Fuga das Galinhas? Corinthians fala em não jogar em caso de apedrejamento de ônibus

Corinthians decidiu tomar uma decisão radical contra o rotineiro apedrejamento do ônibus da delegação alvinegra na chegada ao Morumbi. O clube enviou um ofício a Polícia Militar, ao promotor Paulo Castilho, à Federação Paulista de Futebol (FPF), e ao São Paulo, dono do estádio Cícero Pompeu de Toledo, com o aviso de que não tolerará um novo ato de violência. A promessa é não entrar em campo, caso o veículo corintiano volte a ser alvo de objetos.

A informação foi confirmada à Gazeta Esportiva pela assessoria do Corinthians na manhã dessa quinta-feira depois de publicação do Meu Timão.

O temor não é de hoje e a irritação dentro do Corinthians chegou ao limite no ano passado, quando pela segunda vez seguida os vidros das janelas do ônibus foram estilhaçados por pedras e latas de bebida.

A ação do Corinthians acontece exatamente após o ônibus do Palmeiras ser atingido por um protesto violento de sua própria torcida, nesta quarta-feira, quando a delegação chegava ao Allianz Parque para um jogo da Copa Libertadores da América.Corinthians e São Paulo decidem quem ficará com o título do Campeonato Paulista em dois jogos. O primeiro está marcado para o Morumbi e o segundo Majestoso para a Arena de Itaquera. Os clássicos estão agendados para os dois próximos domingos.

Gazeta Esportiva

Anúncios

51 comentários

      • Deve ser frescura mesmo vc ir de ônibus pro trabalho e tomar pedrada na vidraça podendo acertar sua cabeça e lhe causar um traumatismo craniano.

        Por mais que eu odeie o adversário, não bato palmas para essa imbecilidade. Isso (de apedrejar) é coisa de marginal. E sou a favor da PM descer o cacete nesses “torcedores”.

    • Apesar de não entrar em campo ser um atitude bastante extrema, há de concordar que não podemos aceitar como algo normal e corriquei um ônibus ser apedrejado. Os clubes realmente tem que tomar atitudes mais eficazes contra isso.

  1. São vários pontos ai.
    Primeiro, é deprimente a materia usar o termo “rotineiro apedrejamento” na chegada ao Morumbi.
    Segundo, tirando qualquer tipo de intenção que o presidente do curintia quis ter, é deplorável alguem vandalizar algo,principalmente apenas por ser um time rival.
    Terceiro, a responsabilidade de manter a segurança é da Polícia, do estado. Se algo acontecer com o ônibus dentro do estadio, ai sim é responsabilidade do SP. Fora de lá , o clube nada tem com isso (ou penso eu q nao tem).

    • e é deprimente que apedrejamento seja incentivado. O que isso virou? Idade Média??

      Não tem que apedrejar ninguém. Tem que ganhar na bola. Esse negócio de brigar na rua é coisa de Marginal, de bandido. Seja de organizada, seja torcedor livre

      Quer brigar, vai para o UFC

      Futebol é jogo. Rival é adversário, não é inimigo.

      • E detalhe, UFC não é briga, é luta, tem técnica, regras.

        Quer briga, vai pro meio da rua, e depois pra cadeia. SImples assim.

      • Concordo 100%. E é por causa desses marginais que hoje existem jogos de torcida única. Parecemos animais que não sabem conviver em sociedade e não respeitam as escolhas do outro.

  2. Se forem apedrejados, concordo que não entrem. A violência tem que acabar e isso mesmo se for a violência de nossa torcida. Vândalos tem que ser presos e não importa de que torcida. Nao estarei em São Paulo, mas sugiro que a torcida apoie o tricolor, grite bastante, zoem muito os adversários quando eles passarem, mas não joguem nada no ônibus. Não vamos deixar que eles usem esse pretexto.

    E só lembrando, 3 x 0 pro tricolor, anotem!

  3. Tava demorando para o Andrés querer criar um clima de guerra para o jogo, logicamente que eles vão jogar domingo….
    E se a torcida deles tacar pedra no nosso ônibus lá em Itaquera? Tá tudo certo?

    • Claro que não está certo. Mas isso não é pretexto para defendermos marginais que vestem a camisa do mesmo clube que amamos.

