Chegar à final não esconde planejamento caótico no São Paulo

Aos iludidos e imediatistas, qualquer centelha é fogo. Aos que minimamente pensam, o São Paulo é fogo fátuo. A improvável chegada à final do Paulista criou, por breves momentos, que o passado poderia ficar para trás, mas a derrota para Corinthians reacendeu os holofotes sobre o Tricolor que, em realidade, o vice-campeonato se deve mais ao acaso que por planejamento.

Nesses tempos de pós-verdades, em que tudo brilha e se apaga na velocidade de uma mensagem de whatsapp, muitos se esqueceram da temporada do São Paulo, que começou com Jardine, Flórida Cup, desclassificação vexatória para o Talleres, demissão de Jardine, coordenador técnico assumindo, dispensa de jogadores, contratação de Cuca como ponto-futuro, a emblemática partida contra o São Caetano com a classificação na bacia das almas, o ponto de virada de Mancini, promovendo a base e Cuca assumindo o comando.

Em meio a esse espiral caótico de decisões, mesmo assim, com a força da base, que não foi forçada por planejamento, mas, sobretudo, na base do desespero, o São Paulo chegou à uma final de campeonato paulista, fase que não disputava desde 2003 e sem conquistar desde 2005. Com a derrota para o Corinthians, lá se vão 14 anos de Paulistão, que um dia o Tricolor, multi-vencedor, desprezou e agora deseja como uma criança ansiosa esperando abrir o presente de Natal.

Depois da queda em Itaquera, o ídolo Lugano disse que as derrotas fortalecem. O problema é que o São Paulo está há praticamente 10 anos convivendo com derrotas e vexames e, à cada ano, vem se fragilizando. Discursos e frases de efeito não sustentam mais uma realidade imaginária, mesmo proferida por um personagem que representa um período de glória do São Paulo.

Ainda que os torcedores, inocente úteis, sob o efeito do desespero, do desânimo e da incontrolável paixão, como em um conto de realismo fantástico, replicam que estarão juntos ao time em todos os momentos, fato imperativo é que o São Paulo, atualmente, está em franca decadência.

Às portas do Brasileirão 2019, o São Paulo começará novamente a carregar uma nova pedra, reiniciando o seu Mito de Sísifo, condenador a carregar pedras até o topo da montanha e ver a pedra descer ladeira abaixo.

O técnico Cuca chegou, jogadores como Pato, Vitor Bueno e Tchê Tchê também chegaram. É o início de um novo ciclo. O que mais o São Paulo necessita, neste momento, é estabilidade para a construção de um trabalho.

Estabilidade: esta é a palavra-chave, pois somente com uma sequência lógica, racional e com planejamento é que se constroem, ou se briga, por títulos. Fora isso, será o São Paulo dos últimos anos, lutando para não ser rebaixado no Brasileirão, caindo vergonhosamente no Paulista, na Sul-Americana, na Libertadores e na Copa do Brasil.

Enquanto o São Paulo não assumir que é um time em decadência e que precisa reverter esse quadro, seguirá vivendo em uma estrofe de seu hino, em que as glórias vem do passado.

Vale o registro: o único que encarou a realidade decadente de frente foi o coordenador/técnico Mancini, em suas excelentes entrevistas (como na coletiva depois da vitória contra o São Caetano), quando assumiu que o Tricolor jogava um futebol pífio e a partir de então resolver mudar completamente.

Além de estabilidade e planejamento de verdade, o São Paulo precisa compreender e assumir que é um time abaixo dos outros grandes do Brasil. É lidar com o fatos negativos ou permanecer vivendo de mentiras…

Ricardo Flaitt

Anúncios

39 comentários

  1. Claro que escondeu… ao invés de discutirem a “montagem” do plantel e o “planejamento” ridículo com Jardine, além do calendário bizarro, você entra aqui e lê que a culpa é do scout, do departamento médico, do carlinhos neves, do Cuca, do Everton Felipe… mas o que você menos lê é que o Leco atrapalha o São Paulo diretamente a mais de 10 anos!

