Jogadores lamentam falta de entrosamento do ataque mas estão confiantes em melhora

Alexandre Pato, jogador do São Paulo x Bahia, partida válida pela Copa do Brasil 2019, na capital paulista. estádio do Morumbi 22/05/2019, Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

Alexandre Pato admitiu após a derrota por 1 a 0 para o Bahia, nesta quarta-feira, que ainda lida com a falta de entrosamento com os companheiros no São Paulo. Com pouco tempo de casa nesta sua segunda passagem pelo Tricolor, o atacante ainda trabalha para conhecer melhor os outros atletas do clube, porém, ainda assim, foi a principal arma da equipe no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

“Acho que é normal a falta de entrosamento. Aos poucos, a gente está se conhecendo ainda. Estou jogando em uma função que, às vezes, tento buscar a bola para ver se consigo armar o jogo, porque tento levar a bola para a frente. Mas, temos que ter calma. Hoje já criamos mais oportunidades”, disse Pato.

Nesta quarta, o atacante do São Paulo só não balançou as redes porque a sorte realmente não estava ao seu lado. Alexandre Pato teve pelo menos três boas oportunidades para marcar, porém, uma passou a centímetros da trave, outra foi defendida pelo goleiro e a última carimbou o poste.

“Tentei fazer o gol. Correndo, chutando, fazendo aquilo que todos estão esperando, que é chutar ao gol. Infelizmente, a bola parou na trave, e o goleiro fez uma boa defesa. Então, é continuar tentando. Tem o segundo jogo. Nada acabou ainda e vamos para cima tentar reverter esse resultado na casa deles”, prosseguiu.O camisa 7 do São Paulo também deu ênfase a como se originou o gol do Bahia nesta quarta-feira. Fernandão acabou ficando com a bola após um erro na saída de jogo da defesa tricolor, fato que faz Pato pensar que a equipe não está tão mal quanto a torcida acredita, vide os cânticos vindo das arquibancadas após o apito final.

“O gol, infelizmente, tomamos em uma besteira. Então, estamos bem. Vamos trabalhar. É normal a decepção da torcida pela derrota em casa, mas vamos trabalhas para conseguir reverter”, finalizou.

Gazeta Esportiva

8 comentários

  1. E a torcida do SPFC lamenta a falta de títulos recentes e também a ausência crônica de sinal da existência de qualquer diretoria, mesmo que residual.

    #Reage SPFC.

    (*) Que futebol é negócio, todos sabemos.

    Mas o SPFC poderia voltar a praticar futebol,
    mesmo que por “esporte”, já que não disputa nada.

  2. Falta de entrosamento:

    SPFC x futebol x títulos.

    Que o futebol é negócio, todos sabemos.

    Mas o SPFC poderia voltar a praticar futebol (mesmo que por “esporte”) uma vez que não disputa nada …, a não ser conquistar dívidas, fracassos e vergonha sem fim

    #Triste SPFC.

  3. mudando de assunto . E eis que surge um grande jogador no futebol brasileiro : João Pedro do Fluminense . Esse garoto tem potencial para ser do nível do Lewandowski , Suarez , Piatek , Aguero , Jovic , Aubameyang . È impressionante como a bola procura ele

    • Mas na época não tinha tanta internet e o time ganhava tudo, então não teve muita cornetagem, se é que teve.

  4. Olha, tem gente que acha que é alarmismo, chamam de “cavaleiros do apocalipse” mas vou te dizer, não me estraria nada se o número de torcedores do SPFC despencasse nos próximos anos, provocando uma queda no ibope e interesse pelo clube e pela marca.

    Todo ano é aquela coisa de que “ano que vem vai ser melhor” e nunca é. Uma sequencia muito grande de fracassos dentro e fora de campo, uma aura de incompetência e sujeira que vem mudando a imagem do clube aos poucos e só os torcedores mesmo, muitos fanáticos, fecham os olhos pra isso.

    Então enquanto essa gentalha leva no banho-maria um gigante como o SPFC os anos vão passando, a opinião pública vai se consolidando, os rivais vão se distanciando e depois pra recuperar uma imagem só com uma sequencia de resultados incríveis e uma gestão impecável, coisas bem dificeis de se esperar dessa gente.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!