Atlético-MG no topo, São Paulo o melhor entre grandes e trocado da Chape: jornal revela dívida de clubes com governo

A divida dos principais clubes do país com o governo federal é grande. De acordo com o jornal Folha de São Paulo, as 20 equipes da Série A acumulam, juntas, um déficit de R$ 1,8 bilhão com a União.

As dívidas são compostas por débitos tributários, Imposto de Renda, CSLL (Contribuição Social sobre Lucro Líquido), PIS e Confins, FGTS e INSS. De acordo com a reportagem, apenas uma parte menor, cerca de R$ 61,9 milhões, corresponde a uma situação irregular dos clubes.

Quem lidera a lista é o Atlético-MG. O déficit do clube passa de R$ 350 milhões, devendo R$ 120 milhões a mais que o segundo colocado, o Botafogo.

A lista continua com as agremiações cariocas: FlamengoFluminense e Vasco, que ocupam terceira, quarta e quinta posições, respectivamente. Ao todo, as equipes do Rio de Janeiro devem quase metade do passivo de R$ 1,8 bilhão e acumulam um déficit de R$ 834 milhões.

Corinthians é o primeiro paulista a aparecer, com um débito de R$ 159 milhões, na sexta posição. O Palmeiras aparece em oitavo (R$ 86 milhões), enquanto o Santosocupa a nona colocação (R$ 67 milhões). O São Paulo é o último a aparecer entre os grandes do Brasileirão, com dívida de R$ 36 milhões.

Na última colocação está a Chapecoense. A equipe catarinense tem uma déficit de ‘apenas’ R$ 175 mil e não possuí nenhum registro de dívida ativa com a união.

Veja a lista completa:

1. Atlético-MG – R$ 350,1 milhões
2. Botafogo – R$ 231,6 milhões
3. Flamengo – R$ 220,8 milhões
4. Vasco – R$ 209,4 milhões
5. Fluminense – R$ 172, 9 milhões
6. Corinthians – R$ 159,3 milhões
7. Internacional – R$ 128,1 milhões
8. Palmeiras – R$ 86,7 milhões
9. Santos – R$ 67, 8 milhões
10. Cruzeiro – R$ 54,8 milhões
11. Grêmio – R$ 43,6 milhões
12. São Paulo – R$ 36,4 milhões
13. Goiás – R$ 33,1 milhões
14. Bahia – R$ 29,4 milhões
15. Avaí – R$ 18,0 milhões
16. Fortaleza – R$ 11,8 milhões
17. Ceará – R$ 6,9 milhões
18. Atlético-PR – R$ 4,7 milhões
19. CSA – R$ 2,1 milhões
20. Chapecoense – R$ 175 mil

ESPN

Anúncios

22 comentários

  1. Com a diferença de valor entre a dívida do São Paulo e do Flamengo, o tricolor já faria um timaço pra ser O favorito no brasileirão.
    Tem que ter algum tipo de punição pros devedores, de acordo com o tamanho da dívida de cada um.
    Os “espertos” têm o ganho esportivo, não pagam e fica tudo por isso mesmo.

    • Tecnicamente os devedores nã poderiam receber patrocinio estatal, mas o governo anterior fez uma gambiarra pra isso.
      Um clube sem divida traz credibilidade com investidores e patrocinadores.

    • O problema é que outros times preferiram dever para o Governo, pois conseguem negociar melhor essa dívida através de parcelamentos. Já o São Paulo tem uma dívida menor com o estado mais deve um monte mais para bancos que os juros são bem maiores.

  2. Dívida com governo são sempre negociáveis. O prolema do São Paulo são as dívidas bancárias e com terceiros, onde o clube, sempre é refém de altos juros de agiotagens.

    • Shaylon se destacou no campeonato baiano, jogou quase todos os jogos e fez 4 gols. Mas depois que o Roger Machado chegou passou a utilizar o Eric Ramires que está sendo sondado pelo Flamengo e pelo Arsenal na posição… Agora não sei dizer se é por questão técnica ou necessidade de venda.

  3. Se o Leco vender uma das revelações de Cotia já dá para pagar estas dívidas com o governo (que ele não nos ouça), o problema são as dívidas bancárias, estas que parecem que são impagáveis, só aumentam…

  4. O que adianta eu mostrar essa lista para meu filho de 07 anos? Precisamos estar no topo da lista de ganhos desportivos, precisamos de títulos para não perder mais jovens e futuros torcedores. Fora Leco

  5. vale ressaltar que essa divida é apenas de impostos, com união, estado e prefeitura, não se inclui dividas com bancos e “agiotas”, no caso do SPFC parece que a divida total do clube gira em torno de R$ 170 Mi, se me lembro bem, ja do time sem com só com a impressora supera mais de R$ 1.3 Bi, fora as marmitas, essa é o tipo de reportagem que mascara totalmente a situação dos clubes, e faz parecer que ta tudo lindo as administrações quando tem clube que está passando o pires vendendo até a alma por uns trocadinhos, envolvidos diretamente com os escandalos de corrupção e tudo mais, isso tambem inclui o SPFC que gerou uma divida estratosférica e tem que vender todos as grandes “futuras promessas”, para quitar as dividas deixadas por administrações anteriores das quais o atual presidente fazia parte.

    Lamentável “””

  6. Faliram os clubes, daí fizeram o Profut com contrapartidas e ainda em 2017 Marcelo Aro da CBF via PHS e Mustafa Contursi do Sindicato entraram no STF contra as CNDs e Alexandre Inquérito no STF de Moraes deu liminar. Agora Luciano Vivar, presidente do PSL e da bancada do futebol está articulando no Congresso a retirada das punições por gestão temerária e sabendo que vao retirar as principais contrapartidas da lei os clubes já voltaram a criar novas dívidas. Infelizmente no Brasil não há vontade real de mudança, é uma terra de ninguém com população gado que nao faz nada e onde vale a pena mudar as regras do jogo o tempo todo.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!