    • Discordo amigo, o que mais vejo por aqui são críticas ao Leco… depois vem essas outras que você falou… isso não faz com que nosso scout, nosso DM, nossa preparação física e etc sejam bons… uma coisa não tem nada a ver com a outra…

      Leco é péssimo, logo não sabe distinguir o bom do ruim no futebol… a pressão para tirá-lo da presidência resolve? Não, mas tem que continuar… então o que nos resta é focar críticas a outros departamentos que sabidamente não estão dando resultado para quem sabe ele tente melhorar…

      Nosso scout ou é ridículo ou é só pra inglês ver.. então, em qualquer um dos dois casos, que mande embora todos logo… economizamos!

      • Cara se o problema do São Paulo é o Leco e a diretoria e você e eu e todo mundo sabemos disso… A sua sugestão é que a gente pressione os outros departamentos que não estão dando resultado por causa da má condução do Leco… qual o sentido nisso amigo? hahaha

        Eu e você não temos como saber como é o scout ou o DM. Eu já ouvi de gente do meio do futebol que em muito clube de futebol se decide que o jogador A deve ser contratado, o técnico não quer, o médico não quer… mas o presidente diz que é ordem, o cara amanhã chega pra treinar…

        O médico vai e assina, o técnico vai e coloca pra treinar e deixa no banco, ai a torcida sem saber da condição física pede, o técnico não coloca por que sabe a condição do jogador e quando se machuca ainda vão pra cima do médico… eu entendo a sua insatisfação pela falta de títulos com os departamentos que a gente não conhece, só não acho que nosso julgamento se são bons ou ruins façam sentido.

  2. Cansado de comentar desses caras,to de saco cheio de ser zuado ,vao a merda Leco ,pássaro ,conselheiros bundas moles….me desculpe zanquetta ,serio num guento mais,ta loko

  3. Eu acho muita ignorância torcedor que critica a atual fase do Hernanes. Já tem gente achando que ele ta velho e que o futebol dele é esse mesmo. Ignoram o período de inatividade na China e a falta de pré temporada que fez com que ele fosse colocado em campo precipitadamente e ter uma lesão que o atrapalharia mais ainda de atingir a forma física ideal o quanto antes. Nem parece que há pouco tempo ele nos livrou de um rebaixamento carregando nas costas um time bem pior que o atual.
    Se o SP sente-se obrigado a colocar em campo qualquer jogador que não esteja 100% a culpa não é do jogador, mas das peças de reposição nem assim conseguem vaga no time titular. Claramente Éverton foi forçado a voltar antes do tempo e jogou mal, assim como o próprio Hernanes. E Liziero também teve de acelerar o passo, jogou muito bem, mas acabou sentindo nova lesão ao ser forçado. Não vejo obscuridade nos casos deles.
    A lesão de Luan também é normal, poderia ter acontecido com Arboleda, Hudson, Kingnaldo, Antony… qualquer um que venha tendo a sequencia de jogos que tiveram sem rotação de plantel. A verdade é que a falta de banco de reservas é que compromete o trabalho do DM e do preparador físico. Já trocaram diversos profissionais de diversas áreas no SP, mas há anos não conseguimos nem formar um time de 11 titulares sem improvisação.

  4. Enquanto tiver esse nível de preparação fisica e medica no clube vai ser difícil ganhar algo….O que adianta gastar milhões se quando precisamos dos caras em jogos chaves os caras estão contundidos ou mal fisicamente?Ainda mais num futebol muito físico como é atualmente.Da ate medo da estreia do Pato e Tche Tche ….

  5. E óbvio q o “ciclo vicioso” a que se refere o Lugano . Começa a partir do despotismo do Juvenal até a permanência de uma diretoria arcaica e sem visão . Contudo o São Paulo não difere da maior parte dos clubes brasileiros , que tem , nesse molde o maior entrave para seu desenvolvimento . A questão aqui é o fazer a partir de agora diante de um dinamismo imediatista cultural do nosso futebol ! A fórmula plausível está na proteção do trabalho : hj temos um treinador competente , um elenco mais equilibrado em relação a outros anos e , finalmente , a utilização de uma das melhores categorias de base do mundo o q , para mim , e motivo de orgulho sim ! Ressalta se ainda a má interpretação da frase de nosso hino q se refere a glória do passado : um gigante como nosso tricolor tem esse tamanho pelo q eternizou em campo ! Clube decadente e o escambau ! Temos problemas , podemos e devemos resolve los . Aqui é São Paulo !!!

