Maior investimento e menor rendimento no ataque do Brasil: Escolhas erradas ou azar da Diretoria do São Paulo?

Considerando as 20 equipes da elite do nosso futebol, o Tricolor – um dos clubes que mais investiram no ataque – é o que menos estufou as redes

São Paulo começou a temporada 2019 apostando pesado no seu ataque, mas passados cinco meses o Tricolor vê o investimento não ser traduzido no objetivo principal: gols. Nesta quarta-feira (23), mais uma vez o pouco poder ofensivo da equipe ficou evidente na derrota por 1 a 0 para o Bahia, em pleno Morumbi, pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Considerando os 20 times que estão na elite do nosso futebol, o Tricolor Paulistaocupa a incômoda lanterna no ranking de gols marcados – considerando todas as competições. Foram apenas 23 bolas nas redes em 26 partidas disputadas. A equipe, que começou o ano treinada por André Jardine, teve um período sob o comando interino de Vagner Mancini e agora tem Cuca na área técnica, é a única com média inferior a um tento por jogo (0.88).

Este insucesso não bate com nomes de peso, como Alexandre Pato. O camisa 7, que atuou atrás de Jonas Toró (escalado na referência do ataque) no 4-2-3-1, foi quem mais finalizou (4). Entretanto, acertou apenas um chute na direção do goleiro Douglas Friedrich. Não foi o bastante para o jogador, que embora tenha chegado sem custos após ter rescindido o seu contrato com o Tianjin, da China, teve contratação com um preço estimado em cerca de R$ 38 milhões – levando em consideração a totalidade de salários, luvas e direitos de imagem. Em seu quinto jogo neste retorno, fez apenas um gol.

O principal fato que explica um aproveitamento tão ruim no setor ofensivo, entretanto, talvez esteja na falta de sorte de ver a contratação mais cara ter que passar por uma operação para tirar um cisto na lombar. Pablo chegou ao Morumbi por cerca de R$ 26,5 milhões (6 milhões de euros), fazendo o Tricolor superar a concorrência com Flamengo e Palmeiras. Mas nem mesmo o aproveitamento do atacante de 26 anos saltou aos olhos: quatro gols nos 15 duelos até a intervenção cirúrgica – ao menos foi o bastante para, até aqui, se colocar como artilheiro do time na temporada.

Não é de hoje que o São Paulo vem apostando alto no ataque. Everton, titular nesta quarta-feira (23) e com nula participação ofensiva, chegou por cerca de R$ 15 milhões em 2018 e Diego Souza, hoje emprestado ao Botafogo, também pesou nos cofres são-paulinos. Marcos Calazans, que estava no Fluminense, é o mais novo rosto a chegar em um clube que muito vem apostando na qualidade dos finalizadores… mas que não vem tirando o máximo disso: seja por razões técnicas ou pela falta de sorte, como é o caso da ausência de Pablo – o artilheiro que fez quatro gols em 2019.

É muito pouco.

Goal.com

Anúncios

25 comentários

  1. O SPFC hoje é uma zica. Nada parece funcionar. O clube não caminha em nada, dentro e fora dos campos. É uma instituição que emana energia negativa, e todos ao seu redor no mundo do futebol perceberam isso.
    E o fim do poço ainda não chegou.

  2. Esqueceram o Biro Biro, Trellez, Everton Felipe! Infelizmente Rai é inexperiente para ser o montador do elenco. Ele seria um excelente embaixador do clube, por sua história vitoriosa, mas estava muito tempo afastado do futebol, para o cargo que ocupa.

    • Também penso que o Raí se daria melhor como Diretor de Relações Institucionais, o atual cargo do Lugano. Não que Lugano seja ruim na função, mas o cargo combina muito mais com o perfil e experiência do Raí.

      E para Diretor de Futebol, se fosse possível, traria o Luiz Cunha de volta. Mas ele já avisou que não trabalha mais com o Leco (no que está absolutamente correto).
      Então haveria a meu ver 2 alternativas: uma no próprio clube e outra fora dele.
      A do clube seria o MAC (como coordenador ou no caso como Diretor de Futebol, creio que poderia se dar bem; como presidente, contudo, jamais). A solução de fora seria trazer Juninho Paulista, do Ituano, a meu ver.