  4. É bem a cara do “cara mijada” esse tipo de coisa, na coletiva da federação junto com #outLeco, começou a choradeira e empurrar o favoritismo para o SPFC, tirando de sí toda a responsabilidade por uma eventual derrota, hoje essa palhaçada de se vitimizar os coitadinhos, é certo que essa pratica de apedrejar veículos da delegação adversaria, ou mesmo a nossa, é uma prática abominável e que em um país sério seria punido com cadeia, mas aqui isso é corriqueiro, mas ai o “Cara Mijada” vir se fazer de vitima, logo agora que parece que a “maldição do Tigres” parece ter acabado, só faltava o time da marginal, repetir o feito dando inicio a “macumba da galinha preta”.

  5. Não tem que entrar mesmo, se forem apedrejados.
    Basta a torcida se comportar de forma minimamente decente e nada acontecerá.

  6. Mas então galera. Vocês acham que está tudo bem apedrejar ônibus? Deveria ser lei não entrar em campo. Nada justifica a violência. Nem a violência contrária.

  7. Não acho que isso seja motivo de piada não. Toda vez está apedrejando os onibus adversarios. Comportamento vergonhoso da torcida..

  8. Infelizmente tem muita agente acéfala no mundo… Assim, consequentemente no país e nas torcidas

    Não sei se é o caso pra não entrar em campo, porque abre margem pra um infeliz infiltrado fazer isso e o time levar w culpa

    Mas, sejam espertos. Respondam com ironia.. Não joguem pedra, joguem papel picado, confete, serpentina, flores… Sei lá o que

  9. Ok…. Tem que ser da mesma forma caso aconteça lá no Impressorão… Agora, é fato que praticamente todos os jogos ocorrem as pedradas nas galinhas… Isso não pode acontecer…. Violência eu não apoio… Jamais…

  10. Isso é coisa de marginal, coisa de bandido, tem que prender quem fizer e soltar só após o jogo, respondendo criminalmente pelo ato.
    Sou a favor de jogar milho, não vai quebrar vidro e vai alimentá-los, uma espécie de boas vindas rsrsr

  11. Isso aí é típico do Andres ! E como eles jogam . Já começou na entrevista na FPF… coisa de curintiano! Claro q qualquer ato de vandalismo e condenável mas esse jogo de cena aí a gente já conhece ! Contra tudo e contra todos ! Vamos São Paulo !!!

  12. ano passado foi o Aguirre não ter cumprimentado o treinador rival, esse ano apedrejamento do ônibus (não que eu apoie ou seja favorável a esse tipo de atitude). Sempre usam algo para tirar o foco pra em caso de revés poderem ter desculpa, time nojento !!!! Quem vê eles falando assim, diz que do lado de lá não ocorre a mesma coisa !!! Enfim, Vamos São Paulo.

    OBS: Calem a boca do #OutLeco pelo amor de Deus…. em tempos de crise o maldito não aparece pra falar um “a” e quando as coisas vão bem fica nos holofotes se endeusando….

  13. Não defende violência de nenhuma forma, porém quem joga pedra não é uma torcida inteira e sim 4 ou 5 vagabundos perfeitamente identificáveis por câmeras e testemunhas. Agora 60 mil pessoas pagam caro pra ir ao estádio fora os milhoes fora aguardam e deixam de assistir ao jogo por uma pedra em um vidro. Isso não proporcional e não é justificativa a violencia, mas que o estado faça um esforço pra punir e banir definitivamente os vândalos, que são os verdadeiros culpados. Esses vagabundos que fazem isso não me representam enquanto torcida.

  14. Violência e preconceito deveriam ser punidos severamente.
    Se apedrejarem o ônibus das galinhas, sou a favor de não haver jogo, também sou a favor de não haver jogo se no galinheiro eles gritarem “bicha” a cada tiro de meta batido pelo Volpi, e também começarem a cantar músicas desse tipo, cansamos de ouvir isso pela TV, e ninguém fala ou faz algo pra reprimir tal atitude descabida.
    Se tratando deles é algo normal, não me esqueço ano passado no Morumbi quando a torcida chamava o Cássio de bicha o jogo todo, Milton Leite e os comentaristas repudiaram tal atitude, mas não fazem.quando é o contrário.
    Vamos ver como será o clima do jogo da volta, a imprensa está temerosa pois sabem que as galináceas podem perder esse título.

    • “também sou a favor de não haver jogo se no galinheiro eles gritarem “bicha” a cada tiro de meta batido pelo Volpi”

      Concordo e muito. Já fomos multados por isso (e eu acho justo), mas nunca vi outro time multado por esse tipo de atitude no BR.

      • Me lembro que foi uma multa pesada para o SP pagar, más não sei se foi aplicada contra as galinhas, pois SEMPRE fazem isso.
        Como diz o ditado: “pau que bate em Chico, bate em Francisco”, se puniram o SP, que façam o mesmo com as galinhas.

