Goiás deseja tirar Nenê do São Paulo, mas questão financeira atrapalha

Fora dos planos de Cuca para o restante da temporada, Nenê despertou o interesse do Goiás. Na época em que o São Paulo enfrentou o time goiano, no dia 1º de maio, os clubes chegaram até a conversar sobre a possibilidade de fechar a transferência. Porém, a transação parou na questão financeira.

“Nós temos interesse no Nenê, mas não conseguimos suportar a questão financeira. Chegamos a conversar com o clube. Na época, entramos em contato com o São Paulo e com o agente dele”, afirmou o vice-presidente Mauro Machado, ao UOL Esporte.

Segundo apurou a reportagem, o Tricolor paulista se mostrou disposto a ajudar na composição salarial até o fim desta temporada, quando encerra o vínculo do meia com o time do Morumbi. Porém, o jogador gostaria de assinar com o Goiás até dezembro de 2020 e não havia como o clube alviverde arcar sozinho com os vencimentos do atleta no próximo ano.

O São Paulo ainda estuda qual será o futuro de Nenê. A tendência é de o jogador, de 37 anos, ser negociado durante a pausa no Campeonato Brasileiro para a disputa da Copa América.

UOL

Anúncios

21 comentários

    • Onde já se viu pagar comissão e parte do salário para alguém que tem só mais 6 meses de contrato ir jogar em um adversário. Tem que ficar e ajudar, do jeito que consegue. Ou então, encosta em Cotia.

  1. Do outro post a respeito da venda do Antony.
    Eu venderia Antony. E explico.
    Antony vai por 30 Mi de Euros e ficamos com 15% ou 20%.
    Pego essa grana e trago gente para o time.
    Para a posição dele temos o Helinho que pode render com o time mais organizado. Temos o Joao Rojas voltando e podemos jogar no 4-4-2 ( Igor Gomes e Hernanes – ou mesmo Lizividro, rsrs – armando com Pablo e Pato na frente). Teríamos o Tche tche chegando e Luan na frente da zaga.
    Poderíamos trazer gente que jogue de verdade com essa grana toda.
    Quem, oh André?
    Gente com gana de jogar e que disputa bola e deixa o sangue.Experientes também.
    Miranda
    Adriano LE
    Daniel Alves LD (traria a mágica dele em conquistar títulos – maior de todos os tempos)
    Caleri – podemos comprar metade dele (25mi de reais).
    Nosso time teria jogadores com vontade e muitos outros promissores.
    E para o banco de reservas, somente jovens para irem crescendo ou alguns jogadores pontuais.
    Pegaria o Cuca e mandava passear e traria o nosso querido Prof Osório de volta.

  2. Não é a toa que buscam empréstimos. Precisa de muito dinheiro pra bancar tantos diretores e presidentes estúpidos e incompetentes que passam por esse clube.

  3. Aí que tá. Emprestar pagando parte do salário ou deixar semi-encostado, pagando a totalidade dos vencimentos?

    Parece que nenhum das alternativas agradam a galera. Então o que fazer?

  4. Capaz do Leco inovar e pagar metade do salário do jogador em 2020 também, mesmo não tendo mais contrato com ele, apenas para ajudar o clube goiano.

  5. O leco 1 vai renovar com ele por mais 2 anos aumentando assim o salario do mesmo
    e depois ele vai empresta ele pro goias pagando 80¢ do salario

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!