      E, finalmente, como coordenador, o Lugano (gostaria de ver o Muricy nesse cargo, mas com o Leco ele também não atuará).
      É isso…

  3. Vamos ter calma, foram muitas mudança de treinador, jogadores novos chegando, jovens amadurecendo. Eu acredito no Cuca, o ataque não está funcionando (ainda) mas a defesa tb toma pouquíssimos gols. É mais fácil construir um time vencedor começando pela defesa.

    • Eu acredito – e torço também – que após a intertemporada durante a Copa América, o time se reencontre fisicamente e esteja definido técnica e taticamente. A evolução se dará entre julho e final de agosto.
      Ou seja, entendo que o potencial desse grupo esteja mais aceitado em meados de setembro

      O duro é ter que correr atrás de uma classificação para as quartas da Copa do Brasil no contexto que nos encontramos: mal fisicamente, ainda indefinido técnica e taticamente, e precisando fazer 2 gols contra um adversário que jogará em casa e retrancado (duvido que partirão pra cima; irão viver de contra-ataques), sendo que não temos um 9, pra piorar um pouco mais a situação.

      Ainda assim, estou com o pessoal que acredita na possibilidade de se classificar. Mas o Cuca deverá redefinir suas estratégias e quem entrar (seja quem for) tem que estar a fim de jogar bola!!

  4. Sinceramente? Estão investindo errado. Compraram Vitor Bueno pra entrar com Nenê em campo? E o Éverton Felipe? E W.Farias? o Biro-Biro? O que que o Jucilei ainda faz por aqui? O que o Jonathan Gomez ainda faz por aqui?

    Emprestaram Trellez pro Inter, Diego Souza pro Botafogo e Brenner pro Fluminense. Agora temos um centroavante no DM e outro na coca. E ficam falando de uns camisas 9 que mal conheço porque os outros estão caros. Economia porca que chama isso.

    Ontem vi um time que pressionou o adversário mas que não tinha jogadas de infiltração. Os laterais ficavam isolados e tinham que voltar a bola. Os meias iam lá pra dentro da área e quem “armava” o time era um volante ou um zagueiro. Que treino é esse Cuca? Realmente concordo com a torcida que diz que a evolução do time com Mancini foi muito melhor.

    Cuca aliás trouxe Calazans (ao meu ver desnecessário), que tem menos gols na carreira do que qualquer outro jogador do SP, incluso os meninos que acabaram de subir: Antony, Helinho, Igor Gomes…. Agora quer trazer Adriano? Adriano vai mudar o patamar desse time? Ta certo que Kingnaldo vem mal, mas dá mais chances ao Léo Pelé então (inclusive acho que jogou bem ontem). Desenvolve o lateral e segura para ficar alguns anos por aqui. Quanto tempo vai durar um jogador com a idade do Adriano jogando na lateral de um time grande?

    Cuca hoje tem um elenco melhor que o que tinha Aguirre e Mancini. Tem a obrigação de formar um time melhor. Não dá pra culpar a dificuldade de fazer gols na falta de um camisa 9. Os caras estão batendo cabeça lá na frente até tomar um contra-ataque e consequentemente um gol. Aí não dá pra culpar a defesa que é chamada lá pro campo adversário.

  5. Meu time para domingo seria: Volpi, Hudson, arboleda, Bruno, Reinaldo, Luan, tchê tchê, Vítor Bueno, Hernanes, Antony e Pato

  6. Calma, gente! O que o time menos precisa agora é pressão. Estamos com vários jogadores machucados, sem atacante de referência, entrosando a equipe. Tivemos pré-temporada pífia, planejamento errado. Agora, tem de ter paciência. Já tem gente querendo trocar o técnico!??? Absurdo.

