da Série A. Um lateral-direito, que seria o polivalente Adriano, do Besiktas, e um atacante que jogue pelas pontas também podem pintar.

Enquanto as possíveis contratações não chegam, a comissão técnica conta com a lista de atletas que voltam de contusão e devem estar disponíveis, em breve, para serem utilizados no segundo semestre, como o atacante Pablo, os meia-atacantes Rojas e Everton, e o meio-campista Liziero. Além de o retorno de Antony, que estava com a Seleção Olímpica, e Arboleda, na seleção do Equador.

Por fim, o aspecto mais valioso desta pausa, definitivamente, será o tempo de trabalho com treinamentos. Serão três semanas completas até a primeira partida oficial, contra o Palmeiras, no dia 13 de julho, pela 10ª rodada do Brasileirão-2019. Período providencial para reunir todo o grupo, incluindo os atletas que estavam machucados, e tentar novas variações de jogo, algo que a comissão técnica já não estava conseguindo oferecer nos últimos duelos.

Lance!

Anúncios

16 comentários

  1. Já que não contratações, até porque os pedidos pelos clubes ou pelos próprios jogadores envolvidos, pergunto;
    porque não aproveitar garotos da base para as posições carentes ?
    Acredito que pelo menos para a lateral direita, temos um garoto chamado CAIO, que vi jogar várias vezes e gostei das suas atuações.

  2. Pra mim o maior reforço para o SPFC não seria outra baciada de jogadores, ou trocar de treinador e preparadores, mas sim o fim da inércia e apatia de todos que trabalham lá dentro do SPFC, esse sim seria o maior reforço dos últimos anos que precisa acontecer.

    e só depende da diretoria e de mais ninguém, mas o problema é, será que eles enxergam isso? Se eles continuarem com essa arrogância acreditando que está tudo bem, vai ficar tudo na mesma.

  3. Agora vaaaaaaaaaaaaaaaaaaiiiiiiiiiiii

    Revigorados! Focados!! Preparados fisicamente!! Com a faca nos dentes!!! Com amor a camisa!!!

    Torneio de poker e Roland Garros é nosso!!!!!!

  4. Penso que já passou da hora de boa parte da torcida parar de mi mi mi e encarar a realidade , colocar os pés no chão e passar a entender certas coisas.

    Não é tão fácil e nem simples como parece se livrar de jogadores com o qual não gostaríamos mais de contar. Esses jogadores possuem contratos , alguns caros , e não se pode simplesmente dispensa los. Da mesma forma que um jogador que se destaca não pode simplesmente ir para outro clube que ofereça um salário maior porque está sob contrato , o clube também não pode dispensar um jogador que tenha sido contratado e não tenha vingado.

    Outra coisa que vejo muitos falarem , ah o Raí gastou uma fortuna , desperdiçou milhões de reais e tal. Isso definitivamente não é verdade. Em sua primeira temporada ele gastou cerca de 50 milhões de reais em reforços , o Flamengo só no Vitinho gastou essa quantia , e isso que foi um reforço de segundo semestre. Fora a possibilidade que times como o Palmeiras e Flamengo têm de bancar salários astronômicos , Lucas Lima , Dudu , Bruno Henrique , Felipe Melo , ganham mais de 1 milhão de reais por mês. No Flamengo Diego , Everton Ribeiro , Gabigol , também recebem salários dessa feita.

    Então precisamos entender a realidade das coisas , entender que o futebol é feito de fases e que todos os times grandes já passaram por fases boas e ruins , e que o São Paulo em sua fase boa ganhou como ninguém nesse país , fato que nos coloca no topo do futebol brasileiro , e em nossa fase ruim nunca fomos rebaixados , não somos um clube falido financeiramente , e somos muito bem estruturados como instituição.

      • Gasta bem menos não os gastos são praticamente iguais , na casa dos 4 milhões de reais. O Palmeiras gasta mais que o dobro. O Corinthians que vêm ganhando muito nos últimos anos tem uma folha salarial de mais de 11 milhões de reais , 92 jogadores sob contrato. Por isso que digo que precisamos nos atentar a realidade , nos informarmos mais para poder ter a exata noção da realidade.

        As vitórias escondem muitas coisas , e alguns clubes que vêm ganhando nos últimos tempos estão em condição financeira péssima , com os clubes caminhando para a falência. Recentemente o Fantástico fez uma matéria de mais de 20 minutos sobre o Cruzeiro , falando de diversas situações fraudulentas. Então nem sempre a grama do vizinho realmente é mais verde.

    • Entao o trabalho do rai foi bom, so pode ser brincadeira, Trellez, everton felipe, carneiro, bruno perez,
      jean, biro biro, maicossuel, diego souza, o problema nao quanto se gasta, gastou 50 milhoes, e jogou
      mais da metade no lixo.
      Defender o trabalho do rai como dir. de futebol e brincadeira, e igual defender o leco como presidente.
      Estamos assim graças aos ultimos 3 presidentes, macumunados com um conselho decrepito, e sem
      noçao, apenas visando as benesses do cargo.

      • Você pode ter certeza que se houvesse recursos , ao invés de Trellez ,Carneiro , Bruno Peres , ele traria Calleri , Falcão Garcia e Daniel Alves. Outros jogadores citados por você nem foram de responsabilidade do Raí como o Maicosuel por exemplo , Diego Souza já era uma negociação iniciada antes dele , e Éverton Felipe é uma jovem aposta que foi disputada com Flamengo e Cruzeiro. Volto a falar precisamos nos informar melhor para poder ter a exata noção da realidade.

        Ser diretor como o Alexandre Mattos que gastou mais de 1 bilhão em reforços é fácil , porque os erros são encobertos por novas contratações , e os prejuízos financeiros não afetam pois os recursos são praticamente infinitos.

  5. Todos querendo Arenas e estas “tão modernas”, que estão sendo criticadas na Copa América.

    Já o chamado por muitos “ultrapassado” Morumbi, está um tapete!!! Sendo elogiado até por técnico do Corinthians que está na seleção.

  6. Não sei oq faz o Raí pensar q td irá mudar na sequência do campeonato. O técnico e o mesmo, os jogadores são os mesmos. Alguns dias de preparação vai fazer td a diferença? Acho muito improvável. Pablo e bom jogador mas colocar tds as expectativas nele e um erro. Acho q o Pablo está longe de ser salvador da pátria. E pior, não tem a caracteristica de centroavante q o cuca procura. Um cara de área q faça pivô e segure a bola lá na frente. Enfim, o torcedor q criar alguma expectativa com esse time tem td pra se decepcionar novamente. O time continua sem laterais, sem centroavante, sem meia armador e td indica q o cuca não mudará a maneira de jogar mantendo a posse de bola e centralizando tds as jogadas.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!