Em caso de eliminação, Cuca planejava retiro em Cotia. Agora, Plano A são as finais do Paulistão!

Cuca, técnico do São Paulo, partida contra o Palmeiras, válida pela semifinal do Campeonato Paulista 2019, na capital paulista. estádio Allianz Parque, 07/04/2019, Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

Pouca gente esperava que o São Paulo iria se classificar para a grande final do Campeonato Paulista. Ciente da superioridade do adversário das semifinais, o treinador Cuca era um daqueles que estavam um tanto quanto reticentes em relação ao possível sucesso de sua equipe no Allianz Parque. Passada a partida, o comandante tricolor revelou que já estava programando uma intertemporada em Cotia caso o elenco não avançasse no Estadual.

A intenção do treinador era promover uma espécie de retiro aos jogadores e fazer a preparação para a estreia do São Paulo no Campeonato Brasileiro, no próximo dia 27 de abril, contra o Botafogo, no Morumbi. O torneio por pontos corridos, inclusive, era tratado como a prioridade de Cuca em 2019.

“Eu já tinha programado na minha cabeça, ia trabalhar três semanas para preparar o jogo contra o Botafogo. Ia dar uma saída para Cotia, já tinha tudo planejado na minha cabeça, porque nosso projeto maior era o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil”, revelou Cuca.

Entretanto, com a classificação para a final, algo que não acontecia havia 16 anos – em 2005 o Estadual era disputado em pontos corridos -, o planejamento mudou, e a comissão técnica garante que o título paulista passa a ser o grande objetivo.

“O projeto maior passa a ser a final do Paulista, que vai te condicionar também a iniciar forte o Brasileiro. É melhor estar competindo do que apenas treinando. Tem jogadores contratados que não vão poder jogar [a final], mas tem o lado positivo, que é o astral desse pessoal. Só estando lá para saber a alegria que esses meninos estão. O torcedor tricolor tem todos os motivos para estar muito feliz com a equipe”, concluiu Cuca.

Gazeta Esportiva

Anúncios

15 comentários

    • Eu quero muito que o São Paulo ganhe, mas o que me importa de verdade não é um caneco isolado.

      Eu quero o São Paulo protagonista, disputando finais e campeonatos até o último turno.

      Digo isso com todo respeito Paulo, sei que seu desejo é o mesmo.

  1. Aqui de camarote …, no PFC aguardando nosso adversário na final

    Curiosamente, apesar da chuva intensa, o gramado do Pacaembu está em boas condições de jogo.

    O queixada fez uma grande defesa.

  2. Muito bom comemorar a classificação em cima de um rival na casa deles e que apresenta um elenco mais forte que o nosso, pelo menos em termos de nome e currículo.
    O São Paulo mostrou que pode chegar ao nível das principais equipes do Brasil desde que mostre brio, time e organização dentro e fora de campo. Podemos demonstrar isso já na final do paulista seja qual for o adversário. Para isso, Cuca terá que blindar o elenco, não deixar a nossa euforia subir para cabeça dos jogadores, manter os pés no chão e continuar a evolução do time. Como ele mesmo disse: “estamos plantando para colher mais tarde” que esse mais tarde comece no paulista, porém se não ocorrer, que o time mostre que a colheita será proveitosa e duradoura.

  3. Assistindo ao jogo, nada se compara com essa retranca do Carille. Futebol de time minúsculo. Nem o Parreira chegava perto dessa retranca. O Aguirre que reclamávamos era super ofensivo perto desse cara.

  4. Legal ler essas declarações do Cuca.
    Foi uma satisfação imensa ver esse time reagir e enfrentar o time da Crefisa de igual para igual.
    E vi o time atuando melhor ainda do que no jogo de ida.

    Eu, como alguns colegas, face a situação que o time se encontrava, antes do jogo com o São Caetano, também me posicionei no sentido de que caso caísse fora, não acharia ruim, pois o time teria praticamente 1 mês para recuperar os contundidos, treinar com os novos contratados e se preparar para um 2o semestre que, a meu ver, seria proveitoso e de bons resultados (atenção: não estou dizendo que torceria para perder, mas que não reclamaria se não se classificasse, ok?).

    Posto isso, foi fundamental as mudanças que o Mancine promoveu nas quartas, com a entrada dos garotos. Fundamental para nos dar outra perspectiva do time, para nos dar esperança no futuro, e não falo num futuro de curto prazo, mas num futuro que eu projetava para o 2o Semestre, e que obviamente incluía o aproveitamento melhor da base.

    Mas… aconteceu antes!!
    E falo, com tranquilidade e com felicidade: que bom!!
    Que bom que em 4 jogos, nos fizemos respeitar
    de novo!
    Que bom que o trabalho do Mancine aliado a chegada do Cuca fortaleceram os meninos!!
    Que bom eliminar o adversário mais forte do estado, dentro da casa deles, e jogando de igual para igual !!
    Que bom estar em uma final de campeonato depois de tantos anos!
    E, que bom termos perspectiva de um título depois de apenas 4 partidas, que nos salvaram de um início de ano catastrófico em quase todos os sentidos…

    Enfim, vamos torcer!
    Não é certo que iremos ganhar, seja quem for o adversário. Mas eles, assim como a imprensa e o nosso próprio torcedor irá ver o time de uma outra forma daqui pra frente.
    Há muito a se melhorar ainda, não nos enganemos.
    Mas as perspectivas mudaram, e muito.

    Vai São Paulo!!

  5. Mais uns pitacos…

    – Hudson, Luan, Bruno Alves e Arboleda. Para mim, os melhores em campo, ontem!!
    – Hudson há tempos mostra raça, comprometimento com o grupo e liderança. E com certeza continua calando a boca de muita gente.
    Anulou o Dudu, peitou o idiota que estava botando banca em cima do Igor e bateu o pênalti com categoria.
    Vc me representa, Hudson! Valew mesmo!
    – Luan, cara!! Tu joga muito, garoto!! Vai ser importantíssimo para esse time daqui pra frente!
    Titular absoluto!!
    – Bruno Alves, o melhor custo/benefício dos contratados nos últimos 2 anos!! Como um colega já escreveu aqui: faz o simples, não inventa e joga firme!!
    – Arbo-lenda… Sem comentários!!

    Ah, tá: Volpi pode não ter sido um dos melhores durante os 90 minutos, mas foi crucial em 3 ocasiões: na pressionada no árbitro para consultar a arbitragem de video, e na hora dos penaltis. Ele foi fundamental nesse sentido.

    Outra: deixa o Anthony melhorar nos arremates… Não vai ter pra ninguém!!

    E pra finalizar: todos bateram bem os pênaltis. Defesa do chute do Volpi teve muito mérito do Prass, a meu ver. Mas os pênaltis mais bem cobrados, para mim, foram do Bruno Alves, do Everton Felipe e do Hudson, pela ordem.

    Valew Tricolor!! A partir de amanhã, foco total no adversário da final, seja quem for…

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!