Guerra de Bastidores na final; entenda

Cuca, técnico do São Paulo, partida contra o Palmeiras, válida pela semifinal do Campeonato Paulista 2019, na capital paulista. estádio Allianz Parque, 07/04/2019, Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

Não é apenas a estratégia dentro de campo que os dirigentes e os treinadores trabalham antes da decisão do Campeonato Paulista, hoje, a partir das 16 horas (de Brasília), no Morumbi. Para deixar os jogadores ainda mais motivados, São Paulo e Corinthians também costumam dar atenção a todos os detalhes dos bastidores que envolvem o mata-mata.

Cuca é especialista em desenvolver o emocional dos atletas. Em sua carreira como treinador, costuma ministrar discursos inflamados, mostrar a força da torcida e destacar a importância do clube, que não vence o estadual desde 2005. Fotos ou cartas de parentes dos jogadores ou mensagens de torcedores também já figuraram em vestiários de equipes com ele.

Outro recurso utilizado pelo Tricolor para tentar confundir o adversário é o mistério. O São Paulo não abriu os treinamentos táticos para a imprensa e deixou no ar se Pablo teria ou não condições de entrar em campo nesta primeira partida. Desta maneira, Fábio Carille tem mais dificuldade na hora de montar a sua equipe.

Pelo lado corintiano, até o presidente Andrés Sanchez entra em ação nos bastidores para motivar os jogadores. Ele já deixou claro nesta semana que o Corinthians não vai entrar em campo se for recebido com violência nos arredores do Morumbi. “Se quebrarem um vidro do ônibus, não vamos jogar”, declarou o dirigente repetidas vezes.

O protagonismo de Andrés não chega a ser novidade. Na semifinal do Campeonato Paulista do ano passado, por exemplo, ele defendeu Carille na discussão com o então treinador do São Paulo, Diego Aguirre – que não havia cumprimentado o colega. O executivo de futebol tricolor, Raí, na época, até chegou a dizer que o rival queria criar clima tenso em Itaquera.

Ainda na semifinal do estadual de 2018, Andrés Sanchez e a comissão técnica corintiana exploraram um erro de uma empresa terceirizada pelo Tricolor, que anunciou venda ingressos para a decisão antes do segundo jogo do mata-mata com o Alvinegro – como se o São Paulo já tivesse garantido a classificação.

Os bastidores também deverão ser trabalhados no decorrer da próxima semana. Por isso, até o segundo jogo, no dia 21, na Arena Corinthians, mais capítulos dessa disputa fora do campo vão esquentar o clima dos dois clubes.

UOL

Anúncios

9 comentários

  1. O Andrés é o que tem de pior no futebol. Quem acredita que ele nao faz de tudo pra ganhar? Hoje tem que fazer pelo menos dois de diferença e infelizmente duvido que não tirem o Anthony do outro jogo. Algum jogador deles vai encostar a cabeça e amarela os dois.

  2. Passando só pra deixar meu palpite hoje: 3×1 com show do Kingnaldo. Vai deitar no small!!!!
    Alguém da base deixa hoje tbm.
    Sou mais Tricolor!

  3. Esse clima extra campo de batalha, só favorece a equipe menos técnica, foi assim que eles venceram os pigs, no campeonato passado. Quando o time mais técnico muda o foco para estilo de jogo de mais raça, o jogo se iguala, e fica imprévisível o resultado.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!