  6. Sp vai jogar entra fase oitavas da copa do Brasil? Competição que nunca venceu…alias perdeu no mineirao contra o cruzeiro e foi ridiculo
    #Spfregues

      • Que o sp não iria ganhar la na arena privada tinha ctz e sabe pq?
        Pq o sp treme la. Levar gol ultimo min foi mais um gol ridículo que o sp levou.
        – Cru x Sp barreira pulou se nao engano Giovani bateu e cru campeao. Um verdadeiro fiasco.
        – Flu x Sp coracao valente outro gol ridiculo

        • Esses jogos ai a gente sabe que você viu, mas entre 91-93 ou 05-08 você também assistia jogos do São Paulo?

          Por que se eu me recordo bem a gente não ganhava copa do Brasil por que estava ganhando outras coisas nessa época, enquanto isso ganhava Santo André, Paulista, Palmeiras da série B…

  7. O que o SPFC necessita é de um planejamento a longo prazo e parar de queimar técnicos e jogadores. Jogadores não podem ser descartados e desvalorizados (Diminuindo o patrimônio do clube) o Jucilei não foi utilizado? Em alguns jogos ele pode ser útil. O Diego Souza outro descartado (Jogador caro) não poderia ter jogado a final contra o Corinthians? Não tínhamos nenhum centroavante. O técnico tem que armar sua equipe com os jogados que o clube disoponibiliza e à medida do possível, o clube pode atender suas reivindicações, e fortalecer a equipe. Não podemos começar um trabalha a cada seis meses caso contrário ficaremos mais 10 anos na fila.

      • Faz tempo. Talvez você nem era nascido. Eu entendo a sua frustração e respeito. Mas também respeito a história do SPFC.

        • Vc entende minha frustração? cara vc não entende, quem me conhece sabe que eu nao perco um misero jogo do sp, odeio perder e ser eliminado então vc nem imagina. perder titulos? eu fico revoltado. estamos sem ganha desde 2012 um titulo não existia sinal em alta definição. eu respeito a historia do sp, o sp que não respeita seus torcedores.

  8. Espero que nenhum jovem seja vendido. Hj a manutenção da base e mais importante do que qualquer outra contratação. Temos que progredir a mlkda e ir disputando o brasileiro palmo a palmo junto aos outros times até a pausa pra copa América. Aí sim é possível vislumbrar um futuro. Se bem que com Leco e cia ltda não vejo título antes de 2021!!

  9. Não há como defender nenhum planejamento da diretoria, mas acho que as últimas contratações foram bem feitas e de jogadores ainda no auge e que podem permanecer no clube por bom tempo (Pablo, Tchê Tche, Pato….), que se juntam a Hernanes, Reinaldo, Hudson, Arboleda e Bruno Alves e mesclam com os bons da base (Antony, Liziero, Luan e Igor Gomes) e se tivermos um pouco de paciência para esperar o entrosamento chegar e a oscilação natural dos mais jovens, teremos um time até o final desse ano, quem sabe com um pouco de sorte nos sorteio da Copa BR, podemos brigar por outro título. No Brasileiro já tenho certeza da briga pelo G4.

  10. Tem que ver com cuidado esse problema do departamento médico e da preparação física.
    O grande problema no jogo contra o Corinthians, além do falta do centroavante, foi a saída de bola. No primeiro jogo, deu mais certo, porque se tinha apenas um volante. Mas no segundo, com Jucilei, ficou complicado. Liziero foi o grande responsável por ser o motorzinho e criador das jogadas por detrás antes. Sem ele o time perde muito. Acho que o Tche Tchê pode ajudar bastante. Vou ressaltar mais uma vez, Rodrigo Nestor, sub 20, e um baita jogador. Ótima saída de bola, além de ser muito rápido. Jucilei e W Farias são jogadores muito ultrapassados para o futebol moderno. Volante tem que ser um armador, além de saber desarmar.

