São Paulo é o 3o do Brasil em lista de comissões nos últimos 12 meses; veja

O Corinthians, mais uma vez, foi o clube que mais pagou comissões a intermediários em negociações de atletas, segundo dados da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). O relatório que engloba o período de abril de 2018 a março de 2019 mostra que os paulistas pagaram R$ 34,5 milhões a agentes.

O segundo foi o Palmeiras, com R$ 32,88 milhões. O total pago por 40 clubes, segundo dados recebidos pela entidade, foi de R$ 202 milhões. Entre abril de 2017 e março de 2018, o Corinthians também liderou a lista feita pelo departamento de registos da CBF, com R$ 12,88 milhões. O segundo na ocasião foi o São Paulo, com R$ 4,48 milhões — no relatório deste ano o time do Morumbi pagou em comissões um valor bem maior, de R$ 25,3 milhões. O aumento nos números gerais, segundo apurou o blog com especialistas no assunto, se deve a mais transações dos clubes, mas também maior transparência na hora de repassar os dados.

Os valores pagos são referentes a contratações e também renovações de contratos. Pelas regras da Fifa, os intermediários (novo nome dado a agentes cadastrados) podem receber comissões ao participarem de transferências, representando treinadores, técnicos e também os clubes. Não há um limite para a porcentagem paga nesses casos, mas a praxe de mercado são 10% do total — a CBF, em 2016, havia limitado essa porcentagem em 3% da remuneração anual bruta do atleta ou da transação, mas depois liberou qualquer valor, desde que esteja estipulado em contrato. Isso consta no Regulamento Nacional de Intermediários (RNI).

A CBF deixa claro no documento que os valores foram os declarados pelos intermediários, como é exigido pelo regulamento da Fifa. Ou seja, pode haver casos em que o pagamento foi omitido. Como mostrou o jornalista Rodrigo Mattos em seu blog em 2018, a CBF admitiu que houve omissões no ano passado e que notificaria os agentes para a regularização da situação.

No caso do Corinthians, 33 intermediários diferentes enviaram para a CBF terem recebido comissões do clube entre abril de 2018 e março de 2019 — os valores não são discriminados por agentes. A empresa que mais se repete é a Elenko Sports, que participou, por exemplo, da transação do atacante Roger, que hoje já está no Ceará. Foram sete transações envolvendo a Elenko e o Corinthians, segundo os dados da CBF.

OS DEZ CLUBES QUE MAIS PAGARAM COMISSÕES NOS ÚLTIMOS 12 MESES (em milhões de R$)

Corinthians: 34.516.402,26

Palmeiras: 32.882.666,80

São Paulo: 25.314.850,18

Grêmio: 16.995.379,70

Internacional: 14.547.681,66

Atlético-MG: 14.227.913,80

Cruzeiro: 11.386.907,50

Santos: 6.758.631,12

Athletico Paranaense: 6.507.000,53

Flamengo: 6.453.413,27

UOL

Anúncios

23 comentários

  1. Ajax com 10 , PSV sufocando 2 a 1, juiz dá 6 minutos, Neris domina toca tagliaffico, recebe de costas, gira em cima zagueiro, de canhota no canto. Torcida vai aí delírio!
    Para mim foi o gol do tricolor que faltou ontem!
    Pênalti do segundo gol em cima dele!

  2. Engraçado….Primeiro Coríntias .segundo Palmeiras e alguém da destaque nisso????Realmente os resultados em campo influenciam ate as questões fora de campo.Comissões sempre existiram a questão e o resultados dentro de campo pra olhar o lado da moeda simples assim…..E engraçado que o Coríntias negociou menos em valores mas a comissão deve estar mais alta la….rs deixa quieto.

  3. Entendemos agora a constante troca de jogadores, claro, se tivesse ganhado competições tudo estaria “bem”, mas…
    De qualquer maneira é um sinal ruim: nada ganha em relação ao esporte, já financeiramente bolsos de enchem com as negociações, menos os cofres do clube.