  15. Eles estão completamente certos… Assim como é o que o SP deve fazer caso ocorra o mesmo em Itaquera.

    Apedrejamento não deve ser incentivado e muito menos ser motivo de tiração de sarro. Estamos vivendo tempos de uma violência fútil desmedida e incomporeensível pelo bom senso.

    Rivalidade é uma coisa, violência contra pessoas (independente do time que defendam) é reprovável de todas as formas.

    Sempre defendo o blog, gosto muito das informações passadas pelo Zanca e turma do blog, mas a brincadeira do “fuga das galinhas” no contexto imposto, não ficou legal.

    COncordo que é de responsabilidade da polícia a proteção dos ônibus na ida ao estádio, mas peço para que os “torcedores” que pensam em fazer algo contra o ônibus do Corinthians reflitam e em vz disso apoiem o time e cantem os 90 minutos dentro do estádio.

    Chega de violência.

  16. Ia escrever algo, mas o comentário do GMC foi ótimo. Por mais que o pres. do Corinthians queira criar um clima contrário ao SP para o jogo (e conta com o apoio de boa parte da imprensa para isso), normalizar vandalismo é triste sob qualquer circunstância. O SP tem de vencer na bola, e é isso que todos os torcedores de bem querem, Que os jogos transcorram em paz, e que o Tricolor tenha também paz para se preparar. E que esse assunto seja algo esquecido; caso aconteça algo, que a polícia possa tomar providências.

  17. Violência e preconceito deveriam ser punidos severamente.
    Se apedrejarem o ônibus das galinhas, sou a favor de não haver jogo, também sou a favor de não haver jogo se no galinheiro eles gritarem “bicha” a cada tiro de meta batido pelo Volpi, e também começarem a cantar músicas desse tipo, cansamos de ouvir isso pela TV, e ninguém fala ou faz algo pra reprimir tal atitude descabida.

    __________________________________________________________

    Concordo com o comentário do Natan, certas “brincadeiras” contra o SP são relativizadas e quando a torcida do SP faz (de forma errada também, é bom frisar) é criticada e o clube até já foi multado. Um erro não justifica o outro, de maneira alguma, mas é bom lembrar isso realmente.

    • Infelizmente está longe de algo acontecer contra as galinhas, más para penalizar o SP são rápidos, principalmente a imprensa.
      Se a nossa diretoria fosse competente, e acima de tudo, tivesse coragem, isso já teria chegado ao fim.

  18. Caramba!!
    Tá difícil ter tempo ultimamente pra postar…
    Rsss

    Mas fiz questão de postar hoje para aderir a campanha.

    #NaoJoguePedraJogueMilho

    Sds Tricolores !!

    • Pra mim era tudo o que eles queriam. Por mim a melhor maneira é ignorar, não ter ninguém além da polícia e imprensa na hora que chegarem. Em campo vamos ganhar, tenho fé.

  19. Pessoal, o assunto é sério.

    Não tem sentido fazer piada com violência. Vamos ganhar dentro do campo, contra o juiz e imprensa. Não precisamos apedrejar ninguém para amaçar as galinhas.

    Temos que parar de achar que é normal jogo de torcida única, pessoas se matando, sair de casa com medo por usar a camisa do time e etc.

    Poderíamos usar melhor esse espaço do blog para este tipo de assunto. Conscientizando nossa torcida, por exemplo.

  20. Maus elementos há em todas as torcidas, mas é bom lembrar que é a PM quem tem que cuidar da segurança dos adversários… Não é o SPFC quem deve ser penalizado por conta dos mais elementos que, porventura, possam realizar qualquer ato de hostilidade.

    E isso vale tbm para o jogo da volta.

    A PM é responsável pelos atos fora do estádio.

  21. É só lembrar como foi a final da LA ano passado… Espero que essas coisas não aconteçam… O maior prejudicado é o SP!!

  22. To vendo muita gente dando razão aos Curica em não entrar em campo.
    Não esqueçam que a Gaviões é especialista em fazer emboscadas.
    Esse problema aí é do ministerio publico, não tem nada haver com o SPFC.
    O Andres lançou a isca e tem um monte de gente caindo e por incrivel que pareça, só o cara do TJ não caiu nessa.

  23. 1- isso é clima de véspera de decisão; ele está sendo esperto e colocando pressão no SPFC, na polícia, no MP etc.
    2- não entrar em campo pode ser considerado extremo, MAS aceitar como normal apedrejamento de ônibus adversário é palhaçada também. Isso é coisa de gente doente, anormal, de marginal e bandido que devia estar preso.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!