  11. Erro tosco foi ter efetivado o Jardine. Se tivesse deixado o Aguirre, feito a manutenção do elenco com a saída de Diego Souza, Nenê e Jucilei que estavam em má fase, talvez o rumo poderia ter sido diferente.

  12. De fato, o São Paulo ganhou muitos títulos no Morumbi. Até a década passada a cidade só tinha o Morumbi como palco para finais. Mas o SPFC também perdeu muitos títulos ali. O clube tem muitos vice campeonatos. Apesar de doloroso, prefiro ver o SPFC disputando sempre títulos mesmo que perca as vezes.

  13. Concordo, ainda bem que não ganhou seria um premio a incompetência desta Diretoria e mascararia o que esta de errado. Planejamento foi em 1984 (De 27/04/82 a 17/04/84 – José Douglas Dallora) com Cilinho montando aquele time que ganhou paulista de 85 e Brasileiro de 86, Planejamento foi com Tele Santana que começou em 1989 (De 16/04/88 a 23/04/90 – Juvenal Juvêncio) e terminou em 1994 (De 23/04/90 a 25/04/94 – José Eduardo Mesquita Pimenta), onde o SPFC ganhou tudo, Planejamento foi aquele de 2003 (De 20/04/02 a a 17/04/06 – Marcelo Figueiredo Portugal Gouvêa) com Rojas, depois Cuca em 2004, Leão 2005 e findou com Autuori ( sendo que voltou para a Libertadores em 2003, campeão paulista 2005, campeão libertadores 2005 e mundial em 2005) e Depois com Muricy no Tri seguidos do brasileiro 2006, 2007 e 2008 (De 17/04/06 a 16/04/14 – Juvenal Juvêncio ) e infelizmente com do Juvenal começou a desandada com o mesmo, Aidar e agora Leco.

  14. Existe uma questão histórica no momento do São Paulo ! Qualquer despotismo e burro simplesmente porque desconsidera a opinião alheia . Isso ocorreu no Santos com Marcelo Teixeira , no curica com Alberto Dualib, no chiqueiro com mustafa contursi. O q sempre diferenciou o São Paulo , e atribui a isso muito do sucesso do clube foi uma oposição forte no quadro societário , no momento em q isso foi aniquilado com os golpes do JJ paramos no tempo e deixamos de ganhar !!! Tanto aidar quanto levo representam a continuidade de algo q está aí há mais de 15 anos ! Isso é contra a qualquer evolução . Se pudesse votar , e não posso , votaria em qualquer candidato q faça oposição ao q está aí ! O São Paulo e maior q todos nos !

    • É o que sempre falo nas conversas de botequim e quando comento aqui ou acolá, continuísmo ferrou Corinthians e Plameiras, o Santos se salvou porque a aniquilou quaisquer chances do Marcelo Teixeira, caso contrario ele teria ido para o 3º Mandato e com certeza absoluta o Santos cairia para a Serie B, como ocorreu com Palmeiras e Corinthians. Agora o SPFC por ser um “Santo” teve muita sorte, senão teria caído também. ironia a parte, a [ do SPFC tem que ressurgir e mudar este
      obsoleto dando oportunidade para os sócios votarem. Caso contrario começaremos sempre o Campeonato Brasileiro desta forma: faltam 47 pontos.

  15. No São Paulo tudo muda.Jogadores, técnicos, preparadores físicos etc. Só não muda lá os caras que mandam. Lá existe um feudo que ja dura mais de meio século. Quando cheguei em São Paulo em 1966. Eram os mesmos que estão la hoje. Uns morreram e colocaram em seulugar filhos, noras, netos e até amantes.
    É como se fosse uma companhia hereditária. O Estatuto como eu falei na ocasião, foi mudado para não mudar nada . Mudança de verdade, só com a libertação do clube. Eleições livres e diretas para presidente com votos dos sócios torcedores. Se não mudar, morre.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!