Alô, São Paulo! Ação solidária à crianças, originalmente na Espanha se prolifera pelo mundo. O Tricolor não pode ficar de fora!

O futebol não é apenas um esporte ou entretenimento para a sociedade, mas também um meio de promover ações de caráter social e solidário. Prova disso é a campanha ‘as batas mais fortes’ promovida pela revista Panenka, na Espanha.

Em junção com o coletivo ‘We are Xuxa’ e em parceria com o hospital San Rafael, em Madrid, a revista auxiliou na criação de batas hospitalares para crianças internadas usando camisas de futebol de clubes do país.

As crianças do hospital San Rafael ganharam ‘batas-uniformes’ de Lionel Messi, do Barcelona, Sérgio Ramos, do Real Madrid, e Antonie Griezmann, do Atlético de Madrid. Assista ao vídeo produzido pela revista Panenka .

Em seu site oficial, os responsáveis pela revista disseram que o projeto agradou tanto o público que eles receberam uma enxurrada de e-mails nos últimos dois dias de clubes, associações, hospitais e torcedores de toda a Espanha e até de outros países como México, Chile, Argentina, EUA, Senegal, Itália, Portugal e França.

Por conta do sucesso, a iniciativa que era apenas regional agora se tornará global. Por meio do endereço eletrônico lasbatasmaisfuertes@panenka.org , hospitais e centros de saúde podem se manifestar a favor do projeto e pedir para se juntar a ele.

A revista anunciou que a partir de junho começará a recolher os pedidos e enviar as doações das batas especiais. Todas elas são confeccionadas em uma oficina de Madrid. “Isto apenas começou e esperamos que possamos ajudar o maior número de crianças com este modesto pedaço de pano”, publicou a Panenka.

Fonte: Esporte – iG @ https://esporte.ig.com.br/futebol/internacional/2019-05-16/projeto-espanhol-transforma-camisa-de-futebol-em-bata-hospitalar-para-criancas.html

Anúncios

6 comentários

  1. Por essa que vemos como o clube está atrasado, amador… o pessoal aqui do blog já viu e a turma lá de dentro ou não viu ou viu e fez que não viu… isso dá visibilidade, credibilidade além de ajudar muito….

    • Mas aí não é só o São Paulo. O Brasil nem foi citado. Ou seja, o clube pode ser o primeiro do país nessa, voltando aos velhos (oi nem tão velhos assim) de vanguarda, de pioneirismo.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!