  4. Verdade Wagner, mas independente deste ou aquele pagar comissões se destaca o do Flamengo que este ano contratou RCaio, Gabigol, Arrascaeta, Bruno H, que me lembro e pagou bem menos que todos os outros clubes e este é o exemplo a ser seguido não acha…

  5. Parabéns aos dirigentes de Flamengo e Santos.
    Andrés Sanches confirma a fama de maior bandido entre os dirigentes de clubes brasileiros.

  6. Esse verme desse presidente incompetente deve estar milionário, tenho certeza que uma busca rápida nas pessoas que o cercam seria o suficiente pra chutar ease cidadão do Morumbi. Mas isso não interessa pra muita gente ali…

  7. Tudo começou c Andres. Essas comissoes estapafurdias e preços pequenos doa jogadores. P mim ele ganhou mais la fora. Tipo neymar. E o sao paulo seguindo no mesmo caminho com esse leco e cia. Leco passaro rai . tem q colocar mp p investigar isso

  8. A receita federal precisa fiscalizar as empresas e empresários que receberam essas porcentagens monstruosas e cruzar a informação da saisa de dinheiro das contas deles para onde vão.

  9. O Mancine provou que se forma um time competitivo sem estrelas. Um clube que deve 270 milhões com dirigentes sérios faria um time bom misturando revelacões da base com jogadores talentosos destaques de estaduais que não custem uma fortuna. Gosto das contratações de Pato e Tche Tchê, mas vai custar o Liziero e o Antony. Se é pra vender este, que seja pra quitar dívida. Tem gente que diz que clube não é banco e que tem que ganhar títulos. Ok, mas tem gasto uma fortuna e não tem ganho nada. Se não tem dinheiro pra competir com Flamengo e Plameiras, por que não arrumar a casa financeiramente? Nao consigo entender pagar 700 mil de salário pra um jogador e dever quase 300 milhões. Um presidente competente com essa safra do São Paulo arrumaria o clube financeiramente de uma vez por todas.

  10. Se quisermos manter os moleques por mais de 6meses vai ter que montar plano de carreira pros meninos e tirar o escorpião do bolso. Imagina tu com proposta de time da inglaterra, itália e espanha, ganhando 30mil? Olha pro lado vê uns veteranos paneleiros ganhando 300-400mil reais? Se não me engano a proposta pro Militão renovar era de 150k….

    • O SP pagou mais caro nele do que quando foi vendido pelo Palmeiras? Em baixa ele vale mais que quando estava em alta? Isso é bom negócio?

  11. O Grêmio tem segurado suas revelações com um orçamento muito menor. Nosso problema é a corrupção que corrói o clube, se não fosse isso haveria sim verba suficiente pra manter essa molecada muito bem remunerada por pelo menos 2 anos. Eles são bem novos e têm tempo de sobra pra ir pra Europa mais maduros, em condições melhores pra se estabelecerem lá.

  12. #OutLeco & patota feliz + bolha, em festa.

    Enquanto outros clubes “ganham” títulos, o SPFC ganha dívidas e vergonha sem fim.

    Detalhe que não apenas agentes ou intermediários recebem comissões, também terceiros …, ocultos.

    Estes números raramente aparecem em balanços financeiros.

    #triste SPFC

  13. Uma conta que não fecha. O São Paulo FutebolClube no fechamento de 2018 tinha uma dívida de 295.000.000,00. No balanço de 2019 teve um superavit de 7.000.000,00. Pela minha matemática deveria ter havido uma redução de pelo menos sete milhões na dívida. Acontece que a dívida está em 440 milhões. Alguem está mentindo e muito. Estamos com 155 mil sócios torcedores, mas segundo se pública, o mesmo teve uma queda de 28%. Gostaria que alguém me explicasse essas aberrações nos números.Todos sabem que desde que Juvenal Juvêncio assumiu a presidência, ( que Deus o tenha) uma quadrilha sem nenhum compromisso com o clube assumiu o comando. Por isso eu mais uma vez vou dizer. Libertação já do clube com eleições livres e diretas para presidente. é mudar para não morrer.

O São Paulo precisa de nós! Vamos apoiar!