Cuca evita falar sobre briga por título Brasileiro: “Vamos devagarzinho”

No último domingo, na partida que marcou o reencontro com Rogério Ceni, o São Paulo se recuperou dos pontos perdidos no Morumbi frente ao Flamengo e venceu o Fortaleza em plena Arena Castelão por 1 a 0, com gol marcado por Hernanes. Com o triunfo, o Tricolor se manteve no pelotão de cima, mas ainda assim o discurso de título é deixado de lado pelos lados do Morumbi.

Em sua entrevista coletiva após o triunfo sobre o leão do Pici, o técnico Cuca evitou falar em taça e enalteceu o trabalho no dia a dia. “Chegamos a 10 pontos, ganhamos duas fora de casa, que não é fácil. A gente quer fazer o máximo possível até a Copa América. Na parda você consegue equilibrar e até fortalecer seu elenco, quem sabe. Vamos devagarzinho que está bom”, disse.

Em um jogo que se desenhou difícil para o São Paulo no primeiro tempo, já que o Fortaleza de Rogério Ceni foi superior e perdeu algumas chances de abrir o placar, brilhou a estrela de Hernanes, justamente um ex-companheiro do ídolo são-paulino. E após a partida, Cuca fez questão de elogiar a atuação do Profeta, citando sua evolução física nos últimos jogos.“O time com mais vitalidade não teve essa vitalidade, essa troca de posições, contra o Fortaleza. A gente foi envolvido no primeiro tempo, mas no segundo tempo fizemos outro estilo de jogo e encaixou melhor. Não tem o certo ou o errado. Hoje não tem os 11 titulares, pode ver, toda equipe roda. O Hernanes entrou no outro jogo 55 minutos, hoje um tempo todo e ele vai melhorando. É um grande jogador e alguém que pode ajudar muito”, completou Cuca.

Terceiro colocado do Campeonato Brasileiro com 10 pontos, o São Paulo terá a semana cheia para trabalhar visando o próximo compromisso da competição, no próximo domingo, às 11h (de Brasília), no Estádio do Morumbi, diante do Bahia. O confronto, inclusive, será repetido na quarta-feira seguinte, pela primeira partida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Gazeta Esportivo

Anúncios

15 comentários

    • Excelente essa entrevista feita com o Alexandre Pássaro. Muito explicativa e esclarecedora de vários acontecimentos no São Paulo de hoje e de um passado recente também. Me pareceu um profissional muito sério e dedicado. Fica a dica para que o Blog reproduza essa matéria por aqui.

      • Pra mim esse cara me cheira a embuste e essa matéria é pura publicidade pra ele.

        A matéria começa falando em “vasto conhecimento acadêmico” o cara é advogado bicho… é a mesma coisa que eu entregar uma construtora pra ele gerir, ele pode ser bom, mas a formação dele não vale nada perto da formação de um engenheiro.

        Ai o cara vem e conta um monte de história onde o São Paulo é coitadinho e só tem a versão do São Paulo. Jornalismo é investigação, é ouvir as duas partes, pega lá o jogador, o dirigente do outro clube e vamos ver se bate tudo isso que esse moleque está falando.

        Pra mim essa matéria ai é uma peça publicitária da revista Quem falando de esporte.

      • Ele é dirigente do clube e essa é a versão oficial. Caso tenham provas do contrário que se as apresente para que se possa fazer a contestação. Porque senão ficamos apenas no campo das especulações.

    • A decadência da imprensa esportiva brasileira é assustadora, se o Cuca fosse dar uma resposta no melhor estilo Muricy, principalmente com jornalistas mulheres, o mimimi seria generalizado!!!

  1. Estou com o Cuca. O Brasileiro mal começou. No ano passado a expectativa do título era grande e a desilusão final foi muito maior. Temos que ir devagarinho e comendo pelas beiradas e quando os adversários acordarem, já será tarde.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!