  7. Estão atraz de um lateral direito, e o que Bruno Perez tá fazendo por aqui ganhando R$ 450, sem jogar, e o Jucilei R$ 750 mil até 2021. Não tem nem como negociar cotas de TV, devendo e com um Pires na mão, por ma gestão de um presidente ausente, e um diretor inexperiente.

  8. Globo pagando 30 milhões a mais por ano ao Palmeiras. Nossa torcida é maior que a deles. Fiz minha parte. Liguei, cancelei minha assinatura do PFCe disse que o motivo é pq o São Paulo tá recebendo muito menos que eles.

  9. O amigo acima resumiu: O SPFC não avançar em lugar nenhum, nem dentro e nem fora de campo. Parou. E depois querem estádio lotado, torcida empolgada, audiência nas alturas.

    Agora pergunta pro Leco se a diretoria tem culpa.

  10. Apoio ao time e técnico.
    E descer o sarrafo no Conselho e nas Diretorias, e sobretudo no Leco.
    Essa seria minha estratégia.

    Não quero deixar incomodados elenco e técnico. O resto, sim !!

  11. Quando este blog vai parar de colocar a cara deste energumeno para nos termos que velo.
    Tenham pena de nos
    Sao Paulo precisa do nosso apoio total agora, fica Cuca por mais 2 anos.

  12. Sobre os últimos 5 jogos antes da parada da Copa América, e que definirá nosso futuro na Copa do Brasil e nossa posição na tabela do Brasileirão:

    Dia 26/05-domingo nojentos no Privadão
    Dia 29/05-quarta: Bahia em Salvador ou Pituaçu
    Dia 02/06-domingo: Cruzeiro no Pacaembu
    Dia 08/06-sábado: Avaí em SC
    Dia 13/06-quinta: Atlético em MG

    Teremos jogo no domingo, depois de 4 dias deste último jogo, aí teremos 3 dias para definir nossa classificação na Copa do Brasil. Em seguida, 4 dias depois teremos os mineiros em SP, e 6 dias depois os catarinenses fora; e finalmente 5 dias para encarar os mineiros.

    Pensando ainda na possibilidade de classificação na Copa do Brasil, eu priorizaria o jogo do dia 29.
    Contudo, temos que imaginar que 18 ou 19 pontos no Brasileirão seria importante para não desgarrar do G4. Se temos 11, a meta mínima seria mais 7 (2 vitórias e 1 empate) ou 8 (2 vitórias e 2 empates), para chegarmos a 18 (65%) ou 19 pontos (70%). O quê seriam ótimos números!!

    Vamos lá :
    Time misto contra os nojentos, deixando descansar os principais e/ou mais desgastados para ter time completo contra o Bahia. Um ponto será excelente.

    Time completo em jogo da vida até aqui no ano, contra o Bahia. Força máxima e time bem organizado e aguerrido em campo (ajuda aí, Cuca…)

    Depois, jogo com o Cruzeiro também com time completo pra faturar 3 pontos.
    Obrigação de vencer!!

    Depois de 6 dias de descanso e preparo para ir a SC, creio que dá pra usar um time competitivo contra o Avaí… E vencer! Mais 3 pontos contra um dos candidatos a rebaixamento…

    E finalmente mais 5 dias de preparo e descanso pra jogar contra um adversário que pode ser jogo perdido, ou pelo menos obter um pontinho…
    A ver…

    Depois, parada pra recuperação, melhor condicionamento, treinos técnicos e táticos, alguns amistosos ou jogos-treino. Temos que reagir, rapaziada!!

    Vai São Paulo !!

  13. É muito dinheiro galera. Futebol é o esporte mais podre que existe para falcatruas. Difícil mudar isso, é mais fácil acompanhar de longe e aprender a admirar outros esportes também.

  14. Gestao feita para agradar empresarios amigos: só investem no que os amigos desejam, por isto as pepas, com uma torcida bem menor, recebem como clube grande, da globo (talvez o melhor da america), enquanto recebemos como time medio perdedor!

  15. Meu humilde comentário é um só. Leco se reamente voce gosta ou é torcedor do São Paulo peça demissão por favor e pedimos ao Marco Aurélio para Presidente do tricolor já.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!